SkyscraperCity banner

1 - 20 of 33073 Posts

·
SSC Brasil
Joined
·
17,546 Posts
Discussion Starter #1 (Edited)

Como eu havia prometido a algum tempo atrás, estou abrindo esse tópico para podermos postar fotos, informações, notícias, etc, sobre o sistema de trens urbanos do Rio de Janeiro e também para que todos possam conhecer um pouco mais sobre esse importante e tradicional meio de transporte fluminense.

É claro que fotos de estações e notícias de maior relevância poderão ser postadas em tópicos próprios.

Portanto, sejam bem-vindos a SuperVia.
 

·
SSC Brasil
Joined
·
17,546 Posts
Discussion Starter #2 (Edited)
História da SuperVia


1998
  • Em 1º de novembro de 1998, a SuperVia Concessionária de Transporte Ferroviário S.A. inicia a operação dos trens urbanos de passageiros em 11 importantes municípios da Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

  • A Concessão é por 25 anos, renovável por mais 25.


1999
  • Criada a Central de Atendimento ao Cliente e o SuperVia Fone.

  • Sete estações são modernizadas.


2000
  • Inicio da integração Trem-Metrô.

  • Criada a primeira turma de Mulheres Maquinistas.

  • Lançado o Programa de Educação Ambiental, em parceria com a Associação Ambientalista Defensores da Terra.

  • Chegada a Saracuruna do trem movido a energia elétrica.

  • Vinte e quatro estações são modernizadas.


2001
  • Início da integração Trem-ônibus na Zona Oeste.

  • Criada a linha Nova Iguaçu – Central.

  • Criada a linha Queimados – Engenho de Dentro.

  • SuperVia inaugura Programa Por Dentro da SuperVia.


2002
  • Primeiro trem com ar condicionado entra em circulação.

  • Criada a linha Bangu – Central.

  • Revitalização do ramal de Vila Inhomirim.

  • Modernização do Centro de Controle Operacional – CCO.

  • Quatro estações são modernizadas.


2003
  • Estação Central do Brasil ganha sistema de climatização.

  • SuperVia recebe Prêmio Revista Ferroviária, como Melhor Operadora de Passageiros.


2004
  • Frota totaliza 6 trens com ar condicionado em circulação.

  • Duas estações são modernizadas.

  • SuperVia recebe 3 Prêmios (ANTP / Colunistas / Os Notáveis).


2005
  • Relançamento da integração Trem-Ônibus.

  • Trens de nove carros para a Baixada Fluminense.

  • Obras de melhorias recuperam 27 estações da Baixada Fluminense.

  • Frota totaliza 11 trens com ar condicionado em circulação.

  • SuperVia recebe 3 Prêmios (Aberje / CIEE / Top of Mind Brazil).


2006
  • Até outubro de 2006, a SuperVia recebeu 10 trens novíssimos do Governo do Estado, de acordo com o Programa Estadual de Transportes.

  • Modernização das estações de São Francisco Xavier, Méier e Madureira, com escadas rolantes e melhor acessibilidade.

  • Implantação do VT Eletrônico em todas as estações da SuperVia.


2007
  • Entrega de mais 10 trens coreanos: O Governo do Estado do Rio de Janeiro entrega mais 10 trens novos, com ar condicionado, totalizando 20 composições modernas, através de investimento de US$ 100 milhões, financiados pelo Banco Mundial.

  • Início das obras Bilhetagem Eletrônica: A SuperVia está implantando em suas estações o sistema de bilhetagem eletrônica, com investimento de R$ 16 milhões, que irá substituir os bilhetes de papel pelos cartões eletrônicos (smart-cards). Atualmente, as grandes metrópoles mundiais já trabalham com este tipo de sistema, que é a evolução da gestão e da operacionalização dos transportes públicos. A personalização do cartão; a possibilidade de descontos e promoções; recarga do cartão via Internet; integração com outros modais; parceria com outras empresas, segurança e confiabilidade são algumas das principais vantagens. A previsão é que todas as estações estejam prontas para a bilhetagem eletrônica até junho de 2008.

  • Centro Comercial Bangu: Construído na estação ferroviária do bairro, numa área de 350m2, o novo centro comercial possui oito lojas e teve investimentos da iniciativa privada da ordem de R$ 700 mil. O objetivo é oferecer aos passageiros dos trens mais um serviço de qualidade, aliando praticidade e economia. Esse projeto piloto é uma iniciativa da SuperVia, que pretende ainda expandir para outras estações de trem.

  • Inauguração da Nova Estação Olímpica Engenho de Dentro: A nova estação foi contemplada com uma passarela de acesso direto ao Estádio João Havelange, além de dois elevadores, três escadas rolantes e cinco escadas, que facilitaram a circulação dos passageiros, principalmente durante os jogos. A estação também recebeu um novo mezanino, com bilheterias mais modernas e catracas eletrônicas. Para a reforma da estação de trem do Engenho de Dentro, a SuperVia investiu R$ 3 milhões em melhorias, entre elas, a mudança da subestação de energia, implantação de bilhetagem eletrônica, treinamento de funcionários e comunicação visual trilíngüe.

  • Inauguração do Espaço Cultural Jorge Ben Jor: Quem passar pela estação de trem de Realengo pode conferir de perto o Espaço Cultural Jorge Ben Jor. O ambiente é uma parceria entre a SuperVia e a ONG Subúrbio Carioca, que oferece shows, espetáculos teatrais, workshops, feiras e cursos profissionalizantes, entre outras atividades.


2008
  • Plano de Investimentos de R$ 190 milhões para 2008 e 2009: A SuperVia investirá R$ 190 milhões na adequação de 14 estações, reforma e instalação de ar condicionado em 20 trens, melhorias na infra-estrutura (rede aérea, via permanente e sinalização) e término da implantação do sistema de bilhetagem eletrônica, que estão na fase inicial de execução, com previsão de término em 2009.


Fonte: www.supervia.com.br
Contribuição: Tiago Costa.
 

·
SSC Brasil
Joined
·
17,546 Posts
Discussion Starter #6 (Edited)
Projetos

RAMAL ILHA DO GOVERNADOR (EM ESTUDO)


SuperVia.


O Dia.

UNIÃO DAS ESTAÇÕES DE TREM E METRÔ DO MARACANÃ (CONFIRMADO)

Projeto do Governo do Estado visando a Copa de 2014. Transformará as estações de trem e metrô do Maracanã em uma grande estação intermodal, integrando a SuperVia e o Metrô Rio. No projeto, também consta a construção de um edifício anexo à nova estação.


O Globo Online.




O Dia.

Contribuição: PauloLescaut e Juninhoo.
 

·
SSC Brasil
Joined
·
17,546 Posts
Discussion Starter #10 (Edited)
Teleférico



No dia 8 de julho de 2011, a SuperVia iniciou a operação de transporte de passageiros no Teleférico, conhecido como Teleférico do Alemão, o primeiro transporte de massa por cabos do Brasil. O teleférico está integrado ao sistema de transporte ferroviário e tem seis estações - Bonsucesso, Adeus, Baiana, Alemão, Itararé/Alvorada e Palmeiras. Com 152 gôndolas, ele tem capacidade para transportar 10 passageiros em cada uma, sendo oito sentados e dois em pé, e 3,5 quilômetros de extensão.

A viagem da primeira estação (Bonsucesso) à última (Palmeiras) tem duração de 16 minutos. De acordo com a lei sancionada pelo governador Sérgio Cabral, cada morador terá direito a duas passagens gratuitas diárias (uma de ida e outra de volta). A tarifa unitária custará R$ 1,00.

Durante os quatro primeiros meses, o sistema terá operação assistida. Serão quatro fases de horários de funcionamento até que a operação se torne plena:

Fase 1 – 30 dias
Gratuito e aberto à comunidade
2ª à 6ªf: 9h às 11h / 14h às 16h

Fase 2 – 30 dias
Gratuito e aberto à comunidade
2ª à 6ªf: 9h às 12h / 14h às 17h Sábados: 9h às 15h

Fase 3 – 60 dias
Tarifa paga
2ª à 6ªf: 8h às 18h
Sábado: 9h às 16h
Domingo: 9h às 15h

Fase 4 – operação plena (a partir de novembro)
Tarifa paga
2ª à 6ªf: 6h às 21h
Sábado: 8h às 20h
Domingos e feriados: 9h às 15h



. Estação intermodal: situada no bairro de Bonsucesso, é a estação integradora com meio ferroviário de transporte, além de servir de instrumento de revitalização urbanística do bairro. Essa estação abrigará um posto de identificação civil do Detran.

. Estação Adeus: localizada em uma das comunidades mais importantes do complexo, onde antes só havia acesso por intermédio de escadarias. Esta estação vai contar ainda com uma sala de leitura, uma agência do Banco do Brasil (já instalada) e um caixa eletrônico da Caixa Econômica Federal (já instalado).

. Estação Baiana: localizada no bairro de Ramos, trata-se da estação motriz de todo o sistema, é o “coração” do teleférico. Abrigará um posto de identificação civil do Detran, um posto de orientação urbanística e social da prefeitura (Pouso) e um caixa eletrônico da CEF (já instalado).

. Estação Alemão: situada na comunidade que batiza o complexo, essa estação vai abrigar mais um equipamento social – o centro de referência da juventude - e um posto de atendimento do INSS e uma agência dos Correios.

. Estação Itararé/Alvorada: mais uma das estações intermediárias inseridas no cerne da comunidade. Esta estação promove a integração com o conjunto habitacional da Poesi, na Estrada do Itararé, bem como o Colégio Estadual Jornalista Tim Lopes, além de ceder espaço a um centro de serviços à comunidade com um posto de identificação civil e de habilitação do Detran.

. Estação Palmeiras: estação de retorno do teleférico, localizada no Bairro de Inhaúma. Também destina um grande espaço para um centro cultural, com auditório, biblioteca, entre outros.

Fonte: site oficial da SuperVia.
 

·
GRANDE RIO CAMPEÃ 2013!
Joined
·
1,116 Posts
^^ Eu sugiro que não. Eles são minoria, não representam a atual situação da empresa e denegri-la (além de não ser justo) não trará benefício nenhum a este thread.
 

·
Registered
Joined
·
12,827 Posts
Cara, isso sim seria uma estação do porte que tem São Cristóvão!!!

E ainda melhoraria a ligação do bairro do Maracanã com S. Cristóvão...

Outra coisa: acho que foi a Solange Amaral quem havia proposto uma reurbanização das redondezas da linha do trem, por exemplo com uma substituição daquela muralha horrível. Acho que seria uma reforma primordial para a melhora do subúrbio, que acaba estrangulado por aquele muro que separa a linha férrea.
 

·
Registered
Ao lado da Ciência, dos Fatos e da Empatia
Joined
·
12,723 Posts
No thread do metrô, havia uma discussão sobre a estação São Cristovão. O que poucos sabem é que já houve um concurso nacional para a reconstrução dessa estação, mas que, infelizmente, nunca saiu do papel. Para quem ainda não conhece, o projeto:

http://www.vitruvius.com.br/institucional/inst15/inst015.asp
Seria incrível se a estação de São Cristóvão fosse assim. Esta área da cidade é a única fora da zona sul que atrai tantos visitantes por causa do Maracanã e da Quinta da Boa Vista. Como podem ter construído a Cidade da Música a mais de R$ 500 milhões e deixarem de lado este projeto para a zona norte?
Isso é para a galera que não mora no Rio ter uma noção das Pestes que comandam o estado e a cidade do Rio.
 
1 - 20 of 33073 Posts
Top