SkyscraperCity banner
1 - 2 of 2 Posts

·
Banned
Joined
·
5,008 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Bíblia terá novo monumento na Praça da Saudade

Apesar de não fazer parte do traçado original, que terá a volta dos caramanchões, o projeto de revitalização da Praça da Saudade inclui um novo monumento à Bíblia, com a forma de uma Bíblia aberta, informou nesta sexta-feira o arquiteto e urbanista Victor Marques, chefe do Núcleo de Projetos Urbanísticos do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb) mas isso de forma alguma contribuirá para a mudança da denominação da praça.

Praça da Saudade, como ficou conhecida a Praça 5 de Setembro, situada entre as ruas Epaminondas, Ramos Ferreira, Ferreira Pena e Simão Bolívar, foi denominada assim há 143 anos, desde sua praça, em 1865, quando não passava de um vasto campo com pouca arborização. Nos dias atuais os evangélicos passaram a chamá-la de “Praça da Bíblia”, numa referência ao monumento à Bíblia erguido no local, mas continua o nome Saudade, proposto pelo vereador Antônio Davi Vasconcelos Canavarro, em sessão da Câmara Municipal de 31 de julho de 1897.

“A Praça da Saudade faz parte da história da cidade e não acredito que um dia ela possa vir a ter um outro nome porque a sociedade não permitiria”, afirma a historiadora Etelvina Garcia. “Lembro-me que em 1949 a Câmara Municipal tentou mudar o nome do bairro Praça 14 para Praça Portugal. A escola de samba do bairro compôs uma marcha de protesto à época e Manaus inteira tomou conhecimento do absurdo que queriam fazer e ficou do lado dos moradores do bairro. A Câmara recuou e manteve o nome de Praça 14, como nós chamamos até hoje”, ressaltou a historiadora.

Em 1865, a Praça da Saudade era conhecida como Largo da Saudade em referência ao Cemitério São José (atualmente área do Rio Negro Clube), localizado bem em frente. A elevação à categoria de Praça ocorreu em 1897, entretanto a sua efetiva caracterização como tal só ocorreu em 1932, na administração de Emanuel Morais, quando foram construídos os jardins, passeios e instalado na área central o monumento em homenagem a Tenreiro Aranha.

De acordo com a assessoria de comunicação da Câmara Municipal não existe projeto na Diretoria Legislativa da Casa, tramitando ou tramitado, propondo qualquer alteração à denominação da praça.

O projeto de revitalização desenvolvido pelo Implurb resgata a história da praça e prevê a volta dos caramanchões que existiam em suas laterais. As intervenções feitas ao longo do tempo, como o espelho d’água e o monumento à Bíblia serão retirados para que a praça retome seu traçado original. O único monumento que faz parte da história da Praça da Saudade, a estátua de Tenreiro Aranha, primeiro presidente da Província do Amazonas, transferido posteriormente para a Praça Tamandaré, também no Centro, será restaurado e voltará a ocupar o lugar de origem, no centro da praça.

“Embora não faça parte do traçado original, o projeto vai inserir na praça, um novo monumento à Bíblia, praticamente no mesmo local onde o atual se encontra. Mas será algo menor, no nível do gramado, para não confrontar com o único monumento original da praça, o de Tenreiro Aranha”, explica o presidente do Implurb, o arquiteto e urbanista, Claudemir Andrade.

“Será um monumento de 1x80 metros, em aço escovado, simbolizando uma Bíblia aberta”, adiantou o arquiteto e urbanista Victor Marques, chefe do Núcleo de Projetos Urbanísticos.

:banana::banana::banana:
 
1 - 2 of 2 Posts
Top