SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 20 of 53 Posts

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Como o thread da revitalização do bairro da luz é muito restrito, resolvi criar esse pra postar todos os tipos de noticia a respeito.

T

Tudo o que esta sendo feito no centro:

1. Projeto Nova Luz
2. Novo Teatro na regiao da Luz - Esta saindo.
3. Centro Cultural dos Correios = está pronta e a agência central foi inaugurada, ficou muito boa. Mas o centro cultural aguarda verbas, ou seja, neste governo não sai.
4. Praca das Artes. Quando inauguram?).
5. Novo Predio atras da Praca da Se (ao lado do novo predio de vidro do Ruy Othake). acho que eh um Tribunal.
6. Restauracao do Martinelli (quando fica pronta?)
7. Novo SESC centro
8. Restauracao do Teatro Municipal
9. Nova linha 4 do metro (estacao Republica). A linha 4 do metro vai ter também a estação terminal Luz a ser inaugurada no ano que vem.
10. REforma da Praca Roosevelt (derrubada das lajes de concreto). quando sai?
11. Demolicao do Sao Vito...
12. Demolicao do Viaduto Diario Popular para transformar aquilo em parte do Parque ja existente.
13. Reforma do Copan - Em dezembro/09 começaram a cair pedaços da fachadas nas pessoas na rua... o predio vai ser interditado para reforma urgente (fachada apenas orçada em 8 milhoes de reais)
14. Reforma da Biblioteca Mario de Andrade = está quase pronta, mas sua ampliação para os predios do outro lado da praça ainda demoram um pouco.
15. Reforma do predio modernista na Praca da REpublica (perto do Italia).
16. Criacao do parque na Rua Frei Caneca, no terreno onde queriam construir uns predios
17. Reforma da Casa das Retortas
18. Reforma do Palacio dos Campos Eliseos (e transferencia do governo do Estado pra la)
19. Revitalizacao da Liberdade.
20. Equipe de pessoas contratadas para vigiar o centro e identificar irregularidades, em dois turnos de 8 horas cada. Nao lembro o nome do projeto, mas tem funcionado bem.
21. REtomada da Prefeitura da Galeria do MASP para dar melhor uso ao espaco = A galeria Prestes Maia, que estava com o MASP, foi retomada pela prefeitura, que prepara um plano de reforma do local para transformá-lo na Pinacoteca Municipal de SP.
22. Reabertura da Cinelandia Paulista (com o Cine Marrocos e outros em obras)... informar quais.
23. Reforma da Igreja do Patio do Colegio = está quase pronta. O artista plástico Claudio Pastor está cuidando dos detalhes e acabamentos
24. Museu judaico na antiga sinagoga junto da rua Avanhandava, que será restaurada, esse projeto de alguns anos atrás vai sair em 2010
25. Tem a reconstrução do Teatro de Cultura Artistica que pegou fogo - há uma campanha de arrecadação de fundos em curso.
26. Projeto que saiu na imprensa há alguns meses, de ser montado um centro cultural francês num prédio todo de vidro no Paisandu, onde, se não me engano funcionou a polícia federal.
27. estação do Expresso Aeroporto a ser feita atrás da Estação da Luz. Projeto aguardando reformulação do edital de licitação.
28. Belíssima igreja colonial da Ordem Terceira de S. Francisco, no largo de S. Francisco já começou.
29. A revitalização da Liberdade foi feita em parte, sobretudo fazendo fachadas japonesas em vários predios e lojas. O dinheiro acabou e os planos mais ousados não foram feitos. Uma comissão tenta obter mais fundos. Mas a região já deu uma boa melhorada, o numero de turistas tem aumentado. Já há cerca de 40 restaurantes orientais na região. Um guia bem completo desses restaurantes e das lojas e serviços orientais do bairro está à venda na Livraria Cultura.
 

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
Discussion Starter · #2 ·
Palácio da Justiça tem nova iluminação
Publicado em 22/07/2009 - 0 comentários Ferramentas:





O Palácio da Justiça, edifício de 1933 que é um dos mais bonitos da região central, ganhou ontem novo sistema de iluminação. O projeto, da Ilume, custou R$ 572 mil. As luzes destacam as características da fachada, que passou por dois anos de reforma, ao custo de R$ 6 milhões.

A cerimônia começou às 18h30 e teve participação da Orquestra Bachiana Jovem, à qual se juntaram ritmistas da escola de samba Vai-Vai.

(Da redação)

http://www.destakjornal.com.br/readContent.aspx?id=13,42109
 

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
Discussion Starter · #3 ·
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u598491.shtml

22/07/2009 - 08h38
Estado quer recuperar viciados da cracolândia
Publicidade
Colaboração para a Folha Online

O governo estadual concluiu que depende menos da polícia do que dos psiquiatras para enfrentar o crack na região da Luz. Essa é a principal novidade do plano desenhado para tentar diminuir a incidência do uso de drogas na cracolândia, no centro de São Paulo, informa a reportagem do colunista Gilberto Dimenstein publicada na edição desta quarta-feira da Folha de S.Paulo (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

O sucesso vai depender, segundo técnicos do governo, do encaminhamento dos viciados para centros de tratamento psiquiátrico, com a oferta de leitos nos hospitais, enquanto se aumenta a fiscalização policial. Além disso deverá ser garantido o acesso dessas pessoas a cursos profissionalizantes, o primeiro emprego, sessões de psicoterapia, escola em tempo integral e oficinas culturais e esportivas.

Segundo a reportagem, a ofensiva baseia-se, em parte, nas operações realizadas em bairros de São Paulo (Elisa Maria, na zona norte, e Paraisópolis, na zona sul, por exemplo) onde com o nome de Virada Social, juntaram-se as mais diversas secretarias estaduais e municipais, oferecendo desde luz, novas praças, escolas e centros de saúde até cursos técnicos ou horário escolar em tempo integral. No caso do bairro Elisa Maria, a taxa de homicídio caiu rapidamente.

A parte mais vulnerável do projeto, porém, é o tratamento psiquiátrico, sem o qual é praticamente impossível deixar a dependência de drogas
 

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
Discussion Starter · #4 ·
Para valorizar patrimônio, Palácio da Justiça em SP ganha iluminação noturna
Bruno Fernandes/Folha Imagem



Iluminação do Palácio da Justiça, na praça da Sé, inaugurada ontem; iniciativa visa valorização de patrimônio arquitetônico

MARIANA BARROS
DA REPORTAGEM LOCAL

Com estreia inicialmente prometida para antes do Carnaval, a iluminação noturna do Palácio da Justiça, na praça da Sé (centro de São Paulo), foi inaugurada ontem, quando também foi entregue a nova fachada restaurada do edifício, de 1933.
Ao custo de R$ 572 mil, pagos pela prefeitura, a nova iluminação do palácio -sede do Tribunal de Justiça de São Paulo- incluiu a realização de pequenas obras para "camuflar" os projetores.
O prédio é tombado pelos órgãos de patrimônio municipal e estadual e foi projetado pelo escritório de Francisco de Paula Ramos de Azevedo (1851-1928), autor da Pinacoteca do Estado e do Teatro Municipal. O desenho foi inspirado no Palácio da Justiça de Roma (Itália).
Peças de granito que ficam no chão foram cortadas para comportar cerca de 40 luminárias. Outros pontos de luz foram acoplados em postes e nos andares superiores, para realçar janelas e colunas.
A nova iluminação integra um projeto do Ilume (Departamento de Iluminação Pública) de valorização do patrimônio arquitetônico. O projeto deve ser estendida a outros edifícios históricos, ainda não definidos.
Ontem, no evento de inauguração do sistema, o prefeito Gilberto Kassab (DEM) afirmou tratar-se de mais um passo para a revitalização da região central.


http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2207200913.htm
 

·
Registered
Joined
·
8,874 Posts
^^
Gentem, que boa noticia. Adorei a iluminacao!
Alias, iluminada tambem a ideia do thread!
Tava fazendo falta!
Vou virar habitue' do thread.
Muak!
 

·
Que que eu escrevo aqui?
Joined
·
2,288 Posts
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u598491.shtml

22/07/2009 - 08h38
Estado quer recuperar viciados da cracolândia
Publicidade
Colaboração para a Folha Online

O governo estadual concluiu que depende menos da polícia do que dos psiquiatras para enfrentar o crack na região da Luz. Essa é a principal novidade do plano desenhado para tentar diminuir a incidência do uso de drogas na cracolândia, no centro de São Paulo, informa a reportagem do colunista Gilberto Dimenstein publicada na edição desta quarta-feira da Folha de S.Paulo (íntegra disponível para assinantes do UOL e do jornal).

O sucesso vai depender, segundo técnicos do governo, do encaminhamento dos viciados para centros de tratamento psiquiátrico, com a oferta de leitos nos hospitais, enquanto se aumenta a fiscalização policial. Além disso deverá ser garantido o acesso dessas pessoas a cursos profissionalizantes, o primeiro emprego, sessões de psicoterapia, escola em tempo integral e oficinas culturais e esportivas.

Segundo a reportagem, a ofensiva baseia-se, em parte, nas operações realizadas em bairros de São Paulo (Elisa Maria, na zona norte, e Paraisópolis, na zona sul, por exemplo) onde com o nome de Virada Social, juntaram-se as mais diversas secretarias estaduais e municipais, oferecendo desde luz, novas praças, escolas e centros de saúde até cursos técnicos ou horário escolar em tempo integral. No caso do bairro Elisa Maria, a taxa de homicídio caiu rapidamente.

A parte mais vulnerável do projeto, porém, é o tratamento psiquiátrico, sem o qual é praticamente impossível deixar a dependência de drogas
Finalmente descobriram que o buraco é mais embaixo, tomara que dê certo, é uma ótima iniciativa.
 

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
Discussion Starter · #8 ·
É com grande satisfação que ontem ao chegar no centro da cidade deparei-me com o que parece ser o início das obras da Praça das Artes. Tapumes já foram postos cercando um antigo cinema pornô e um prédio histórico ao lado na São João e na Conselheiro Crispiniano (travessa da S.João) vi tratores entrando ao lado do cine Marrocos, onde o terreno está sendo terraplanado!

Infezlimente estava sem a câmera, mas prometo que quando voltar lá tiro algumas fotos:banana:


Post do forista DPJ1986 recuperado para este thread





Contextualizando





01



02



03



Vermelho = saída Cons. Crispiniano



Verde=saída calçadão da Av. São João -





Azul = saída Vale do Anhangabaú


Revitalização do
centro da cidade obras da Praça das Artes
 

·
Registered
Joined
·
500 Posts
Domingo fui visitar a igreja colonial de N. Sra. da Boa Morte na rua do Carmo, perto da Praca da Se'. Ela foi reaberta ha' 2 semanas depois de uma completa restauracao. Ela ficou belissima, uma das mais bonitas do centro de SP. Fiquei espantado de ver a igreja cheia de gente para a missa, mas tambem tinha muita gente visitando. Ela trouxe mais vida e movimento naquela regiao abandonada do centro velho. Ela vai ficar aberta 24 horas por dia, 7 dias por semana. A casa antiga ao lado vai ser restaurada em breve.
 

·
♫ lıı.lllıılı..lll&
Joined
·
2,110 Posts
Grande iniciativa...Parabéns pelo trhead
 

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
Discussion Starter · #12 ·
^^
Gentem, que boa noticia. Adorei a iluminacao!
Alias, iluminada tambem a ideia do thread!
Tava fazendo falta!
Vou virar habitue' do thread.
Muak!
É, já tava cansado de toda hora ter que voltar umas paginas pra achar noticias da revitalizacao da luz, da praca das artes.. e faltava um thread especifico para o centro. PQ embora agora a bola da vez seja a Nova Luz, todo o centro de SP vem sendo revitalizado aos poucos, Bar Brahma, Cine Marabá, Edificio das Arcadas, Palacio do Campos Elisios...
 

·
Equilíbrio, viagens e paz
Joined
·
4,686 Posts
Muito interessante sua idéia TEBC, apesar de não ser de São Paulo, acompanharei aqui também. A reforma do Palácio da Justiça ficou ótima, a iluminação vai destacar a bela arquitetura do prédio, ótimo!
 

·
Niteroiense da gema!!
Joined
·
3,749 Posts
Para valorizar patrimônio, Palácio da Justiça em SP ganha iluminação noturna
Bruno Fernandes/Folha Imagem



Iluminação do Palácio da Justiça, na praça da Sé, inaugurada ontem; iniciativa visa valorização de patrimônio arquitetônico
Que Iluminação é essa... perfeita! :cheers:
 

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
Discussion Starter · #18 ·
ANÁLISE

Existe uma Nova Luz para a cracolândia?
LÚCIO GOMES MACHADO
ESPECIAL PARA A FOLHA

Não há como não se chocar com a degradação urbana e humana da cracolândia. Relativamente poucas pessoas frequentam a região, além dos moradores tradicionais (sim, há muita gente que procura morar dignamente em Santa Efigênia), dos lojistas e de seus clientes do vibrante setor de eletrônicos.
A pergunta óbvia: como o primeiro bairro planejado de São Paulo, com enorme quantidade de testemunhos arquitetônicos de sua antiga pujança, pode chegar a esse ponto?
São Paulo ficou décadas sem Plano Diretor e, o que é pior, sem qualquer esforço de planejamento sistemático. Não houve esforços para gerir a cidade com a técnica e a cultura correspondentes ao nosso desafio metropolitano: quase 20 milhões de habitantes, 80 km de urbanização contínua de leste a oeste!
Ao longo do século 20, a economia transformou-se drasticamente, mas a cidade não se preparou para dar o correspondente suporte. Por omissão ou por ação, tanto do Poder Executivo quanto do Legislativo, o crescimento da cidade foi deixado nas mãos do "mercado".
Diferentemente do que se propala, a degradação urbana não foi causada só pelo transporte individual, incentivado por decisões macroeconômicas de industrialização a qualquer custo, com o automóvel como protagonista. Mais decisivos foram a verticalização descontrolada e o incentivo à obsolescência acelerada do espaço urbano organizado, em busca de novas áreas com baixo custo para incorporação imobiliária.
Em menos de seis décadas, as atividades mais sofisticadas saíram do centro histórico para novos centros em torno da marginal Pinheiros, passando por República, Paulista, Faria Lima, Berrini e Socorro.
A cada novo horizonte, uma área urbanizada e parcialmente edificada era abandonada e era glorificada uma nova Meca imobiliária. Nada mais compreensível que o primeiro bairro implantado fora do centro histórico tenha se tornado o mais notável exemplo de degradação. Como nos outros casos, não se olhou para trás. Abandonado, o espaço foi ocupado pelos excluídos da vida urbana.
Encontra-se em fase de consulta pública um edital para contratação de um grande projeto urbanístico, pela prefeitura, para a região. Trata-se de um passo importante, mas que nasce viciado pela cultura neo-colononizada dos administradores que acreditam existir know-how de ponta somente nos países "desenvolvidos".
De fato, embora tendo tido poucas reais oportunidades, é no Brasil que estão os urbanistas com experiência em enfrentar problemas na escala de dezenas de milhões de habitantes e com a diversidade cultural característica de São Paulo.
Pode haver uma Nova Luz.

Professor da FAU-USP e coordenador do Plano Diretor da Subprefeitura da Lapa (2003-04)

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2407200916.htm
 

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
Discussion Starter · #19 ·
À noite, trabalho da polícia é como espantar moscas
JAMES CIMINO
DA REDAÇÃO
APU GOMES
REPÓRTER-FOTOGRÁFICO

0h40, rua dos Andradas, cracolândia. A impressão inicial é a de que a operação no local funciona. A rua está deserta, num cenário bem diferente do habitual -centenas de noias perambulando pelas ruas, arrastando bugigangas e fumando pedras de crack.
Mas não é bem assim. Sob a luz amarela intermitente dos semáforos, surge, do nada, um grupo de maltrapilhos. Com sorrisos debochados, andam sem pressa, carregando caixas de papelão, que usam como cabaninhas para disfarçar o consumo da droga. O "pega" (a tragada) custa R$ 1.
Eles aparecem de repente porque estão se afastando do carro da polícia, que tenta impedir a aglomeração. É como espantar moscas. A polícia vem, eles se dispersam para, logo depois, se aglomerarem novamente em outro local.
Há nove carros da polícia na região. Um dos policiais comenta que o trabalho na madrugada "é muito difícil" e que deveria ter a ajuda dos agentes de saúde, como durante o dia.
À 1h15, umas 60 pessoas se aglomeram em torno da estátua da praça Julio de Mesquita. A reportagem pergunta a um menino de uns dez anos o que ocorre ali. "É ali que rola a "pedrada'", diz o garoto.
No ponto de ônibus da praça, três garotas recebem moedas de um homem enrolado em um cobertor velho.
Outra garota, sai do bolo de gente, e diz: "E eu nem apareci na TV ainda... "
Um carro da polícia chega. Os noias calmamente se dispersam. Em busca de novas concentrações, a polícia deixa a praça, que em 15 minutos está cheia de novo. E assim, nesse vaivém, segue a cracolândia até o amanhecer.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2407200915.htm

Eu vou ser radical e afirmo não há solução para quem se recusa a ter ajuda!! Internação compulsória já!! o pensamento da promotora tá mais do que certo.

80% recusam atendimento na cracolândia
Até o fim da tarde, só 66 das 332 pessoas abordadas haviam concordado em passar por avaliação médica em posto de saúde

Agente de saúde que participa da operação diz que mesmo os que aceitam ser atendidos acabam voltando para a região, às vezes no mesmo dia

Apu Gomes/Folha Imagem

Consumidores de crack se concentram na praça Julio de Mesquita,
na região central de São Paulo, na madrugada de ontem

CONRADO CORSALETTE
DA REPORTAGEM LOCAL

Cerca de 80% dos moradores de rua -a maioria consumidores de crack- abordados por agentes de saúde nos dois primeiros dias da ação na cracolândia recusaram atendimento. Boa parte dos que passam o dia nessa região do centro de São Paulo nem sequer responde a perguntas das equipes.
Até o final da tarde de ontem, os agentes haviam feito 332 abordagens. Sessenta e seis pessoas concordaram em ir para postos de saúde passar por avaliação médica. Doze precisaram ser internadas. Segundo o auxiliar de enfermagem Taylon Ramos, que atua na base das equipes de saúde, mesmo os que aceitam ser atendidos acabam voltando, às vezes no mesmo dia, para a rua. "Normalmente eles vão, tomam banho e retornam."
Agentes de saúde disseram que a presença ostensiva da polícia retrai ainda mais os usuários de crack. Eles dizem que é preciso obter a confiança dos viciados, o que leva tempo. A Folha presenciou cinco abordagens e só uma pessoa aceitou atendimento. Na av. Duque de Caixas, uma mulher com cerca de 40 anos, questionada se estava disposta a ir até o posto de saúde, respondeu: "Hoje não vou, não. Hoje vou ficar aqui fumando [crack]".
De manhã, uma jovem de 15 anos foi retirada do gramado da estação Júlio Prestes. Ela disse estar ali havia três dias, sem conseguir se mover. Segundo os agentes, ela tem tuberculose e é viciada em crack. A nova intervenção do Estado e da prefeitura, batizada de Ação Integrada Centro Legal, prevê internação em hospitais por até 30 dias de pessoas com doenças graves, problemas psiquiátricos e dependentes químicos. As internações podem ser voluntárias, involuntárias após diagnóstico ou compulsória, via ordem judicial.
Segundo coordenadores da operação, há 60 leitos em hospitais estaduais e municipais preparados para esse fim. A prefeitura diz que, após a internação, viciados serão encaminhados a centros de tratamentos de dependentes químicos. Parte dos 120 agentes está na cracolândia desde janeiro. Desde quarta-feira, eles têm feito abordagens das 9h às 22 h.
A ação de saúde é acompanhada pela polícia. São 70 homens que, diz o comando da PM da região central, ficarão na cracolândia e imediações por tempo indeterminado.

Promotora
A promotora de Justiça Laila Shukair enviou ofício à prefeitura pedindo informações sobre a intervenção na área. Laila defende que, em alguns casos, a internação de viciados seja compulsória. "Adianta chegar no cara que bebeu, fumou, que está "babando", e perguntar se quer ser internado?"

Colaborou JOSÉ ERNESTO CREDENDIO, da Reportagem Local

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff2407200914.htm
 

·
Registered
Joined
·
24,521 Posts
Discussion Starter · #20 ·
Igreja do Pátio do Colégio passa por reforma após 30 anos

Obra em ponto turístico de SP deve ser concluída no final de setembro.
Trabalho visa recuperar ‘esplendor do barroco’ diz padre



Imagem mostra como era o altar da igreja antes da reforma e um desenho de como ficará a área do altar após a conclusão das obras (Foto: Divulgação)

Após 30 anos de sua construção, a Igreja do Beato José de Anchieta, no Pátio do Colégio, Centro de São Paulo, terá seu interior totalmente reformado. A primeira etapa das obras, que é feita no altar, começou há um mês e será concluída nesta semana. A chamada nave da igreja, onde ficam os fiéis, deve começar a ser modificada no dia 27 deste mês e ficar pronta no final de setembro.

Com a reforma, o altar ganhou um painel de azulejos dourados, piso de granito cor de vinho e terá uma cruz de madeira do século 16 feita em Portugal. A cruz, que atualmente está exposta no museu que fica ao lado da igreja, tem cerca de 1,90 metro e ficará suspensa por um cabo de aço em frente ao painel dourado.

O altar contará ainda com colunas de madeira, conhecidas como colunas salomônicas, do século 17, que ficavam no altar da antiga igreja que existia no local. Os azulejos foram encomendados a uma empresa de Curitiba e têm o brasão dos jesuítas no centro.

Na área do Pátio do Colégio foi erguida a primeira construção de São Paulo, uma cabana de pau-a-pique, na frente da qual foi celebrada uma missa no dia 25 de janeiro de 1554, o que marcou a fundação da cidade. Dois anos depois, foi erguida uma igreja no local, que posteriormente foi ampliada com estrutura de pedra e taipa de pilão. A construção foi demolida no final do século 19 e a edificação que existe hoje foi inaugurada só em 1979. O prédio não é tombado pelo patrimônio histórico.


Lona foi colocada para separar parte em reforma do restante da igreja (Foto: Luísa Brito/G1)


Na parte destinada aos fiéis, os seis arcos da construção ganharão painéis de azulejos azuis que remetem ao estilo português. Quatro deles contarão a história de Anchieta. Um outro falará sobre a liturgia do batismo e, o sexto, terá um texto do evangelho segundo São João. A pia batismal, o púlpito de onde são feitas as leituras, e a cátedra onde senta o presidente da cerimônia serão feitos de granito rosa. Tanto a pia como o púlpito ficarão no centro da igreja, cada um em uma lateral. O local ganhará também uma nova iluminação que será projetada de modo a valorizar a arquitetura do prédio.

De acordo com o padre Carlos Contieri, diretor do Pátio do Colégio, com a reforma, o espaço litúrgico da igreja ficará disposto de maneira correta. “Antes, no centro do altar tinha uma estátua de Anchieta quando deveria estar uma cruz”, afirmou. A imagem foi levada para o jardim. O padre diz que o objetivo não é fazer uma réplica da igreja original. “Não queremos reproduzir o que era antes. Queremos devolver ao presbitério o esplendor do barroco de maneira moderna”, disse.


Painel de azulejos dourados do altar já está pronto (Foto: Luísa Brito/G1)

Segundo o artista sacro Cláudio Pastro, que fez o projeto da reforma, as mudanças não pretendem imitar o antigo. “Retomamos as linhas do que era antes, mas fazendo uma intervenção proposital de 2009”, explica ele, que disse que se sentia incomodado com a configuração do local. “A escultura de bronze de Anchieta é para jardim e não para ficar num altar”, disse. A reforma já era pensada há dois anos, mas só pode ser realizada agora por questões financeiras. Segundo o padre, o investimento foi de mais de R$ 300 mil.

Durante a reforma do altar, a igreja não precisou ser fechada. Foi colocada uma lona para separar a parte que está em obras e as missas continuaram a ser realizadas. Nesta quinta (23), sexta-feira (24) e sábado (25), não haverá missa para a igreja ser limpa e organizada após a conclusão da primeira fase dos trabalhos. De acordo com o padre Contieri, na segunda fase de reforma talvez seja necessário fechar o local durante dois dias para pintar o interior da igreja.

O local fica aberto ao público para visitação de terça-feira a domingo das 8h às 16h30. Da terça à sexta-feira são realizadas missas ao meio-dia e aos domingos, às 10h.

http://g1.globo.com/Noticias/SaoPau...O+DO+COLEGIO+PASSA+POR+REFORMA+APOS+ANOS.html
 
1 - 20 of 53 Posts
Status
Not open for further replies.
Top