SkyscraperCity banner

1 - 20 of 128 Posts

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
RS – Road thread de Porto Alegre a Torres (ida e volta) via BR-290 e BR-101, com uma parte dedicada inteiramente a Torres

No último sábado, dia 18/12, o colega forista Portoimagem-II me convidou para um passeio bate-e-volta a Torres no litoral norte do Rio Grande do Sul.

Infelizmente o tempo não cooperou muito conosco. Uma névoa constante desde Porto Alegre até o extremo norte do litoral gaúcho nos impediu de tirar fotos melhores. Não choveu. Foi apenas a névoa que deixou nossas fotos escuras.

O Portoimagem-II me autorizou a criar este road thread em nosso nome. A nossa intenção é que este road thread tenha 3 partes:

Parte I – De Porto Alegre a Torres via BR-290 e BR-101 (a ida)
Parte II – Torres
Parte III – De Torres a Porto Alegre via BR-101 e BR-290 (a volta)


As partes II e III serão colocadas aqui apenas se os comentários chegarem à segunda página e à terceira página, respectivamente, evitando que o thread fique pesado demais. Caso contrário, ele ficará apenas nesta primeira parte (ou na segunda).

Então vamos lá!

PARTE I – DE PORTO ALEGRE A TORRES VIA BR-290 E BR-101 (A IDA)

Saímos de Porto Alegre por volta das 7h30 da manhã. Pegamos a BR-290 desde o seu início junto à Ponte do Guaíba.

I - Um pouco sobre a BR-290:

Com o seu trajeto integralmente dentro do Rio Grande do Sul, a BR-290 é a principal estrada que cruza o nosso estado de leste a oeste, ligando o município de Uruguaiana (no extremo oeste do RS, na fronteira do estado com a Argentina) ao município de Osório (no litoral norte do RS).

Nos meses de verão, a BR-290 é a principal estrada usada pelos argentinos e chilenos que entram no Brasil via Uruguaiana, tendo como destino básico final o litoral norte do Rio Grande do Sul e todo o litoral de Santa Catarina. A partir de Porto Alegre, a BR-290 recebe o apelido de Free-Way, passando a ser também a estrada usada pelos turistas uruguaios, que normalmente entram no Brasil via BR-116 Sul até chegarem a Porto Alegre.

II - Por que Free-Way?

Com cerca de apenas 95 km de extensão, a Free-Way foi concebida nos anos 70, tendo sido a primeira auto-estrada com duas pistas de rolagem em cada sentido no Rio Grande do Sul. Sua concepção original era ser uma estrada que levasse rapidamente até o litoral, sem cruzamentos de acessos a outras estradas – com exceção das saídas para Canoas (BR-116), para Cachoeirinha (RS-020) e para Gravataí (RS-118) – e sem postos de gasolina ao longo do trajeto nem pontos de retorno.

Na prática era assim: o motorista entrou na estrada, deu bobeira e deixou passar as saídas para a BR-116, RS-020 e RS-118, o próximo retorno ficava apenas a cerca de 80 km depois, em Osório. Se o carro estragasse ou se faltasse gasolina, o transtorno era incomensurável. Por ter sido concebida originalmente para ser uma via expressa, a estrada então recebeu o apelido de “Free-Way”, a exemplo das freeways californianas na região metropolitana de Los Angeles.

Dos anos 70 para cá, as coisas melhoraram um pouco. Hoje contamos com “um” posto de gasolina em Gravataí (o único ao longo de toda a estrada). Havia apenas um posto de pedágio; hoje são dois. E há mais uma saída da estrada, a 4ª delas, que dá acesso à RS-347 em Santo Antônio da Patrulha.

III - Características da Free-Way:

1) Na maior parte da estrada, há quatro pistas de rolagem em cada sentido de Porto Alegre até Osório. Em alguns trechos as pistas de rolagem reduzem-se a três, como no trecho entre o pedágio de Santo Antônio da Patrulha e Osório, que margeia a Lagoa dos Barros.

2) Trechos razoavelmente longos de retas até o Pedágio de Santo Antônio da Patrulha.

3) Trecho um pouco sinuoso entre o Pedágio de Santo Antônio da Patrulha até Osório.

4) Dois pedágios na ida. Um em Gravataí (R$ 3,70) e outro em Santo Antônio da Patrulha (R$ 7,50). Na volta, paga-se apenas o pedágio de Gravataí (R$ 3,70). Custo total ida e volta para carro simples em dezembro de 2010: R$ 14,90.

IV - Um pouco sobre a BR-101:

Antes da sua duplicação, ansiada ao longo de décadas, a BR-101 esteve entre as estradas que mais matavam no Rio Grande do Sul. É hoje a principal via de acesso ao estado a partir de Santa Catarina. Em função de acompanhar os morros da Serra Geral, é uma estrada bastante sinuosa. O trecho dela entre Osório e Torres está quase todo duplicado. Era intenção do Presidente Lula inaugurá-la antes do final do seu governo. Vai ficar só na intenção, pois há alguns poucos trechos em que as obras de duplicação estão apenas começando.

Com a futura duplicação da BR-116 entre Porto Alegre e Jaguarão, ter-se-á concluída a Rodovia do Mercosul, tornando possível ir de São Paulo a Montevidéu em estrada duplicada o tempo inteiro. E claro, do Rio de Janeiro e de Belo Horizonte também, passando por Curitiba, Florianópolis e Porto Alegre.
Todas as fotos neste thread são de minha autoria e foram tiradas no dia 18/12/2010 (sábado). A maior parte delas está comentada. Espero que gostem.

Trecho 1 – BR-290 (Free-Way), de Porto Alegre a Osório:


Foto 1: Início da Free-Way (BR-290) em Porto Alegre, no bairro Navegantes, logo após a Ponte do Guaíba. Deste trecho até a saída para Canoas, a estrada é tanto BR-290 quanto BR-116.


Foto 2: O que outrora foi uma favela na entrada de Porto Alegre, junto à BR-290, hoje é um conjunto popular construído pelo poder público.


Foto 3: Os pilares em construção ao fundo são de um viaduto que fará parte da Rodovia do Parque. No lado direito da rodovia, logo após a curva, está sendo construída a Arena do Grêmio.


Foto 4


Foto 5: Aqui a BR-290 cruza sobre a Avenida dos Estados. A saída à direita (onde há uma placa dizendo Canoas-N. Hamburgo-Caxias do Sul) leva para a BR-116 direção norte. Essa é a saída que leva para a maior parte dos municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (aqueles ao longo da BR-116) e aos Vales e Serra Gaúcha. É saída para ir a Gramado/Canela e para Bento Gonçalves/Garibaldi, por exemplo.


Foto 6: Essa é a segunda saída da Free-Way ainda no município de Porto Alegre. A saída à direita, 500 metros adiante, depois de cruzar sobre a avenida Assis Brasil, dá acesso a dois municípios da Região Metropolitana: Cachoeirinha e Gravataí. É também um dos acessos que leva à região de Gramado e Canela, via Taquara (sem passar pela Rota Romântica). E é também o melhor acesso para quem deseja ir a São Francisco de Paula e a região dos Campos de Cima da Serra e dos cânions.


Foto 7: O primeiro pedágio da Free-Way, em Gravataí.


Foto 8: Nada da neblina terminar. No início, eu pensei que ela era em função de haver um rio ali perto, o rio Gravataí, à direita da estrada neste trecho (não aparece na foto, no entanto).


Foto 9


Foto 10: Há muitas pontes como essa cruzando sobre a Free-Way. São estradas vicinais que passam sob ela. Contudo, não há como sair da Free-Way e entrar nessas estradas.


Foto 11


Foto 12: Aqui o sol na sua primeira tentativa de aparecer, refletido no campo sobre a colina.


Foto 13: Mais da metade da Free-Way já percorrida.


Foto 14: O segundo pedágio da Free-Way, em Santo Antônio da Patrulha.


Foto 15: Logo após o pedágio de Santo Antônio da Patrulha, avistamos as primeiras montanhas da Serra Geral à esquerda da Free-Way. Nesse dia, a neblina tomava conta do topo das montanhas. Essas são algumas das montanhas mais altas do Rio Grande do Sul.


Foto 16: Neste trecho, já bem próximo ao final da Free-Way em Osório, a estrada é cheia de curvas que acompanham a sinuosidade das montanhas.


Foto 17


Foto 18


Foto 19: Publicidade na montanha.


Foto 20: Última foto na BR-290, perto do seu final.

Trecho 2 – BR-101, de Osório a Torres:


Foto 21: Pavimentação de um viaduto na BR-101 em Osório. Acho que é o primeiro viaduto na BR-101.


Foto 22: BR-101 cruzando a zona urbana de Osório.


Foto 23: BR-101 próximo do fim da zona urbana de Osório.


Foto 24


Foto 25: Doces Maquiné, em Osório. E um paradouro onde podemos tomar café, fazer lanche e comprar produtos coloniais. Mas os preços são astronômicos. Pelo menos o cafezinho ali é de cortesia.


Foto 26: Paisagem ao redor dos Doces Maquiné.


Foto 27: Mais paisagem ao redor dos Doces Maquiné. Ao fundo, uma das inúmeras lagoas no litoral norte do RS.


Foto 28: Uma figueira.


Foto 29: Uma das tendas de produtos coloniais à beira da estrada.


Foto 30: Outra tenda de produtos coloniais à beira da estrada.


Foto 31


Foto 32: Esse trecho não está sendo duplicado porque ele contorna um morro. Um túnel foi construído nesse morro, mas como ele não foi inaugurado ainda, somos obrigados a passar por este trecho até que o túnel seja liberado ao tráfego.


Foto 33: Neste trecho em que não haverá duplicação, fomos brindados com um pouco de sol. No fundo, as montanhas da Serra Geral.


Foto 34: Uma paisagem que torna esse pedaço do Rio Grande do Sul singular: montanhas com Mata Atlântica ao fundo, campos verdes de pasto em primeiro plano com palmeiras e capões de eucaliptos. E tudo isso acompanhado de lagoas que infelizmente não aparecem na foto.


Foto 35


Foto 36


Foto 37: Um belo morro ao lado da BR-101.


Foto 38


Foto 39


Foto 40


Foto 41


Foto 42


Foto 43: BR-101 passando pela zona urbana de Terra de Areia. É nessa cidade que termina a RS-486, conhecida como Rota do Sol. Antes da inauguração da RS-486, as pessoas vindas da Serra Gaúcha eram obrigadas a descer até Porto Alegre antes de se dirigirem ao litoral. Agora elas não precisam mais fazer isso. Depois de cruzar os Campos de Cima da Serra, a RS-486 termina aqui em Terra de Areia.


Foto 44: Depois de Terra Areia, um curto trecho da BR-101 que recém está começando a ser duplicado. Pelo que eu notei, é o único ainda não duplicado da rodovia.


Foto 45: Um caminhão estabacado à beira da estrada, exatamente no único trecho não duplicado da BR-101. Essa era uma cena comum ao longo na BR-101 no território gaúcho. Daí a necessidade de sua duplicação, entre outros motivos. Nos trechos duplicados, não presenciamos nenhum acidente.


Foto 46:


Foto 47: E as obras continuam.


Foto 48: Mais obras.


Foto 49: Lá no meio do morro, uma plantação de banana.


Foto 50: Finalmente os engenheiros de estradas brasileiros se deram conta – ou se convenceram – que as curvas em auto-estradas devem ser inclinadas para manter a aderência dos carros na pista em alta velocidade. Suponho que os engenheiros que projetaram essa estrada fizeram pós-graduação no exterior.


Foto 51: Outro bananal na encosta dos morros. Uma amiga minha que morou três anos na Finlândia disse aos finlandeses que aqui no Brasil se plantava bananas à beira da estrada. Eles quase não acreditaram e se maravilharam. A banana é uma das frutas mais exóticas e caras naquele país. E eles dariam tudo para parar o carro na beira da estrada e colher bananas.


Foto 52: BR-101 se aproximando de Três Cachoeiras, um município antes de chegarmos a Torres.


Foto 53: Isto é um cemitério à beira da estrada em Três Cachoeiras. Os jazigos de família são construídos como se fossem casas. Há um outro cemitério assim em Terra de Areia. Já vi uma matéria na TV sobre uma família da região que periodicamente faz piquenique junto ao jazigo onde está uma das filhas sepultada. É uma maneira de se sentirem mais próximos da filha que partiu.


Foto 54


Foto 55: Algum rico levando seu brinquedinho de praia para o litoral.


Foto 56


Foto 57: Zona urbana de Três Cachoeiras.


Foto 58


Foto 59


Foto 60


Foto 61: Lagoa de Itapeva, a última das grandes lagoas do litoral norte do Rio Grande do Sul no sentido norte.


Foto 62


Foto 63


Foto 64


Foto 65: Chegando a Torres.


Foto 66: Placa indicando a saída da BR-101 para Torres. A cerca de 2,5 km daqui o Rio Grande do Sul termina e começa Santa Catarina.


Foto 67: Avenida Castelo Branco, anunciando a chegada a Torres e marcando o fim da primeira parte deste thread. A nevoazinha impediu-nos de ver o skyline de Torres deste ponto.
 

·
Felipe Meert Silva
Joined
·
1,157 Posts
A BR 101 tem paisagens lindas ,e a boca do tunel? semana que vem vou pra praia e quero passar pelo tunel, hoje o presidente Lula inaugura...
 

·
Marcelo Lisa
Joined
·
5,174 Posts
renê,
Este thread é a sua cara já que você adora uma estrada e , obviamente, road threads. As fotos ficaram bonitas e nos ajudam a viajar um pouco junto com você!
 

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Discussion Starter · #5 ·
A BR 101 tem paisagens lindas ,e a boca do tunel? semana que vem vou pra praia e quero passar pelo tunel, hoje o presidente Lula inaugura...
Capilé, eu tirei fotos da boca do túnel quando nós estávamos retornando de Torres. Por isso as fotos vão estar na 3a parte deste thread.

Eu não sabia que Lula estaria hoje aqui para inaugurar o túnel. O túnel pode estar pronto, mas a estrada toda ainda não. :)
 

·
Rene Hass
Joined
·
4,331 Posts
Discussion Starter · #6 ·
A Free-Way é impecável e a BR 101 nos trechos já duplicados está um tapete, muito bom. Aguardando a chegada à Torres. :)
renê,
Este thread é a sua cara já que você adora uma estrada e , obviamente, road threads. As fotos ficaram bonitas e nos ajudam a viajar um pouco junto com você!
Obrigado pela visita e comentários, Santista e Marcelo. :eek:kay:
 

·
Longe demais das Capitais
Joined
·
10,233 Posts
A gente se sente viajando, mesmo, vendo essas fotos !

Ficou bem interessante o início da estrada dentro das nuvens – algo inesperado no verão.

Adoro a segunda metade da Freeway, quando surgem as montanhas e a estrada ganha uma uma lagoa bem ao lado.
(fotos 18 e 19)


Sobre o paradouro Maquiné, é uma delícia parar ali e tomar um cafezinho de graça, e apreciar a paisagem da lagoa ao lado.
(fotos 25 a 27)

Delicioso também é parar nos pequeninhos comércios de beira de estrada, e tomar caldo de cana !
(foto 29)

É muito bonita a paisagem de montanhas, lagoas e palmeiras entre Osório e Torres.

A foto do iate na estrada ficou suigeneris.

Parabéns pelo thread, ficou ótimo !


_________________________________________________________________
 

·
Longe demais das Capitais
Joined
·
10,233 Posts
Obrigado pela produção do thread, Rene !

Todos sabem o trabalhão de hospedar, selecionar, escrever os comentários, postar...

E teus threads são um capricho !
 

·
Longe demais das Capitais
Joined
·
10,233 Posts
Este é um posto de parada da própria Freeway.




É o Boulevard Freeway.


Como todas as fotos da Parte-I , esse local está no sentido de quem está indo para a praia.
Mas estar postada agora no thread é uma licença poética, porque foi tirada na viagem de volta. :D


Quando chegar a vez das fotos da viagem de volta, vão aparecer mais fotos desse posto de parada, que é bem bonito.
 

·
Longe demais das Capitais
Joined
·
10,233 Posts
Umas fotos da Freeway - não nossas



Árvores no canteiro central





Parque Eólico de Osório





Lagoa perto de Osório e do parque eólico




________________________________________________________________
 

·
Registered
Joined
·
15,528 Posts
Ótimas fotos, Rene.

É um prazer dirigir na Free-way, que mostra bem a importância economica no RS: Construída na decada de 70, enquanto muitos estados nem pensavam em estradas duplicadas.

A BR-101 ficará boa, sem duvida. Agora deve estar ainda mais completa, já que os tuneis do Morro Alto foram liberados...

Agora, que padrão de placas é esse da BR-101! A fonte tá fora do padrão, as dimensões das placas, e a localização daquela baia com o numero das saídas também tão bem estranhas.
 

·
Registered
Joined
·
2,632 Posts
Interessante a observação sobre a ausência de postos de gasolina e retornos na Freway. Uma coisa que me chama atenção nela, não sei se de vcs também, mas me parece que falta uma integração dela com o meio em que está inserida. (Não sei dizer se isto é benéfico ou não) O que quero dizer é o seguinte: ao contrário de uma BR-116 ou 101, no trecho de SC, que você consegue visualizar a inserção da cidade com a estrada, na Freeway a impressão é que isso não acontece. Ao longo da estrada, vemos basicamente paisagem rural, embora em uma região metropolitana. Me chama atenção tbm que chegando em POA você vê longos descampados e as luzes da cidade ( a cidade) em si de longe...
 

·
Longe demais das Capitais
Joined
·
10,233 Posts
Interessante a observação sobre a ausência de postos de gasolina e retornos na Freway. Uma coisa que me chama atenção nela, não sei se de vcs também, mas me parece que falta uma integração dela com o meio em que está inserida. (Não sei dizer se isto é benéfico ou não) O que quero dizer é o seguinte: ao contrário de uma BR-116 ou 101, no trecho de SC, que você consegue visualizar a inserção da cidade com a estrada, na Freeway a impressão é que isso não acontece. Ao longo da estrada, vemos basicamente paisagem rural, embora em uma região metropolitana. Me chama atenção tbm que chegando em POA você vê longos descampados e as luzes da cidade ( a cidade) em si de longe...
A intenção é essa, mesmo.

É o que lhe deu o nome de Freeway.

Foi feita pra não ficar se parando nela.

É pra engatar a quinta, botar 100 km/h e ficar proibido de parar.
Para, assim, se transformar em via súper expressa até a praia e ao norte do Estado.

Qualquer parada - pra fazer lanches, em comércios, posto de gasolina, entroncamentos - tem o chance de virar congestionamento em dias de muito movimento.





"A Freeway foi uma estrada construída pelos governos militares, concebida para ser uma “Free Way”.
Houve uma época em que não havia limite de velocidade na nossa Autobahn tupiniquim.






As seis pistas do mais liso concreto, com um enorme e arborizado canteiro (...) Mesmo que atualmente não possamos mais extrapolar os 100Km/h máximos permitidos para a via, elejo a Freeway como a mais divertida auto estrada por onde já dirigi."


http://papodehomem.com.br/road-trip-pelo-brasil-parte-i/


__________________________________________________________________
 

·
chocolate better than sex
Joined
·
7,383 Posts
Já tinha visto uma prévia dessas fotos e tava ansioso pelo thead que ficou exatamente como imaginei: Lindo! Essa freeway é um espetáculo, juro que senti na estrada com vocês, nem o tempo ruim foi capaz de atrapalhar as imagens, tudo perfeito, parabéns aos dois.
 
1 - 20 of 128 Posts
Top