SkyscraperCity banner
1 - 20 of 32 Posts

·
Registered
Joined
·
7,018 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Valor pago por diária de estacionamento pode valer um carro zero ao final de um ano
Sem vagas suficientes, demanda por garagens privadas no Rio cresce e pode custar R$ 12 a hora ou R$ 34 mil por ano


Carolina Jardim
Publicado: 29/06/12 - 8h00
Atualizado: 29/06/12 - 12h36


Com a despesa de um mês de estacionamento, é possível pagar o aluguel de um imóvel de quase R$ 3 mil.
Foto: Freelancer / Agência


RIO — O aumento do número de automóveis e a falta de espaço em grandes metrópoles transformaram estacionamentos privados em um negócio milionário. Um estacionamento da Cinelândia, na praça Mahatma Gandhi, no Centro do Rio, escancara essa realidade. Custa R$ 12 a hora e a diária sai por R$ 136. Em 252 dias úteis do ano, o pagamento do valor da diária seria suficiente para comprar um carro zero, de R$ 34.272, segundo cálculo do economista, colunista e blogueiro do GLOBO Roberto Zentgraf, que mostrou o exagero da cobrança no seu blog.

Com a despesa de um mês, é possível pagar o aluguel de um imóvel de quase R$ 3 mil. Já no gasto de um único dia, cobriria passagens de metrô de ida e volta durante todos os dias úteis do mês ou ainda quatro corridas da Zona Sul ao Centro de táxi. Mas se o cliente for mesmo usar o serviço diariamente, ele tem a opção de pagar a mensalidade, no valor de R$ 454,83, o que reduz o gasto anual para R$ 5.457,96.

Transporte público e táxi são mais baratos, diz economista

— É um valor abusivo, não há nada que justifique isso. A última vez que usei o estacionamento da Cinelândia, há menos de um mês, a diária era R$ 67. Agora, quase dobrou — contou Zentgraf, que também é professor do Ibmec. — Com esse preço, é preferível usar o transporte público e táxi — afirmou.

O alto custo não se restringe à Cinelândia. No Terminal Garagem Menezes Côrtes, o maior vertical da América Latina, também no Centro, o valor para clientes que possuem vaga fixa subirá dos atuais R$ 715 para R$ 746 a partir de julho.

O gerente administrativo do Menezes Côrtes, José Xavier, disse que valor é reajustado anualmente com base no IGP-M.

— Desde que o estacionamento foi comprado do Estado, há 14 anos, o valor é o mesmo, só vem sendo corrigido. Talvez o preço praticado no mercado seja até mais caro que isso — disse o gerente, que considera o preço justo.

Já o responsável pelo Estacionamento Cinelândia não respondeu o pedido de entrevista feito pelo O Globo.

Só no último ano, o preço de estacionamentos e garagens no Rio subiu 10,22%, alta bem superior à inflação, que ficou em 5,82% no mesmo período, de acordo com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC-S) da Fundação Getúlio Vargas (FGV). De janeiro a maio de 2012, o aumento foi de 2,76%. Na média brasileira, o estacionamento encareceu 4,12%.

Segundo o economista da FGV André Braz, o aumento do preço dos estacionamentos é justificado pela combinação de fatores:

— A expansão do crédito e o aumento da renda ajudaram a multiplicar o número de veículos, o que fica ainda pior com a limitação do espaço na cidade. O valor do rotativo não subiu, mas o intervalo de tempo garantido pelo talão diminuiu, o que te força a gastar mais — afirmou Braz, acrescentando que o aumento da procura leva à valorização não só dos estacionamentos privados, mas também dos espaços públicos.

Nos shoppings, o preço varia segundo a região da cidade. O do Rio Sul, em Botafogo, é o mais caro. Nas três primeiras horas é cobrado R$ 6. A hora excedente ou fração, no entanto, custa R$ 4. No Shopping Leblon cobra-se R$ 3 até os primeiros 30 minutos e R$ 9 de 91 a 120 minutos. A partir de 151 minutos é cobrado R$ 0,50 a cada 30 minutos adicionais. No Norte Shopping, as três primeiras horas valem R$ 7 e a hora excedente ou fração custa R$ 2,50.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/economia/va...zero-ao-final-de-um-ano-5348020#ixzz1zDqZgsqx
© 1996 - 2012. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.
 

·
Registered
Joined
·
72 Posts
Vou postar apenas para efeito de comparacao

Edificio garagem na principal rua da cidade de Auckland na Nova Zelandia

valor do dollar NZ R$ 1.40

Wilson Parking

Casual Fees
Mon - Fri
From 6.00am - 4:00pm
Breach Notice Fee $65.00.
Credit Card Transaction Fee $0.50.

30 Mins $3.50
60 Mins $7.00
90 Mins $11.00
2 Hours $15.00
3 Hours $23.00
Up 12 Hours $27.00
Night Fees
Mon - Sun
Purchase between 4pm and 4am - Valid until 8am

Casual to a max of $8.00
Weekend Fees
Sat - Sun
Purchase between 4am and 4pm

Casual to a max of $8.00
Earlybird Fees
Purchase between 4am & 10am - Valid for 12 hours

Monday- Friday $11.00

http://www.wilsonparking.co.nz/go/wilson-carparks/auckland/401-queen-street
 

·
Registered
Joined
·
1,139 Posts
Nem precisa ser diária. Um pit stop no shopping iguatemi em sampa pode surtar o bolso. No VIP(manobrista) então, é felicidade quando menos de 100 reais.
 

·
Registered
Joined
·
10,611 Posts
Sábado, fui na Liberdade, e parei num estacionamento onde eu mesmo tive que parar o carro (sem valet). Na saída, depois de três horas e meia, quase caí para trás: QUARENTA E OITO REAIS de estacionamento!!! Achei um roubo total! O preço era de R$ 12,00/hora, e NEM manobrista tinha! Nunca mais volto lá de carro, só de metrô!
 

·
Registered
Joined
·
5,872 Posts
Esse estacionamento da Cinelândia de tão caro que é e de tanto endinheirado que param ali que já deve até rolar workshop entre eles no estacioanamento. Isso é um roubo.
 

·
carioca
Joined
·
7,554 Posts
Bem feito! Que fique mais caro ainda. Esse preço absurdo é bem justificável em áreas pedonais e saturadas como o Centro e a Zona Sul. Agora esse esse aumento só não pode chegar a Barra, onde as pessoas realmente dependem de carro. Mas no restante da cidade, que aumentem ainda mais!
 

·
Registered
Joined
·
11,126 Posts
Sábado, fui na Liberdade, e parei num estacionamento onde eu mesmo tive que parar o carro (sem valet). Na saída, depois de três horas e meia, quase caí para trás: QUARENTA E OITO REAIS de estacionamento!!! Achei um roubo total! O preço era de R$ 12,00/hora, e NEM manobrista tinha! Nunca mais volto lá de carro, só de metrô!
Paguei R$ 42,00 em um estacionamento (tb por 3h) na zona sul do Rio, próximo à Farme de Amoedo. Foi quase o preço do almoço rs.

Bem feito! Que fique mais caro ainda. Esse preço absurdo é bem justificável em áreas pedonais e saturadas como o Centro e a Zona Sul. Agora esse esse aumento só não pode chegar a Barra, onde as pessoas realmente dependem de carro. Mas no restante da cidade, que aumentem ainda mais!
Até o ano que vem o B.Shopping já estará perto disso. Hoje 30min dentro do shopping já custa R$ 5.00. No B.Square idem R$ 5.00. Rio Design R$ 10.00 (vantagem de independer da qtd de horas)

Nos novos que estão em construção, com certeza o preço não ficará abaixo de R$ 10.00 os primeiros 30 min, visto que são de padrão mais elevado. E nem entrei na área dos vips, são vagas comuns em shoppings que não sofrem com problema de falta de vagas (salvo feriados e dias incomuns).

O aumento dos preços dos ests, assim como o aumento do número do vallets já nos dias de hoje faz o preço do taxi barra > barra sair mais barato em vários locais, se voce permanecer mais de 6 horas. É propriedade privada, etc etc, nada contra. Mas acredito que o mínimo que podiam oferecer é a gratuidade pra quem faz compras acima de um valor determinado. O B.Square Expansão já o faz, para quem faz compras no mercado Zona Sul, exemplificando.

O pior é em locais tipo o Le Monde Office, onde voce é obrigado, sem opção ao redor, de largar o carro na mão dos vallets. Eu não deixo meu carro com vallet nem se fosse gratuito. Esse "detalhe" já me fez deixar de comer nos restaurantes dali por várias vezes.

Abcs
Rodrigo
 

·
Moderator
Joined
·
31,154 Posts
Nossa, isso é completamente fora da realidade..
O preço da diária nesse estacionamento é o mesmo que pago por mês por uma vaga 24 horas todos os dias, incluindo finais de semana, no centro de Curitiba.
 

·
Registered
Joined
·
12,827 Posts
— É um valor abusivo, não há nada que justifique isso. A última vez que usei o estacionamento da Cinelândia, há menos de um mês, a diária era R$ 67. Agora, quase dobrou — contou Zentgraf, que também é professor do Ibmec. — Com esse preço, é preferível usar o transporte público e táxi — afirmou.
Dããã!
 

·
Rio de Janeiro
Joined
·
31,228 Posts
Nossa, isso é completamente fora da realidade..
O preço da diária nesse estacionamento é o mesmo que pago por mês por uma vaga 24 horas todos os dias, incluindo finais de semana, no centro de Curitiba.
Geralmente, vagas no Centro são o "olho da cara", algo realmente absurdo! Isso "obriga" as pessoas a se locomoverem de metrô ou ônibus que, dependendo do horário podem estar lotados...

No bairro onde moro (Campo Grande) descobriram que estacionamento dá dinheiro, não é difícil achar um deles no centro do bairro a preço de R$ 3,00 em média....rs
 

·
Registered
Joined
·
2,199 Posts
Essas noticias são sensacionalistas...

Em todos os países do mundo o parking é caro ( em cidades grandes é óbvio).

Segue o exemplo ali de Auckland, em Londres eu vi estacionamentos que cobravam 45 libras para o "work day" que é em torno das 9 as 17...

tirando os pedágios para chegar ao centro da cidade né... ( do local aonde eu morava na extrema zona sul, dava em torno de umas 30 libras de pedágios para se chegar ao centro).
 

·
Registered
Joined
·
11,126 Posts
Ressucitando...

---
28/09 às 17h13 - Atualizada em 28/09 às 17h19
Estacionamento no Rio tem maior alta de preço desde 2010

Na Barra, onde o valor subiu mais, a diária está 47,2% mais cara

Os preços dos estacionamentos no Rio de Janeiro e em São Paulo registraram a maior alta desde 2010, segundo informações divulgadas nesta sexta-feira pela Colliers International Brasil. No Rio, a diária ficou 35,4% mais cara, enquanto o valor mensal subiu 19%. Na comparação com o primeiro semestre de 2011, os preços das diárias em São Paulo aumentaram 29,6%, enquanto que os valores mensais tiveram alta de 12,80%.

De acordo com o levantamento, a alta nos preços está ligada ao aumento da frota de veículos, transporte coletivo deficitário e a presença de novos empreendimentos nos principais eixos comerciais de ambas as cidades.

Com relação ao Rio de Janeiro, a região central possui a média de mensalidade em torno de R$ 500, a maior do País. Na Barra da Tijuca, onde o valor do estacionamento mais cresceu, a diária ficou 47,2% mais cara e a mensalidade 32,17%.

Já em São Paulo, a zonal sul apresenta os preços mais elevados. Na região da Faria Lima, os valores cobrados para estacionar superam o crescimento dos preços cobrados para os escritórios, com aumento de 45% desde 2010. O Itaim vem logo em seguida, com elevação de 30,17% no mesmo período.

fonte: http://www.jb.com.br/rio/noticias/2...to-no-rio-tem-maior-alta-de-preco-desde-2010/

---

Estacionar carro em SP fica 26,9% mais caro

28 de setembro de 2012 | 22h 11
Márcia De Chiara, de O Estado de S. Paulo

SÃO PAULO - O preço pago pelo paulistano e pelo carioca para estacionar o carro nos principais corredores comerciais de São Paulo e do Rio de Janeiro disparou e atingiu o maior valor desde o início da pesquisa da consultoria imobiliária Colliers Internacional, de 2010.

Rio e São Paulo também ocupam posições de destaque no ranking dos preços mais altos de estacionamento do mundo, pesquisados pela Colliers em 77 cidades, espalhadas por 14 países na América do Sul, América do Norte, América Central e Ásia.

O valor médio da diária de estacionamento na cidade de São Paulo aumentou 26,9% no primeiro semestre em relação a igual período de 2011. No ano passado o preço médio era R$ 27,13 e agora está em R$ 34,44.

No Rio de Janeiro, a alta foi de 35,4%, de R$ 30,33 para R$ 41,08. Nas duas cidades o aumento superou de longe a inflação oficial, o IPCA, de 5,84%.

Movimento semelhante foi registrado pela pesquisa para as mensalidades dos estacionamentos. Em São Paulo, o valor médio da mensalidade aumentou 12,80%, de R$ 272,31 para R$ 307,19, do primeiro semestre de 2011 para o mesmo período deste ano. No Rio, a mensalidade subiu em média 19,10%, de R$ 335,83 para R$ 400, nos mesmos meses.

"O aumento da frota de veículos, o transporte coletivo deficitário e a presença de novos empreendimentos nos principais eixos comerciais das duas cidades explicam, em parte, a elevação dos valores", diz Leandro Angelino, coordenador do Departamento de Pesquisa e Inteligência de Mercado da consultoria.

Ele destaca que a região de São Paulo que teve maior alta no valor da diária entre 2010 e 2012 foi a da Avenida Luiz Carlos Berrini, com aumento de 113%. No mesmo período, a região que registrou a maior elevação no preço da mensalidade dos estacionamentos foi a da Avenida Faria Lima, com alta de 45,3%.

Segundo o responsável pela pesquisa, a supervalorização dos preços do estacionamento nessas duas regiões paulistanas reflete o déficit de transporte público combinado com a maior oferta de edifícios comerciais. Em São Paulo, foram entregues 45 novos empreendimentos no último ano.
Para Angelino, a influência do déficit no transporte público nos preços cobrados pelos estacionamentos fica clara no caso da região da Avenida Paulista, um dos principais corredores comerciais de São Paulo. "Ali não houve variação de preços na mesma proporção porque a região tem metrô."

Centro

Já a região central do Rio de Janeiro foi campeã de alta de preço de estacionamento entre 2010 e 2012, tanto nas diárias cobradas como nas mensalidades. Em dois anos, a diária subiu 47,2% e a mensalidade, 32%, atingindo R$ 500, em média. "No centro do Rio, os prédios são antigos e não há terrenos disponíveis para construir estacionamentos. O problema é crônico."

A consultoria também pesquisa os preços cobrados pelos estacionamentos em 77 cidades espalhadas pelo mundo. O Rio de Janeiro ocupa o 18º lugar no ranking das diárias mais caras. O valor cobrado pela diária no Rio é de R$ 41,65, à frente de Lima, no Peru (R$ 40,02); Vancouver, no Canadá (R$ 39,25); Hartford e Washington, nos EUA (R$ 39,20).

São Paulo ocupa a 61.º lugar nessa lista, com uma diária de R$ 30,60, e quem encabeça o ranking é Melbourne, na Austrália, com uma diária de R$ 139,90.

No caso das mensalidades, Rio de Janeiro e São Paulo estão entre as cidades com estacionamento mais caro. O Rio ocupa a 25.ª posição, com uma mensalidade de R$ 400, e São Paulo está na 41.ª colocação, com R$ 306.

Angelino observa que as primeiras posições nos dois rankings são ocupadas por cidades bem servidas de transporte público. Nesse caso, o preço alto do estacionamento reflete a opção pelo transporte individual.

fonte: http://economia.estadao.com.br/noti...r-carro-em-sp-fica-269-mais-caro,128781,0.htm

---
 

·
Feira da Fruta
Joined
·
9,786 Posts
Essas noticias são sensacionalistas...

Em todos os países do mundo o parking é caro ( em cidades grandes é óbvio).

Segue o exemplo ali de Auckland, em Londres eu vi estacionamentos que cobravam 45 libras para o "work day" que é em torno das 9 as 17...

tirando os pedágios para chegar ao centro da cidade né... ( do local aonde eu morava na extrema zona sul, dava em torno de umas 30 libras de pedágios para se chegar ao centro).
São países desenvolvidos com uma renda média muito maior que a do Brasil. Não tem como comparar Nova Zelândia com Rio de Janeiro.

"mas o Rio é lindo e blablabla". Ninguém aqui está discutindo isso. É uma metrópole de um país subdesenvolvido, lotado de favelas e miséria.
 

·
Registered
Joined
·
3,069 Posts
São países desenvolvidos com uma renda média muito maior que a do Brasil. Não tem como comparar Nova Zelândia com Rio de Janeiro.

"mas o Rio é lindo e blablabla". Ninguém aqui está discutindo isso. É uma metrópole de um país subdesenvolvido, lotado de favelas e miséria.
E daí que é mais pobre? Dono de estacionamento não tá lá pra dar esmola pra ninguém. Se ele pode ofertar a esse preço é porque tem demanda.
 

·
Banned
Joined
·
1,379 Posts
E daí que é mais pobre? Dono de estacionamento não tá lá pra dar esmola pra ninguém. Se ele pode ofertar a esse preço é porque tem demanda.
é algo meio óbvio...

não sei o que a beleza da cidade ou favelas tem a ver com a falta de estacionamento no centro da cidade.

Acho que o comentário desconexo era só pra dizer que a cidade é "lotada de miséria". Em uma cidade como Auckland é que não faria tanto sentido os preços exorbitantes de estacionamento dos centros do RJ ou SP.
 

·
Registered
Joined
·
11,126 Posts
>> http://oglobo.globo.com/rio/estacionar-ja-custa-ate-18-por-hora-6552303

Estacionar já custa até R$ 18 por hora

Empresas cobram valores diferentes, de acordo com o tamanho do carro
TAÍS MENDES Publicado: 27/10/12 - 18h00

RIO - Com uma frota de quase dois milhões de veículos de passeio na cidade e poucas vagas legalizadas nas ruas (o Rio Rotativo tem 43 mil), o carioca virou refém de estacionamentos privados que, sem uma legislação específica, não seguem tabela e, geralmente, praticam preços diferenciados de acordo com a localização do estacionamento. Os mais caros chegam a cobra R$ 32 pelo período de duas horas. Outro fator que influencia o valor cobrado pelas empresas é o tamanho do carro e, em alguns locais, o preço pode sofrer variação de até 80%.

Repórteres do GLOBO percorreram aleatoriamente 12 estacionamentos na Zona Sul e no Centro do Rio. Na disputa pelo topo do ranking dos mais caros, o administrado pela Estapar, no Fórum de Ipanema, na Visconde de Pirajá, divide o pódio com outro que funciona na mesma rua, da Gepark. Neles, o motorista desembolsa R$ 32 a cada duas horas. No Morumbi, bairro nobre de São Paulo, onde a Estapar também oferece vagas, a hora sai por R$ 14 — R$ 4 a menos que o valor pago por hora em Ipanema.

Para Patricia Resende, abordada na fila do estacionamento do Fórum de Ipanema, os valores são abusivos:
— Mas não há vaga na rua.

Na Visconde de Pirajá, Fernanda Fukelman preferiu dar algumas voltas antes de conseguir uma vaga no Rio Rotativo para ir à videolocadora.
— Só pago estacionamento caro em situações extremas.

Na Rua Dias Ferreira, no Leblon, a empresa Gepark cobra de acordo com tamanho do veículo: até uma hora, carros pequenos pagam R$ 18, e os grandes, R$ 20. Na Visconde de Pirajá, a empresa Patropi, que explora 50 estacionamentos na cidade, cobra pela primeira hora R$ 10 (carros pequenos), R$ 13 (médios) e R$ 18 (grandes). Segundo o gerente Wilson Rodrigues, o que pesa é o valor do seguro.

No Centro, o subterrâneo da Cinelândia, com 1.036 vagas, da Estapar, cobra R$ 12 pelos primeiros 60 minutos, e um adicional de R$ 9 até a segunda hora. No Terminal Menezes Cortes, o motorista paga ainda mais caro: R$ 14 na primeira hora. Depois, R$ 28 até o fim da segunda hora.

— Quem anda de carro tem que pagar mais. É um alerta para migrarem para o transporte público — avalia o economista André Braz, professor da Fundação Getúlio Vargas.

Procurados pelo GLOBO, representantes da Gepark não responderam as questões. A Estapar, que tem 83 pontos na cidade , argumenta que os preços são impactados pelo aluguel e mão de obra, e que o déficit de vagas também afeta os valores. Quanto à diferença do preço cobrado no Rio e em São Paulo, a empresa afirma: “os preços são equivalentes”.

Parada de Emergência

Estacionar em hospital também custa caro. Numa situação de emergência, o motorista Eliezer Viana pagou R$ 11 na Clínica São Vicente, na Gávea. De acordo com a tabela do estacionamento, o valor mínimo cobrado é R$ 9, por até 30 minutos. Até quatro horas e meia, R$ 36. A partir daí, são mais R$ 2 por 30 minutos ou fração.

Shoppings também cobram valores altos, ainda mais em áreas VIP. Na do Shopping Leblon, são R$ 10 pelos primeiros 30 minutos. No rotativo, o motorista paga apenas R$ 3 por meia hora, mas não tem direito a manobrista, água e café.

---

abcs
Rodrigo
 
1 - 20 of 32 Posts
Top