SkyscraperCity banner
1 - 4 of 4 Posts

·
Expansão São Paulo
Joined
·
636 Posts
Discussion Starter · #1 ·
modelo de concessão rodoviária, criado pelo Governo do Estado, assegurou o investimento de mais R$ 846 milhões na duplicação e recuperação de 3,5 mil quilômetros de estradas paulistas. Os recursos serão aplicados pelas empresas concessionárias entre 2005-2006. O anúncio foi feito pelo governador Geraldo Alckmin nesta quarta-feira, dia 27, no município de Jundiaí, durante a cerimônia de comemoração do 3º ano de criação da Agência Reguladora de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP).

Alckmin destacou que não será gasto nenhum centavo do Governo, mas que o programa de concessão é o inverso de privatização, pois aumenta o patrimônio do povo de São Paulo. “A concessão foi feita por 20 anos, dos quais já se passaram sete. Daqui a 13 anos, volta tudo para o Estado, com rodovias duplicadas, acostamentos, terceiras faixas, obras de arte e viadutos. E todas essas instalações se incorporam ao patrimônio do Estado, ou seja, ao patrimônio do povo”, explicou.

Além do retorno da malha rodoviária à administração estadual, o modelo de concessão garante às prefeituras das cidades por onde passam as estradas uma parte do valor arrecadado nos pedágios. O governador lembrou que 5% do faturamento bruto de cada pedágio é repassado às prefeituras para aplicação nas áreas da saúde, educação, infra-estrutura urbana e saneamento básico.

Trevo na Anhangüera

Alckmin também vistoriou as obras de ampliação e remodelação do trevo no quilômetro 62 da Via Anhangüera. Conhecido como trevo Itu-Itatiba, trata-se de um importante entroncamento da Anhangüera com a Rodovia Dom Gabriel Paulino Bueno Couto (SP-300), que garante o acesso aos municípios de Itatiba, Itupeva, Jarinu, Cabreúva, Salto e Itu, além do circuito das águas. A obra está sendo feita pela empresa Autoban, que administra o sistema Anhangüera/Bandeirantes.

O trevo também é utilizado como caminho para os motoristas que circulam pelos bairros do município de Jundiaí. Em horários de pico, circulam cerca de 14 mil veículos/hora pela rotatória. E o volume de tráfego médio é de 55 mil veículos/dia. “Só nesta obra são R$ 32 milhões investidos, que geram 500 empregos diretos. Não há nada que crie mais empregos do que a construção civil”, garantiu Alckmin.

Ele informou ainda que 20% dos 846 milhões que serão investidos até 2006 atenderão a região de Jundiaí, com obras como o trevo de Louveira, as marginais de Jundiaí e a 4ª faixa da Rodovia dos Bandeirantes.
 

·
Expansão São Paulo
Joined
·
636 Posts
Discussion Starter · #3 ·
mopc said:
O que precisa fazer em SP também é o ferroanel em volta da capital, recuperar ferrovias e criar os trens rápidos entre SP, Campinas e SJDC.
Verdade. Com relação as rodovias até 2008 terá muitas duplicações, acessos e restaurações. As rodovias paulistas estarão em sua grande totalidade impecáveis.
 

·
Registered
Joined
·
366 Posts
Ouvi dizer que ele vai terminar de duplicar o trecho da cidade de Cotia da Rodov. Raposos Tavares, já era tempo. Só quem passa por ali sabe o quanto o congestionamento é péssimo. Também onde já se viu uma rodovia passar por um centro urbano com semaforo e poucas pistas.

Mas realmente estamos precisando de trem, está falido o sistema. Deveria ligar as principais cidades e capitais do país.
 
1 - 4 of 4 Posts
Top