SkyscraperCity banner

21 - 40 of 42 Posts

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Discussion Starter #22
.

Muito legal tudo o que tu mostrou nas fotos !

Achei interessantíssima essa colônia. Se formos "contaminados" pela idéia de que era um local pra leprosos, isso pode não nos deixar avaliar a beleza do local: são casinhas muito charmosas ! Lembram perfeitamente chalés de hotéis (no Grande Hotel de Canela há chalés antigos semelhantes).



.
Obrigado, Ricardo. O local ainda guarda um ar de mistério por ter sido uma espécie de “campo de concentração” que tirava os leprosos do convívio em sociedade. E isso aguça a nossa curiosidade em saber como foi o local onde eles moravam e eram tratados, numa época em que uma pessoa sadia entrar ali era inimaginável, a menos que fossem funcionários ou médicos.
 

·
Registered
Joined
·
3,939 Posts
Fantástico thread, gostei muito do clima de "cidade fantasma" que as fotos transmitem. Muito bom, Rene.

Essa região de Itapuã me desperta muito a curiosidade. É muito difícil o acesso até lá sem carro?
 

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Discussion Starter #25
:applause: impressionantes e belas imagens.
Obrigado pela visita, Araujo! :eek:kay:

Fantástico thread, gostei muito do clima de "cidade fantasma" que as fotos transmitem. Muito bom, Rene.

Essa região de Itapuã me desperta muito a curiosidade. É muito difícil o acesso até lá sem carro?
Manezinho:

Sim, é possível ir até Itapuã sem carro. Há uma linha de ônibus chamada “Itapuã” que parte do centro de Porto Alegre. Eu só não sei exatamente a rua no centro de onde ele parte, pois eu nunca peguei esse ônibus. Como Itapuã pertence ao município de Viamão, o ônibus da linha Itapuã tem placas de Viamão e durante todo o percurso que ele faz em Porto Alegre no sentido centro-Itapuã, ele apenas pega os passageiros ao longo do caminho. Já no sentido contrário, Itapuã-centro, ele apenas vai deixando os passageiros pelo caminho, pois a maioria das pessoas que reside em Itapuã trabalha em Porto Alegre.

O acesso de Itapuã até o centro de Porto Alegre é facilitado. Todo o percurso é feito por estradas e avenidas asfaltadas. Por outro lado, o acesso de Itapuã até o centro de Viamão é feito por estradas de terra.

A estrada entre Itapuã e o Parque Estadual de Itapuã e o Hospital Colônia Itapuã é asfaltada até um determinado trecho. São mais ou menos uns 2 km de trecho asfaltado. Depois, a estrada segue de terra. As condições não são boas. Há paradas de ônibus nesse trecho entre Itapuã e o Hospital Colônia Itapuã, mas eu não vi nenhum ônibus passando quando estive lá. Não sei se é o mesmo ônibus que leva desde centro de Porto Alegre ou se é outro ônibus desde o centrinho de Itapuã.

Entrar no Hospital Colônia Itapuã pode ser difícil. Eu só consegui entrar ali porque conversamos com o guarda que fica no portão de entrada e dissemos a ele que queríamos fotografar a igreja cuja torre conseguíamos ver dali. A partir da igreja, eu andei por todo o complexo sem que o guarda soubesse. Isso até sermos abordados por duas mulheres da segurança que pediram que deixássemos o local porque a circulação de pessoas outras que não fossem pacientes e funcionários na Área Suja era proibida.

Mas, obviamente, o melhor seria ir até lá de carro, pois além de ser mais rápido, apenas com carro é possível parar em determinados pontos do caminho para fotografar e apreciar a natureza do local.

Quando você vier a Porto Alegre e quiser conhecer a região de Itapuã, entra em contato comigo. Posso levar você até lá sem problemas.

Obrigado pela visita e comentário! :eek:kay:
 

·
Registered
Joined
·
3,939 Posts
^^ Valeu pelas explicações, Rene! Itapuã está na enorme lista de lugares que quero conhecer quando for novamente a Porto Alegre, juntamente com a Zona Sul, que ainda não conheço.
 

·
Registered
Joined
·
12,776 Posts
Bem exatamente o que tu transmitiu pelas fotos, até a sépia. Belo registro e informações, valeu!

(...)


Conseguimos autorização para entrar no HCI e o resultado está na primeira parte deste thread.



Minhas impressões do local:

Foi a primeira vez que eu entrei no Hospital Colônia de Itapuã. Todo o complexo lembra uma pequena cidade. Suas vias são ruas e cada uma tem um nome. Há praças e três igrejas (uma além do projeto original). A evangélica está abandonada. As outras duas estavam fechadas, mas imagino que apenas uma delas ainda funcione para cultos. Muito dos prédios são em estilo art-deco. Há casas onde residem os pacientes e ex-pacientes. Há pelo menos um prédio lavanderia, um prédio padaria, uma escola e um prédio de festas.

O lugar, por abrigar poucas pessoas, parece uma cidade abandonada. Vêem-se poucas pessoas caminhando pelas ruas. Muitas das poucas que vimos eram idosas, aparentemente com problemas psíquicos, e estavam caminhando sozinhas. Cheguei a comentar com a Renie que pareciam zumbis, com todo o respeito. Uma pena vê-los daquele jeito. Não me pareceram mal-tratadas, mas o sentimento de dó veio ao imaginar que aquelas pessoas estão ali, doentes mentais e caminhando sozinhas, sem nenhum parente ou amigos por perto, como se só estivessem ali esperando pelo fim da vida.

Todo o complexo está mal conservado, precisando de restauro em praticamente todas as edificações.

(...)


Gostei da Vila de Itapuã, bem agradável.
 

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Discussion Starter #28
^^ Valeu pelas explicações, Rene! Itapuã está na enorme lista de lugares que quero conhecer quando for novamente a Porto Alegre, juntamente com a Zona Sul, que ainda não conheço.
Você vai gostar bastante tanto da Zona Sul de POA quanto de Itapuã e arredores. :eek:kay:

Bem exatamente o que tu transmitiu pelas fotos, até a sépia. Belo registro e informações, valeu!

Gostei da Vila de Itapuã, bem agradável.
Obrigadão, Tina! O tom sépia foi proposital para combinar com a mística local. :eek:kay:
 

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Discussion Starter #29
OK. Agora posto algumas das fotos mostradas na página anterior, agora em sua versão colorida original.


Foto 73


Foto 74


Foto 75


Foto 76


Foto 77


Foto 78


Foto 79


Foto 80


Foto 81


Foto 82


Foto 83
 

·
Registered
Joined
·
1,139 Posts
Linda postagem, curioso tema, reclusão ontem, abandono hoje, obrigado.
 

·
Planalto norte.
Joined
·
1,041 Posts
As fotos me lembraram o Colégio agrícola da minha cidade
faltou só um cemitério nas fotos, mas gosto de lugares assim.
Sou meio sinistro.
Parabéns pelas fotos.
 

·
Registered
Joined
·
1,139 Posts
Nada mais porque aqui Renehass? Alguém mais com alguma nova informação, foto, relato, dúvida, "causo" , nada? Thread diferente, vale a pena retomar, e muitos novos chegaram né. Amplexos.
 

·
Registered
Joined
·
1,668 Posts
Magnífico thread, me lembra bastante UE, Urban Exploration ou Exploração Urbana, visitar locais abandonados e fotografá-los, sou apaixonado pelo tema.

Muito comum nos EUA e Europa, mas no BR é raro... fiz fotos de 2 locais abandonados em uma fábrica abandonada em Sto Angelo e uma belíssima casa estilo germanico em Panambi (infelizmente demolida) porem creio que perdi as fotos.

Este thread é muito interessante, estes 'hospitais' são muito interessantes... alguém sabe de hospícios abandonados no RS? Esses lugares abandonados sempre rendem umas boas histórias...
 

·
Registered
Joined
·
1,390 Posts
Show de lugar, um dia quem sabe numa daquelas indiadas bem intencionadas e culturais eu passe por aí...gostaria muito!
 

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Discussion Starter #40
^^
No início da tarde de ontem (14/03/15), a RBS-TV exibiu um curta, chamado “A Cidade”, sobre a Colônia de Itapuã, mostrando que ainda há 65 residentes fixos nela, alguns dos quais moram ali desde os anos 40. São pessoas que foram abandonadas por suas famílias por conta da hanseníase, mas que hoje estão curadas e não têm para onde ir. Muito bom o curta.

Entrar alí não é muito fácil. Há uma entrada principal com seguranças. Entramos porque dissemos ao segurança que queríamos fotografar uma igreja, a primeira que vimos ainda do lado de fora. Há três igrejas ali dentro.

Depois, começamos a andar e passamos por um segundo portão de entrada, que dá acesso às casas e demais construções que constituem a Colônia de Itapuã. Ela funciona hoje como abrigo para pessoas com problemas mentais. O acesso ali deveria ser apenas para os parentes das pessoas que estão ali internadas. Houve um momento que um funcionário veio até nós e pediu para que parássemos de fotografar e que saíssemos dali.

Foi dos lugares mais interessantes que eu já visitei. Deveria, um dia, ser transformado em algum centro cultural ou memorial, com acesso livre a todos.
 
21 - 40 of 42 Posts
Top