SkyscraperCity Forum banner

Rio ataca investimentos em Lisboa e falta deles no Porto e Norte

6859 Views 101 Replies 21 Participants Last post by  pedrodepinto
Pergunto eu: como se pode ter deixado chegar isto a este ponto?!
presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, criticou, anteontem à noite, a quantidade de investimentos que o Governo de José Sócrates está a preparar para a região de Lisboa, em contraste com a escassez que considera vigorar no Norte do país. "Há anos que acontecem coisas destas, mas agora exagerou-se um pouco", lamentou Rui Rio durante uma intervenção na Assembleia Municipal do Porto.

"O país discutiu o novo aeroporto, depois começou-se a discutir a nova travessia sobre o Tejo, antes tínhamos discutido o TGV e em particular a ligação Lisboa-Madrid e agora temos a frente ribeirinha com mais 400 milhões de euros", desfiou o presidente da Câmara do Porto. Sobre a frente ribeirinha de Lisboa, o edil estabeceleu mesmo uma comparação: "No caso da baixa do Porto, o que há é 60 por cento do capital de SRU [Sociedade de Reabilitação Urbana]. Acho que isto é uma disparidade brutal", enfatizou.

Partindo ainda do princípio que o Turismo de Portugal irá comparticipar com 70 milhões de euros no projecto para a frente ribeirinha da capital, Rui Rio ironizou: "Quantos anos são necessários para o Turismo de Portugal dar 70 milhões de euros ao Porto? Se calhar, 70 anos."

O autarca avisou que "se não há mais investimento no Norte do país, o país perde como um todo", e também não vê vantagens para os lisboetas resultantes destas opções de investimento público. "Quanto mais dinheiro atiram lá para cima, pior é a qualidade de vida em Lisboa", apreciou.

Já na qualidade de presidente da Junta Metropolitana do Porto, Rui Rio avisou ainda que vai dar mais algum tempo para o novo conselho de administração da Metro do Porto se poder inteirar de todos os dossiers, mas, findo esse prazo, exige saber se os investimentos previstos ao nível da 2.ª fase de expansão da rede vão avançar ou não. "Mais um mês ou dois e é preciso saber se temos obra ou não, mais um tempo e nós temos que questionar isso."

A intervenção de Rui Rio mereceu uma réplica veemente e algo indignada por parte de Artur Ribeiro, deputado municipal da CDU. "O senhor presidente devia usar o seu peso institucional para fazer estas reclamações publicamente", começou por desafiar Artur Ribeiro.

"O tratamento que dão ao Norte é uma vergonha e o senhor está sempre calado! Eu acho que devia dizer ao Governo que trate o Porto e o Norte com a dignidade que merecem", insistiu. No entanto, na opinião do eleito comunista, Rui Rio "conforma-se, não tem ambição".
1 - 10 of 10 Posts
a diferença do porto po resto do norte é de 8 para 80.... de lisboa para o porto é de 80 para 80.000....
Se o Porto isto se o porto aquilo..... Se....se....se....se.....

se fossemos uma cidade africana eramos assim assado... e o país sofreria muito....

Mas não somos.....

a Opinião do Prof. é a uma opinião válida.... Mas é uma opinião horrivel do Porto, que a meu ver não corresponde à realidade....

Quanto ao sentido crítico, temos, e muito.... mas é nosso para resolver os nossos problemas.... e não um sentido crítico bota-abaixo como o do Prof. .....

Insulta as gentes do porto, acha que estamos atrás.... nem comento isso....

O Porto é uma cidade Bem europeia.... é como é, é única como é.... e se tem caminhos de cabras e não parece uma cidade grande, tanto melhor.... somos a melhor cidade porque todas as outras ainda não chegaram ao estado do porto!

O Porto só quer traçar o seu caminho.... queremos ser nós a lidar com os nossos problemas.....

é que não deixarem o Porto tratar de si, mas depois hipócritamente virem criticar os nossos problemas não me parece honesto.....

Não precisamos que nos digam o que é bom para nós, ou o que devemos ser....
Que se pode dizer???? é um choque ideológico.... o Godin detesta o Porto porque é a grande voz que vai descentralizar o país....

Daqui a uns anos, vamos ter o Godin a dizer que é uma pena o Porto ter autonomia face ao estado central..... o Prof. a chorar para ter o Porto de volta.....

o Prof. Só fala em Portugal, mas sem o Norte, Portugal deixa de ser Portugal....


Pera, vamos resumir Portugal: Portvs e Cale.... as margens do Douro, o retso vem por acrescento....

tiras Portugal a Portugal (porto/gaia) e que sobra???? loooool....

O Prof. deixava de ser Português e Passava a quê????? Coimbral? Lusitânia? Lisbogal??

É obvio que sem o Porto o país perde a legitimidade de ostentar o nome portugal....

Logo nós que somos a base deste país temos todo o direito de o renegar, se o quisermos....

mas não queremos.... basta-nos um regionalização como as que proliferam pela europa ( o Godin é tipo o Salazar: O Salazar dizia que a democracia era fantástica, o melhor dos sistemas, que funcionava maravilhosamente em Inglaterra, mas que não era bom para Portugal, porque somos um povo diferente, etc etc... o Prof. diz que a europa é fantástica, muito bem regionalizada, mas que existe um coisa chamada Norte em Portugal, que é tão atrasado culturalmente que é um risco muito grande...)

Vem aqui o Prof. dizer que se iria formar no porto um exército anti-sul com a regionalização....

pelos vistos pelas bandas de coimbra é que se anda a formar um exército anti-porto,
com o seu cavaleiro dos pergaminhos....
Adoro a peixeirada do porto e esta devia ser património da humanidade... não tenho complexos face a isso!!!!

o Prof. Não é Português, o Prof. é o Marquês!!!!!!
Eu não sou obrigado a fazer mais que falar e expor o que penso para ser membro de um forúm....

Nasci na trindade, baixa do Porto, o que sei ou deixo de saber é da minha conta....

Guardo-me o direito a defender o Porto, Aqui ou na china, no café ou na retrete!

O Porto é feito de António Nobre à peixeira do bolhão...

somos vastos e diversos e com orgulho....
Por falar em Putas sou completamente a favor da legalização da prostituição e não considero algo que rebaixe ser prostituto ou prostituta....

O Salazar dizia que o nosso país não era o melhor, mas era o Nosso país.... e que filho não ama a sua mãe?????

mas arranjo argumentos mais palpáveis para um estrangeiro como o Godin, se quiser.... pode-se sempre puxar pelos vastos pergaminhos da cidade, e pela infinidade de personalidades dos mais diferentes ramos....e até se pode puxar pelas peixeiras do bolhão, mas isso é uma riqueza que não é valorizada pelo Prof.
e é engraçado como o prof. pensa que nós aqui do porto nunca viajámos.... ou se temos familiares de outros países....

Eu por exemplo andei por buenos aires antes de conhecer a baixa pombalina....

Por acaso é engraçado isso... um dia uns lisboetas vieram ao porto, claro que foram bem recebidos... e távamos a comentar que eles tinham viajado muito antes de terem parado pelo porto tb....

a noção de país anda muito relativa....

Quantos nortenhos nunca puseram pé no centro de portugal e já enjoaram a galiza????
Viva os malcriados e arrogantes.....

Somos isso e tb somos mais bonitos!
…a riqueza do povo malcriado e arrogante não me parece uma mais valia para ninguém…mas pior são os filhos dessa gente…
Vah a universidade de coimbra, é uma referência, não é preciso retirar mérito a quem o tem.....

Quase toda a gente no porto tem consciência que a cidade tem montes de problemas...

Mas tb dizemos que nos cabe a nós resolver esses problemas, que nos cabe a nós definir até que ponto certa característica é um problema.....

Isso cabe-nos a nós.....

Básicamente quem defende a regionalização defende a emancipação de uma região.... direito absolutamente legítimo, que espero que se concretize....

A bem da Nação!
Do discurso correcto do prof. existe um ponto bestial.... o Prof. assume-se com mais legitimidade de julgamento sobre o porto que qualquer portuense....

É quase como um português que tenha vivido 7 anos na china se pusesse a criticar o governo chinês....

Muitos forumers do porto possuem sentido crítico, conhecemos realidades distintas, somos viajados ( pelo menos uma grande parte de nós)....

temos consciência dos problemas do porto, tb temos consciência dos progressos conseguidos, e dos que não se conseguem fazer por razões diversas onde se inclui o centralismo.

O que nós fazemos muito, mais que olhar o presente, é, sem nenhum poder na matéria, que não o da simples opinião, pensar o porto, pensar a região norte...

Pensar o Porto ou o Norte implica pensar Portugal, provavelmente estatísticamente temos uma posição contrária à do Prof., mas isso....

Por último, face aos ataques ao porto podemos dizer que a dimensão de uma cidade ultrapassa esses problemas, hoje é assim daqui a cem anos será doutra forma... mas provavelmente lá estará o porto, quiçá com naves a voar, ou o raio, quiçá as pessoas nem precisem de se alimentar, mas lá estará o porto....

o Porto transcende os seus problemas....
1 - 10 of 10 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top