SkyscraperCity banner

5561 - 5580 of 5676 Posts

·
Registered
Viva a comida caseira!
Joined
·
4,492 Posts
Na prática o modelo atual beneficia essencialmente evasores e vândalos. O pessoal que defende o modelo de pré-embarque continua ignorando que a grande vantagem da parada é que ela pode continuar operando independentemente das circunstâncias, já a estação com pré-embarque não tem jeito, sempre que ela é vandalizada, o serviço é suspenso e você que se vire. Quem ganha então com o pré-embaque? O passageiro é que não é.

No final das contas, quem ganha mais nessa história é justamente o modelo que é à prova de vandalismo ou de evasão. Ou seja, o modelo das vans.

Então, ou parte-se para o modelo de segregação completa (com todos os custos disso, que certamente irá requerer uma enorme quantidade de passarelas, trincheiras e viadutos), ou então é melhor realmente desmontar tudo e fazer corredor BRS.

Ou a gente reconhece de uma vez que dada a incompetência dos governos, que definitivamente a melhor solução é subir na vida e deixar de usar transporte público.
 

·
OFF
CENSURADO
Joined
·
25,379 Posts
Cara, dá pra ter estrutura de pré-embarque e não ter problemas de evasão. Em uma dada estação aqui, os índices de evasão caíram 99% com, simplesmente, a adoção de catracas torniquetes. Além disso, patrulha constante evita os outros casos de destruição.

Pra quem acompanha, e acredito que o @A-B saiba disso, as estações do Rotor do Move eram alvo de vandalismo no início do sistema (Tanto municipal quanto metropolitano). Fizeram uma série de alterações, colocaram segurança nos municipais, aumentaram a patrulha e o CCO ficou mais presente. Moral da história, hoje só se vê mesmo a evasão e, esta só não findou ainda porque os incompetentes do MP vivem questionando, balburdiando, as soluções adotadas para conter as evasões.

534704
 

·
Registered
Joined
·
220 Posts
A prova de fogo serão as estações ditas “antivandalismo” da Transbrasil. Se funcionarem podem ser a solução, se não esquece, BRT não terá jeito no modelo atual... ao menos aqui no Rio.
Só lembrando que não é apenas vandalismo, é roubo também, de cabos, de equipamentos etc.
 

·
OFF
CENSURADO
Joined
·
25,379 Posts

·
OFF
CENSURADO
Joined
·
25,379 Posts
Isso é óbvio. O que estou falando que não é apenas quebrar por quebrar ou para dar calote como geralmente era feito, agora tem muito mais roubo de cabos e equipamentos, e não, não é considerado apenas vandalismo, é crime mesmo de roubo ou furto...
Sim, entendi. kkk Acredito que o problema não é o BRT, e sim a cidade e como ela se interage com os seus equipamentos públicos.
 

·
Registered
Joined
·
65 Posts
Ah, mas tenha certeza que o problema é a cidade.
Dizem que o Brasil não é pra amadores, e eu digo que o Rio não é nem pra profissionais.
 

·
carioca e fluminense
Joined
·
8,537 Posts
Homem é preso em flagrante por furto de cabo de eletricidade na estação do BRT Tanque
Equipe da Guarda Municipal estava em patrulhamento na região quando flagrou o crime
Por O Dia
Publicado às 10h00 de 21/09/2020 - Atualizado às 10h00 de 21/09/2020

Homem é preso em flagrante por furto de cabo de eletricidade no BRT Tanque
Homem é preso em flagrante por furto de cabo de eletricidade no BRT Tanque - Divulgação / Guarda Municipal

Rio - Guardas municipais da Praça Seca prenderam em flagrante um homem por furto de cabo de eletricidade na estação do BRT Tanque, na Zona Oeste do Rio, na tarde deste domingo.

Em patrulhamento na Rua Cândido Benício, os guardas municipais Victor Hugo Franklin, Paulo César Ribeiro e Luciano Rodrigues Pimenta flagraram três homens enrolando a fiação de cerca de 15 metros no interior da estação.

Dois homens fugiram em direção à comunidade Renascer ao perceberam a aproximação dos agentes. O terceiro tentou escapar, mas foi alcançado e detido pelos guardas. Ele foi conduzido para a 32ª DP (Tanque) e na delegacia foi analisado que ele já tinha passagens por furto e tráfico de drogas.

 

·
carioca e fluminense
Joined
·
8,537 Posts
Funcionamento do corredor Transoeste do BRT é interrompido por alagamento na pista
De acordo com a concessionária, o serviço da linha 10 está temporariamente interrompido
Por O Dia
Publicado às 11h56 de 22/09/2020 - Atualizado às 11h56 de 22/09/2020

BRT Rio
BRT Rio - Ricardo Cassiano/Agência O Dia
Rio - O BRT informou, nesta terça-feira, que o trecho entre as estações Santa Veridiana e Santa Cruz no corredor Transoeste, está fechado por conta de um alagamento da pista. De acordo com a concessionária, o serviço da linha 10 está temporariamente interrompido.

A concessionária informou que segue monitorando as condições das vias ao longo do dia.

Devido as fortes chuvas no Rio, o município entrou em estágio de atenção às 8h15 pois foram acionadas sirenes na comunidade Rocinha, devido ao acumulado de 24h. Na Zona Oeste há registros de diversos bolsões de água nos bairros e às 10h 15, registro de chuva muito forte na Grota Funda e forte no Recreio, Santa Cruz e Guaratiba.

De acordo com o Centro de Operações (COR), o estágio de atenção é o terceiro nível em uma escala de cinco e significa que uma ou mais ocorrências já impactam a cidade, afetando a rotina de parte da população.

O tempo seguirá instável na cidade nesta terça-feira. De acordo com o Alerta Rio, o céu estará encoberto, com chuva fraca a moderada no período da manhã e chuva moderada a forte isolada a partir da tarde. Os ventos serão predominantemente moderados, com ocasionais rajadas de intensidade forte. As temperaturas apresentarão declínio, sendo a mínima prevista de 17°C e a máxima de 24°C.


EDIT: Devido ao alagamento da pista, o trecho entre as estações Santa Veridiana e Santa Cruz no corredor Transoeste do BRT foi fechado às 10h50. Já por volta das 15h30, a operação foi reiniciada e a linha 10 (Santa Cruz - Alvorada) já funciona, porém, com os intervalos em processo de normalização.

 

·
carioca e fluminense
Joined
·
8,537 Posts
Estação Rede Sarah do BRT é reaberta reformada após cinco meses fora de operação
Estação do corredor Transcarioca ficou fora de operação por conta de atos de vandalismo e furtos de equipamentos
Por O Dia
Publicado às 08h19 de 23/09/2020 - Atualizado às 08h19 de 23/09/2020

Estação Rede Sarah do BRT é entregue reformada
Estação Rede Sarah do BRT é entregue reformada - Isabel Muniz / Divulgação / BRT

Rio -A estação Rede Sarah, no corredor Transcarioca, foi reaberta para os passageiros, nesta quarta-feira, após cinco meses fora de operação por conta de atos de vandalismo e furtos de equipamentos. De acordo com a concessionária, a estação estava totalmente depredada, e mesmo durante as obras a estação foi furtada duas vezes, o que adiou a conclusão da reforma.
Galeria de Fotos




Estação Rede Sarah do BRT reabre após reformaBRT / DIVULGAÇÃO
Estação Rede Sarah do BRT é entregue reformadaISABEL MUNIZ / DIVULGAÇÃO / BRT

Ainda segundo o BRT, a recuperação incluiu reparos como o fechamento do acesso ao forro e à cobertura, pintura, nova rede elétrica, reforço na iluminação e sinalização. A nova estrutura que vem sendo utilizada na revitalização impede que ambulantes e moradores de rua guardem objetos na parte superior da estação, além de proteger o cabeamento elétrica. A concessionária ainda informou que foi necessária a reforma da bilheteria e instalação de novas catracas.

"Desde o início da agenda de reformas e recuperação de estações tínhamos como objetivo reabrir a Rede Sarah, que atende ao hospital e ao shopping dali. A estação estava completamente destruída, o que exigiu dias de intenso trabalho para recuperá-la e voltar a oferecer um serviço de qualidade aos passageiros daquela região. As estações do BRT são um patrimônio público e é fundamental que os passageiros ajudem a mantê-la em boas condições, inclusive denunciando qualquer suspeita que afete o seu funcionamento", afirma o presidente executivo do BRT Rio, Luiz Martins.

A concessionária ainda informou que 21 estações já foram reformadas ou recuperadas:

Estações reformadas - Terminal Campo Grande, Santa Eugênia, Novo Leblon, Paulo Malta Rezende, Bosque Marapendi (Parador e Expresso), Afrânio Costa, Riviera, Ricardo Marinho, Vaz Lobo, Parque das Rosas, Campinho, BarraShopping (Parador), Mercadão, Via Parque.

Estações recuperadas – Rede Sarah

Estações com melhorias na iluminação - Centro Metropolitano, Lourenço Jorge, Aeroporto Jacarepaguá, Rio 2, Penha 1 e Penha 2

 

·
Registered
Joined
·
560 Posts
BRT Rio
7 h ·
Compartilhado com:
Público

Fique ligado na nova sinalização das linhas para embarque no Terminal Alvorada, a partir desta quinta-feira (24/09).
View attachment 549240

View attachment 549241

Gente, é isso mesmo? Não tem UMA linha expressa até o Jardim Oceânico?? Quem quiser fazer Alvorada x Jd Oceânico tem mesmo que parar em TODAS as estações?
 

·
Cicada 3301
Não fale com o cabrito! ;-p
Joined
·
3,734 Posts
Só uma curiosidade operacional: seria possível que essa linha entre o Jardim Oceânico e o Centro Olímpico fosse até o Terminal Recreio?
Existe um retorno que permita sair do Terminal Centro Olímpico em direção ao Terminal Recreio?
 

·
Negrom
Joined
·
1,075 Posts
INSCREVER-SE


O BRT Transbrasil e seus impactos para o futuro do transporte público na cidade do Rio de Janeiro


Por Jorge Mattos - setembro 25, 2020
O BRT Transbrasil, que fará ligação do bairro de Deodoro até o Aeroporto Santos Dumont, trará uma série de impactos para o funcionamento do transporte público na cidade do Rio de Janeiro. Um desses impactos será sentido na Região Central do Rio de Janeiro. O vídeo a seguir contará melhor sobre esses impactos. Inscreva-se no Canal Corredores dos Transportes, nos próximos vídeos falaremos mais sobre os BRTs no Rio de Janeiro.

 

·
carioca e fluminense
Joined
·
8,537 Posts
Cabos de iluminação e portas do BRT são furtados pela quarta vez em um mês
Estação Aeroporto Jacarepaguá, no corredor Transcarioca, foi alvo dos criminosos
Por O Dia
Publicado às 11h00 de 25/09/2020 - Atualizado às 11h00 de 25/09/2020

Cabos e portas foram roubadas da Estação
Cabos e portas foram roubadas da Estação - Divulgação
Rio - Pelo segundo dia consecutivo, o BRT Rio foi alvo de criminosos. Na madrugada desta sexta-feira, a estação Aeroporto Jacarepaguá, no corredor Transcarioca, teve cabos dos circuitos de iluminação e portas furtados. Vale lembrar que recentemente o local recebeu reforço de iluminação, como parte do cronograma de melhorias que vem sendo realizado desde junho.
Galeria de Fotos




Cabos e portas foram roubadas da EstaçãoDIVULGAÇÃO
Cabos e portas foram roubadas da EstaçãoDIVULGAçãO
Cabos e portas foram roubadas da EstaçãoDIVULGAÇÃO



Um dia antes, bandidos já haviam destruído equipamentos e furtaram fios de cobre, cabos do quadro elétrico e o vidro da bilheteria da estação Morro do Outeiro, no trecho Transolímpica. Esta foi a quarta vez que criminosos vandalizaram o local em um mês.

Desde abril, cerca de 100 estações foram vandalizadas e/ou furtadas. Atualmente, o BRT Rio tem um total de 35 estações fechadas por causa desses tipos de crimes. As que foram fechadas em razão da pandemia também acabaram sendo depredadas e não apresentam condições para a reabertura.

De março até agora, o Proeis, com quem o BRT Rio mantém um convênio, fez 59 detenções. O BRT Rio ressalta que as ações dos operadores de estação são em caráter de orientação aos passageiros para as operações do sistema. A segurança em terminais e estações, que são um patrimônio do município, é atribuição do poder público. É o que estabelece a lei complementar municipal número 100, de 15 de outubro de 2009, que cria a Guarda Municipal e prevê, entre outros itens, “proteger bens, serviços e instalações municipais do Rio de Janeiro”.

 

·
Registered
Joined
·
746 Posts
INSCREVER-SE


O BRT Transbrasil e seus impactos para o futuro do transporte público na cidade do Rio de Janeiro
Ele fala em linhas "alimentadoras", já vimos que isso não funciona. No Transoeste por exemplo, a única com operação aceitável hoje é a 897. Linhas como 300, 370, 378, 379, 392, 394, entre outras, bem provável de não se sustentarem como "alimentadoras", logo irão sumir. As intermunicipais oriundas da Dutra e Washington Luís, certamente terão algumas escapando pela Linha Vermelha, na tentativa de continuarem chegando ao Centro do Rio.
 

·
Registered
Joined
·
2,600 Posts
Sim, entendi. kkk Acredito que o problema não é o BRT, e sim a cidade e como ela se interage com os seus equipamentos públicos.
O Rio de Janeiro é anarquia e anomia puras.
Estranha que alguma coisa dê certo por aqui, que não seja pela truculência, junto com vigilância ininterrupta. Talvez seja essa a explicação do metrô ainda estar de pé: a selvageria dos seguranças contra camelôs e pedintes. Contudo, até isso afrouxou recentemente, caindo a qualidade do serviço . No vlt, o milagre da baixa evasão ocorre graças a presença de fiscais e GM em todas as viagens. O resto é favelização, usurpação do espaço público e baderna.
 

·
Registered
Joined
·
220 Posts
Do plano de governo do Eduardo Paes:

1. Já no primeiro ano de mandato, trazer de volta o funcionamento digno do sistema BRT em todas as estações (incluindo a reabertura de estações que foram fechadas), com segurança garantida por meio da presença ativa da Guarda Municipal e/ou do programa Segurança Presente, e promovendo o aumento imediato e a manutenção da frota para evitar longas esperas nas estações e a lotação dos ônibus;

3. Concluir o BRT Transbrasil e garantir seu pleno funcionamento até o final de 2022;

4. Até 2022, instalar ao menos 1.000 câmeras nas estações de BRT e nos ônibus (BRT ou normais) ligadas diretamente ao centro de operações da polícia militar e ao COR para reduzir a violência e o vandalismo no transporte público;

6. Implementar a integração tarifária em todo sistema de transporte (BRT, VLT, Ônibus, Trens, Metrô e Barcas) e aumentar a duração do bilhete único para 3 horas até o final de 2022;

Ainda não achei nada dos planos de governos dos adversários, a maioria sequer tem site com as informações.
 
5561 - 5580 of 5676 Posts
Top