SkyscraperCity banner

41 - 60 of 5709 Posts

·
'66-'03-'13-'14
Joined
·
25,003 Posts
Gostei da ideia da unificação dos threads dos BRTs cariocas.

Para mim o tópico de ônibus do Rio é chato porque só ficam discutindo o detalhe do formato do farol traseiro do modelo de ônibus XYZ. Virou domínio dos fanáticos por ônibus (o veículo) e não sobre o sistema de ônibus propriamente dito. Aqui, a princípio, o conteúdo será sobre o sistema BRT e não sobre os modelos de ônibus (ou assim espero...)
Exatamente. Deixei de acompanhar porque virou discussão de busólogos, ou bozólogos. Adoraria que tivessem dois tópicos, um para discussão do sistema e outro para detalhes de veículos (que quem não é busólogo acha absolutamente irrelevante).

Ué, discutir BRT sem falar dos ônibus é a mesma coisa de discutir transporte ferroviário sem mencionar os trens, transporte aéreo sem aeronaves e transporte aquaviário sem barcos.

Sei que tem gente inconveniente na busologia (os tais "bozólogos", uma molecada que só está para tumultuar), mas penso que não deve haver impedimentos para discutir dados mais técnicos.
 

·
Registered
Joined
·
122 Posts
Alguém sabe como vão as obras do terminal Deodoro? No Google earth parece que a rotatória foi concluída mas não vejo sinal do terminal. Quando isso for feito, acho que vai desafogar mais ainda o terminal de Madureira. Grande parte do fluxo Baixada - Barra/Recreio pode ir mais facilmente pela Transolímpica. A Transolímpica tem um potencial muito grande de desafogar a Transcarioca que tem o grande problema de passar por áreas adensadas e ter muitos sinais. Como foi falado aqui em cima, é muito difícil aumentar o serviço com a quantidade de sinais em Madureira e em JPA principalmente. Imagina o potencial de um semi-direto Deodoro - Alvorada em 40 minutos?
 

·
Registered
Joined
·
4,515 Posts
Gostei da ideia da unificação dos threads dos BRTs cariocas.

Ué, discutir BRT sem falar dos ônibus é a mesma coisa de discutir transporte ferroviário sem mencionar os trens, transporte aéreo sem aeronaves e transporte aquaviário sem barcos.

Sei que tem gente inconveniente na busologia (os tais "bozólogos", uma molecada que só estão para tumultuar), mas penso que não deve haver impedimentos para discutir dados mais técnicos.
Não vejo impedimento algum, apenas a discussão técnica dos veículos é muito maior dos tópicos de ônibus do que nos demais, de forma que quem quer discutir outros aspectos (organização do sistema, operação etc.) acaba sendo engolido por quem se interessa mais pelo primeiro assunto.

Alguém sabe como vão as obras do terminal Deodoro? No Google earth parece que a rotatória foi concluída mas não vejo sinal do terminal.
Parece que o terminal Deodoro é só do TransBrasil, então deve ficar mais pra frente, quiçá com o próximo prefeito.

[]s
 

·
Registered
Joined
·
6,702 Posts
É notório que as obras na cidade inteira foram paradas desde julho até o fim de jogos ( que não acabaram ainda). Está no pacote de medidas da mobilidade que criou faixas olímpicas, restrições de caminhões e etc.
Circulação de caminhões e obras, só emergência e serviços essenciais.

A única obra que vi andar foi a complementação do Terminal Paralímpico.
Mas está numa área mais isolada e de baixo impacto, com menos restrições.
 

·
Registered
Joined
·
194 Posts
Essa discussão técnica poderia(deveria) ficar para o tópico geral de ônibus urbanos do Brasil, que inclusive já existe. A exceção são os casos em que a informação afeta o operacional, que é o enfoque desses tópicos(esse e o dos ônibus comuns).
 

·
Registered
Joined
·
100 Posts
Fui ontem ao Parque Olímpico e voltei para Nova Iguaçu com a combinação Transolímpica até Vila Militar + 432L.
Considerações:
• Peguei no Morro do Outeiro por volta das 19:30, tive que esperar dois BRTs passarem porque não estava cabendo mais gente dentro. Satisfatoriamente, o intervalo estava menor que 5 minutos, acho que conseguiu escoar a demanda, já que entrei num veículo que não estava cheio.
• O ônibus correu muito entre Asa Branca e o Outeiro Santo, de longe o BRT mais rápido que já peguei.
• Não desceu quase ninguém antes da Boiúna, depois saiu um fluxo bom também em Sulacap e o ônibus esvaziou em Magalhães Bastos, fiquei sozinho com duas pessoas até a Vila Militar.

Gostei do novo corredor e certamente vou usá-lo em minhas viagens ao Recreio. Imagino o tempo que essa via tá economizando pra quem mora em Realengo, Sulacap e pros carros que ficavam parados no Catonho.
 

·
Registered
Joined
·
4,515 Posts
Quase off, mas ainda relevante ao tema do tópico, entrevista do Jaime Lerner à Folha:

Falta de dinheiro não deve assustar prefeitos, diz Jaime Lerner, ex-prefeito de Curitiba

Barato não atrai

"Curitiba foi contra a corrente. Investimos em transporte público quando só se faziam obras viárias —o rodoviarismo até hoje manda no Brasil. As pessoas se curvam, se ajoelham para o ídolo de metal, que é o carro, o cigarro do futuro. Os corredores de ônibus levaram 40 anos para "pegar" no Brasil, só depois que Bogotá, Nova York e a China adotaram. Soluções simples, que não envolvem muito dinheiro, não fazem muito sucesso por aqui."

(...)
http://www1.folha.uol.com.br/poder/...iz-jaime-lerner-ex-prefeito-de-curitiba.shtml
 

·
Registered
Joined
·
1,245 Posts
Os caras vão colocar três paradas seguidas no expresso Sulacap e a Curicica permanece sem uma linha expressa, não entendo isso...
 

·
carioca e fluminense
Joined
·
8,547 Posts
Trazendo do thread dos ônibus, até porque tem referência ao sistema de BRT's da cidade.

Saiu na quinta a versão impressa, mas várias bancas de JPA não receberam. Fiz uma edição para priorizar o tema referente ao thread. Quem quiser a matéria completa, o link está no final do post.

Candidatos a prefeito apresentam propostas para a Barra e região
Eles falam sobre sete temas que são de competência do Poder Executivo Municipal

POR MARCO STAMM 15/09/2016 4:30 / atualizado 15/09/2016 4:30

Avenida Embaixador Abelardo Bueno, perto do Parque Olímpico - Leo Martins / Agência O Globo
RIO - Em 2 de outubro, aproximadamente 4,8 milhões de eleitores, segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), devem ir às urnas do Rio de Janeiro para escolher o prefeito e os 51 vereadores do município. Este ano, as regras da propaganda eleitoral gratuita na televisão sofreram alterações. Diferentemente dos anos anteriores, quando eram reservados 30 minutos de campanha para as coligações majoritárias num dia e 30 para as proporcionais no outro, este ano apenas os postulantes ao Palácio da Cidade ocupam um tempo contínuo na TV e no rádio. Mesmo assim, são apenas dez minutos divididos, proporcionalmente, entre os 11 candidatos. O restante da propaganda eleitoral é diluído na programação ao longo do dia.

Isso reduz o número de pessoas que acompanham a campanha pelas mídias tradicionais e ao mesmo tempo força os candidatos a falarem de forma genérica, sem se aprofundar em suas propostas sobre cada assunto e para cada região da cidade.

Pensando nisso, O GLOBO-Barra propôs aos candidatos a prefeito que apresentassem suas propostas de governo específicas para a região.

Os políticos foram convidados a enviar, por e-mail, uma síntese de seus planos para a Barra e os bairros vizinhos nas áreas de cultura, conservação, mobilidade, saúde, saneamento básico, educação e segurança, com a garantia de que todos que o fizessem teriam o mesmo espaço na reportagem. As três primeiras são atribuições exclusivamente da prefeitura, segundo o TRE. Saúde, saneamento, educação e segurança são temas compartilhados com outras esferas do poder público. Mas a maior parte dos aspirantes a administrar a cidade entende que a participação da prefeitura nestas searas precisa ser maior.

Os candidatos Alessandro Molon (Rede), Carlos Osorio (PSDB), Camen Migueles (Novo), Flávio Bolsonaro (PSC), Jandira Feghali (PCdoB), Marcelo Freixo (PSOL) e Pedro Paulo (PMDB) responderam às perguntas. Índio da Costa (PSD) reuniu as áreas em que há parceria com outras esferas num único tópico, sem especificar as propostas. O senador Marcelo Crivella (PRB) enviou apenas uma resposta curta. Já Cyro Garcia (PSTU) e Thelma Bastos (PCO) não responderam.

Alguns candidatos revelaram suas propostas específicas para a Barra e os arredores, enquanto outros fizeram um resumo de seu plano de governo, afirmando que muitas ideias servirão para a cidade inteira. No que se refere à mobilidade, ainda um gargalo na região, a maioria fala em rever a reorganização das linhas de ônibus e em integração entre os modais, bem como em expansão do metrô e atenção a bicicletas e pedestres. Na área de saúde, o modelo das Organizações Civis foi criticado. Em educação, as necessidades de construir creches e de oferecer horário integral foram citadas. Muitos falaram em dar mais atribuições à Guarda Municipal e ocupar os espaços públicos como forma de melhorar a segurança.

Dentre os que responderam ao GLOBO-Barra, só Marcelo Crivella não detalhou cada tema. Ele destacou o crescimento econômico da região e os consequentes desafios: “A especulação imobiliária, a poluição de suas lagoas e a mobilidade urbana. É preciso ouvir os moradores, debater com eles as questões locais e dialogar com estado e governo federal”.

Pedro Paulo (PMDB)

Mobilidade

Farei a extensão do BRT Transcarioca até as Vargens, conectando a Estrada dos Bandeirantes à Avenida das Américas, interligando os três BRTs da região (Transoeste, Transcarioca e Transolímpica). Também farei obras viárias para desafogar as principais vias da região, como Avenida das Américas e Avenida Ayrton Senna.

Carlos Osorio (PSDB)

Mobilidade

A prioridade é garantir integração física, tarifária e operacional entre os meios de transporte. Vamos estabelecer parcerias com o estado e a iniciativa privada para expansão do metrô. Concluiremos o BRT Transbrasil, expandindo-o até Santa Cruz, e implantaremos a ligação Campo Grande-Barra do Transoeste. Vamos suspender e rever a racionalização dos ônibus, consultando os usuários. E investir em tecnologia para gerir o trânsito e acabar com a indústria de multas.

Marcelo Freixo (PSOL)

Mobilidade

Pretendemos valorizar pedestres e ciclistas. Em parceria com o governo do estado, vamos viabilizar recursos e atuar na expansão do metrô até a Alvorada. Mas nosso principal desafio será enfrentar a máfia das empresas de ônibus e abrir a “caixa-preta” do sistema. Vamos reorganizar as linhas de acordo com a necessidade da população, além de criar mecanismos para a redução progressiva das tarifas e a implementação gradual de linhas gratuitas nos bairros mais pobres.

Jandira Feghali (PCdoB)

Mobilidade

A prefeitura alterou o itinerário e recortou linhas de ônibus. Os usuários têm, agora, que utilizar mais modais, pagando mais tarifas. É preciso auditar as empresas de ônibus e implementar o Passe Livre Social, garantindo gratuidade aos estudantes dos três níveis da rede pública, além de cotistas universitários, beneficiárias do Bolsa Família, trabalhadores informais e desempregados. O BRT, já saturado, deve ser articulado com outros modais, principalmente a Linha 4 do Metrô.

Alessandro Molon (Rede)

Mobilidade

Vamos abrir as planilhas das empresas de ônibus e rever a organização das linhas, com transparência e participação. Melhoraremos também a operação do BRT, que já está superlotado, causando desconforto e falta de segurança para a população. Vamos expandir a malha de ciclovias, fazendo faixas com qualidade e segurança. Instalaremos bicicletários perto das estações de BRT e do metrô.

Conservação

Precisamos melhorar as condições das vias públicas e das calçadas, um risco enorme para os idosos. Também cuidaremos melhor das faixas do BRT, para que não esburaquem com apenas dez dias de uso. A péssima qualidade das obras inauguradas ultimamente é fruto da corrupção que coloca vidas em risco. Com transparência e participação, vamos mostrar como são realizados os gastos e melhorar a fiscalização, combatendo o mau uso do dinheiro público.

Índio da Costa (PSD)

Mobilidade

Mobilidade é o conceito de ir e vir. Nesse ponto a região da Barra é um exemplo da desordem, representada pela ocupação ilegal das calçadas, pelo lixo que fica espalhado nas ruas em frente aos bares, boates e restaurantes, que vira um custo adicional para a Comlurb e o contribuinte. Embora o BRT e a linha 4 do metrô representem uma novidade interessante para quem se desloca para a área da Barra e da área da Barra para outras, o transporte interno da região não atende à conveniência dos moradores. E, por fim, a questão já muito debatida da falta de estrutura para as pessoas com deficiência e dificuldade de locomoção. Nem os transportes, nem as calçadas, nem os sinais são adaptados de maneira convincente. A minha proposta é fazer com que a lei seja cumprida em todos os seus aspectos, para ter ordem no bairro e maior qualidade de vida.


Flávio BOlsonaro (PSC)

Mobilidade

Vamos modernizar a operação de transportes para permitir plena integração dos modais, sempre respeitando a liberdade de escolha do usuário, e prevendo e dando publicidade a essa conexão e às frequências através de meios modernos de comunicação digital. Vamos implementar um sistema de monitoramento dos modais. Haverá representantes de cada um com condições de contato direto com suas respectivas áreas de operações, para que possam atuar rapidamente. Na Barra, temos que aumentar a frequência de BRT e BRS em horários de pico; novos eixos de BRT deverão ser criados, porém sem o bloqueio de pistas como feito hoje, apenas faixa seletiva com sinalizadores.

Carmen Migueles (Novo)

Mobilidade

A Barra recebeu investimentos substanciais nessa área com a Olimpíada, que apenas começam a mostrar seus resultados. Será necessário mais tempo para avaliar essa questão. Sabemos que os recursos serão escassos. Estamos ouvindo especialistas sobre a possibilidade de integrar por mar (o restante da) Zona Oeste, Recreio, Barra e Centro. Mas é necessário estudar com cuidado, principalmente para avaliar o impacto ambiental de uma ação nessa direção.



Read more: http://oglobo.globo.com/rio/bairros...stas-para-barra-regiao-20109547#ixzz4KTmeIA6s
 

·
Registered
Joined
·
414 Posts
Uma pena o serviço VCV x Recreio acabar, andei nele ontem e os passageiros estavam bem indignados ao saber disso. Engraçado que de um tempo pra cá quando começou a parar na taquara, sempre entra umas 2 ou 3 pessoas e na maioria das vezes, pega pensando que é Alvorada (o motorista sempre avisa gritando)

Na volta, peguei o Transolimpica. E sempre me espanto pq quase ninguém desce nas estações entre curicica a boiuna.. Hoje desceu um casal na Outeiro Santo e só agora me toquei nisso, todos os dias em que ando nesse serviço o brt parava na estação, as portas mal abriam e já fechavam.

Uma pena também que o novo terminal de sulacap não vai abranger todas as linhas do bairro e nem vão ressuscitar a 889A. Tava esperando tanto ver as linhas da Pavuna e a 739 ali.....
 

·
Registered
Joined
·
200 Posts
Os antigos tópicos, criados antes da consolidação da rede integrada de BRTs, podem ser consultados nos seguintes links:

TransOlímpica - http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1133981
Dúvida: se alguém quiser se referir à Transolímpica enquanto via expressa, posta onde?

Aproveito pra mencionar que levei 1h cravado de carro do Trevo Dutra/Arco até o Parque Olímpico via Transolímpica na quinta-feira.
 

·
carioca e fluminense
Joined
·
8,547 Posts
Secretaria Municipal de Transportes - SMTR adicionou 9 novas fotos.
2 h ·
Foi inaugurado neste sábado (17) o Terminal Sulacap, parte integrante do corredor expresso BRT da Transolímpica, que liga Deodoro ao Recreio dos Bandeirantes. O local vai abrigar os ônibus que circulam na região de Magalhães Bastos, Realengo e Campo dos Afonsos, permitindo a integração com o sistema BRT. Com a inauguração, um novo serviço entrou em operação: o expresso de BRT Sulacap-Alvorada, que permitirá aos passageiros fazerem o percurso em 25 minutos, com apenas seis paradas. Com o novo terminal, passageiros com destino ao Recreio dos Bandeirantes, Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Deodoro vão poder fazer a integração com o BRT por meio de uma plataforma em “U”. O novo terminal possui 15 mil metros quadrados e conta com uma passarela por onde os usuários podem atravessar as pistas dos BRTs e dos ônibus alimentadores, quatro rampas, duas escadas, sanitários e um complexo para lojas.

















https://www.facebook.com/mobilidaderj
 

·
Cicada 3301
Não fale com o cabrito! ;-p
Joined
·
3,740 Posts
Sobre a Vicente de Carvalho-Recreio, realmente fará muita falta. Jurava que passaria a ser Madureira-Recreio mas acredito que a saturação do Terminal Paulo da Portela seja um impedimento... Poderiam fazer como disseram no tópico dos ônibus: criarem uma linha Mercadão-Recreio, até pra desafogar as outras linhas...

P.S.: Alguém, creio que a moderação, poderia, por gentileza, fixar esse tópico no índice do RJ. Fica mais fácil de consultar...
Seria essa página aqui:

http://www.skyscrapercity.com/tags.php?tag=rio+de+janeiro
 

·
Registered
Joined
·
462 Posts
Na torcida para que hajam ônibus suficientes algum dia. Ontem à noite, no Alvorada, saiu um ônibus pouco antes das 19:50h a TV mudou o status do próximo para "Partindo".

Às 19:59h, quando tirei a foto e já deveriam ter partido 4 ônibus, chegou o primeiro!

Daí pra frente, é a mesma coisa de todo dia, estação Rio 2 lotada, com poucos heróis conseguindo entrar...

A Prefeitura podia divulgar pelo menos as linhas que estão em estudo e permitir que a população opinasse.

 
41 - 60 of 5709 Posts
Top