SkyscraperCity banner

1 - 20 of 106 Posts

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #1 (Edited)
RS | Aeroportos do interior/litoral do Estado

Plano nacional vai contemplar três aeroportos com previsão de investimento

Outros 12 terminais devem receber verbas nas próximas etapas do projeto

Os aeroportos de Rio Grande, Passo Fundo e Santa Rosa serão os contemplados na primeira etapa do Plano de Aviação Regional do governo federal para o Rio Grande do Sul. O projeto previa investimentos para 15 terminais e deixou 12 para as próximas etapas.

Em um prazo de 60 dias, deve ser concluído o orçamento para a remodelação dos três terminais contemplados. Depois disso, ocorre o processo de licitação por Regime Diferenciado de Contratação (RDC), com prazo estimado de até 30 dias após a publicação do edital.

O projeto básico do aeroporto de Rio Grande prevê novo pátio com mais de 23 mil m² e capacidade para operar oito aeronaves em simultâneo. O terminal de Passo Fundo vai ter novo terminal de passageiros medindo 3.188 m² e pátio com capacidade para oito aeronaves de grande porte. Em Santa Rosa, o projeto básico prevê a implantação da seção contra incêndio e a instalação de instrumentos para operação das aeronaves.

O secretário de Infraestrutura e Logística anunciou os detalhes nesta quinta-feira à tarde. “Sem dúvida o Rio Grande sai na frente pelos avanços apresentados no projeto básico do novo aeroporto. Isto reforça o nosso compromisso com o desenvolvimento do Estado voltado para a matriz produtiva e capacidade de planejamento para diversificar os modais de transporte”, comemorou João Victor Domingues.

Os 15 aeroportos gaúchos que fazem parte do Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional, do governo federal, são os de Alegrete, Bagé, Caxias do Sul, Erechim, Gramado, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santa Vitória do Palmar, Santo Ângelo, São Borja e Uruguaiana. O investimento previsto é de R$ 7,3 bilhões em 270 terminais do País.

Fonte:www.jornalbomdiars.com.br 31/07/2014
 

·
Registered
Joined
·
189 Posts
Alguma notícia sobre a reforma atual que está sendo feita em Santo Angelo? Já dura mais de um ano e com o aeroporto fechado.
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #3

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #4
Modelo do aeroporto de Rio Grande é apresentado

Com um pátio de 23 mil metros quadrados, terminal terá capacidade para operar oito aeronaves simultaneamente

Acompanhado do prefeito de Rio Grande, Alexandre Lindenmeyer (PT), o secretário de Infraestrutura e Logística, João Victor Domingues, anunciou nesta quinta-feira (31) as definições sobre a concepção dos três aeroportos prioritários contemplados no Plano de Aviação Regional do Governo Federal para o Rio Grande do Sul.

O secretário apresentou o projeto básico do aeroporto de Rio Grande, que terá novo pátio com mais de 23 mil metros quadrados e capacidade para operar oito aeronaves simultaneamente. A planta do novo terminal de Rio Grande foi apresentada como exemplo pela grandiosidade da obra, porém outros dois aeroportos – Passo Fundo e Santa Rosa – também estão contemplados na primeira etapa do Plano.

Para o secretário, a região Sul do Estado terá um salto em termos de logística. “Sem dúvida, Rio Grande sai na frente pelos avanços apresentados no projeto básico do novo aeroporto", afirmou. O prefeito destacou o crescimento do município nos últimos anos o que justifica o investimento em infraestrutura. “Rio Grande tem uma demanda extraordinária, não só pelo Porto de Rio Grande, como pelos parques industriais da região Sul”, explicou.

Com relação ao aeroporto de Passo Fundo, o destaque é o novo terminal de passageiros medindo 3.188 metros quadrados e pátio com capacidade para oito aeronaves de grande porte. Em Santa Rosa, o projeto básico prevê a implantação da seção contra incêndio e a instalação de instrumentos para operação das aeronaves.

As próximas etapas para estes terminais são a orçamentação num prazo de 60 dias e o processo de licitação por Regime Diferenciado de Contratação (RDC) com prazo estimado de mais 30 dias após a publicação do edital.

Investimento
O Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional, do Governo Federal, prevê investimentosde R$ 7,3 bilhões em 270 aeroportos regionais brasileiros, conforme informações da Secretaria de Aviação Civil (SAC). Destes, 15 aeroportos estão no Rio Grande do Sul: Alegrete, Bagé, Caxias do Sul, Erechim, Gramado, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santa Vitória do Palmar, Santo Ângelo, São Borja e Uruguaiana.

Fonte: Diário Popular - http://www.diariopopular.com.br/index.php?n_sistema=3056&id_noticia=ODY5NDQ=&id_area=Mg==
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #5
Inclusão do Lauro Kortz (Passo Fundo) como prioridade é uma conquista, diz Basegio

Desde o início do seu mandato como deputado estadual, Dr. Basegio (PDT) defende a necessidade de mais investimentos para melhorias no Aeroporto Regional Lauro Körtz, de Passo Fundo. Foi coordenador da Subcomissão da Aviação Civil e articulou audiências em Brasília com o ministro da Aviação Civil, Moreira Franco, e em Porto Alegre com o governador Tarso Genro e o Departamento Aeroportuário de Estado. Na semana passada foi anunciado, conforme compromisso assumido pelo ministro com o parlamentar, que o projeto de ampliação do Lauro Körtz está entre os prioritários no Plano de Aviação Regional do Governo Federal para o Rio Grande do Sul.

“O aeroporto Lauro Körtz está entre os três primeiros a serem licitados ainda esse ano, é uma grande conquista que muito defendemos na Assembleia Legislativa e nas reuniões em Brasília. Passo Fundo está crescendo e o aeroporto não pode ficar estagnado. O fato de que as companhias estejam interessadas, evidencia a necessidade da agilidade de melhorias para o nosso terminal que atende população do Norte gaúcho e também de Santa Catarina”, disse Basegio.

Conforme o deputado, além disso, a partir de 2015 parte dos custos de voos com origem ou destino em aeroportos regionais serão subsidiados pelo Governo. Criado pelo Governo Federal, o benefício será regulamentado por decreto ainda neste ano e isentará as tarifas aeroportuárias para essa categoria de voo – com limite de até 1 milhão de passageiros/ano. “A redução do custo culminará em passagens mais baratas, além de estimular a criação de mais rotas regulares. É um significativo avanço que traduz a grande bandeira que, através da Frente da Aviação, tenho defendido: aumentar o acesso da população ao transporte aéreo e dinamizar ainda mais a economia no interior do nosso Estado”, explicou Dr. Basegio que é proponente da Frente da Aviação Civil na Assembleia Legislativa.

Fonte: O Nacional - http://www.onacional.com.br/geral/politica/52179/inclusao+do+lauro+kortz+como+prioridade+e+uma+conquista+diz+basegio
 

·
Registered
Joined
·
189 Posts
Não sabia que só tinha capacidade pra 40, mas faz sentido por que o LET com 19 assentos já parecia ocupar bastante espaço. Eu preferia que Santo Angelo estivesse entre as prioridades, mas também não considero a estrutura do aeroporto tão precária, já que tem NDB e rádio.
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #9

·
Registered
Joined
·
1,672 Posts
Plano nacional vai contemplar três aeroportos com previsão de investimento

Outros 12 terminais devem receber verbas nas próximas etapas do projeto

Os aeroportos de Rio Grande, Passo Fundo e Santa Rosa serão os contemplados na primeira etapa do Plano de Aviação Regional do governo federal para o Rio Grande do Sul. O projeto previa investimentos para 15 terminais e deixou 12 para as próximas etapas.

Em um prazo de 60 dias, deve ser concluído o orçamento para a remodelação dos três terminais contemplados. Depois disso, ocorre o processo de licitação por Regime Diferenciado de Contratação (RDC), com prazo estimado de até 30 dias após a publicação do edital.

O projeto básico do aeroporto de Rio Grande prevê novo pátio com mais de 23 mil m² e capacidade para operar oito aeronaves em simultâneo. O terminal de Passo Fundo vai ter novo terminal de passageiros medindo 3.188 m² e pátio com capacidade para oito aeronaves de grande porte. Em Santa Rosa, o projeto básico prevê a implantação da seção contra incêndio e a instalação de instrumentos para operação das aeronaves.

O secretário de Infraestrutura e Logística anunciou os detalhes nesta quinta-feira à tarde. “Sem dúvida o Rio Grande sai na frente pelos avanços apresentados no projeto básico do novo aeroporto. Isto reforça o nosso compromisso com o desenvolvimento do Estado voltado para a matriz produtiva e capacidade de planejamento para diversificar os modais de transporte”, comemorou João Victor Domingues.

Os 15 aeroportos gaúchos que fazem parte do Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional, do governo federal, são os de Alegrete, Bagé, Caxias do Sul, Erechim, Gramado, Passo Fundo, Pelotas, Rio Grande, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santa Vitória do Palmar, Santo Ângelo, São Borja e Uruguaiana. O investimento previsto é de R$ 7,3 bilhões em 270 terminais do País.

Fonte:www.jornalbomdiars.com.br 31/07/2014


O problema está no "devem receber" em época eleitoral. Passa 4 anos e de 12, se dois receber alguma coisa - já é muito!
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #11
Coloco aqui esta interesante nota postada por Operario no PR | Aeroportos do interior/litoral do Estado.
De verdade que estou desejando ver estes aeroportos do interior em pleno funcionamento, principalmente os que estão na região oeste do estado. O problema é ver se realmente isso vai sair do papel, será que para 2020?

Acho que estou sendo um pouco otimista :lol:.

Vele lembrar que o aeroporto de Santa Maria já possui 2 vôos diarios para Porto Alegre operados pela Azul.

Documento compartilhado pela Azul Linhas Aéreas - com referência ao interesse da implantação da linhas áereas.





.
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #12
Estado apresenta projeto de ampliação do Aeroporto de Passo Fundo

Autoridades e lideranças da região de Passo Fundo, Casca e Marau foram os primeiros a conhecer o projeto da Secretaria Nacional da Aviação Civil para ampliação do Aeroporto Lauro Kurtz. Além desse projeto, na reunião realizada na tarde desta segunda-feira (22) em Porto Alegre, o Secretário de Infraestrutura e Logística do Estado, João Victor Domingues também detalhou o processo de transferência da ERS 324 do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) para a Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) e a previsão de obras para recuperação da sinalização e pavimentação.

A primeira imagem da ampliação do Aeroporto projeta a construção de um novo terminal de passageiros e um pátio de estacionamento para as aeronaves à frente dos atuais angares particulares. A previsão é que o terminal de passageiros será ampliado de 400 m² para 3.188 m². O estacionamento terá capacidade triplicada, comportando até seis aeronaves de grande porte. Também está incluído a construção de um táxiway, permitindo que a aeronave saia da pista de pouso e decolagem ao mesmo tempo em que outro avião possa pousar em um curto espaço de tempo. "O projeto prevê que até seis aeronaves de grande porte poderão operar simultaneamente, além do novo terminal de passageiros, com todos os equipamentos eletrônicos necessários para operação 24 horas por dia", disse.

O projeto agora passa pela fase de levantamento de custos, aprovação do licenciamento ambiental e posteriormente para abertura do edital de licitação. O Banco do Brasil é o gestor da obra, com recursos do governo federal. Ainda não há previsão para início das obras.

Caminhão
O novo caminhão de bombeiros, modelo AC, específico para combate à incêndio em aeroportos foi entregue nesta segunda-feira no Aeroporto de Passo Fundo. O investimento faz parte de um convênio entre o Estado e o Governo Federal firmado em 2012 que permitiu a aquisição do veículo, num investimento de R$ 1,2 milhão. Com a chegada do caminhão e o apoio do Corpo de Bombeiros, o aeroporto ganha uma nova estrutura para operacionalização e aumenta suas condições para recebimento de grandes aeronaves de grande porte.

Fonte: http://www.onacional.com.br/geral/53801/estado+apresenta+projeto+de+ampliacao+do+aeroporto
 

·
Registered
Joined
·
33 Posts
não há nenhuma imagem ou algo do gênero do projeto? a notícia diz que o projeto foi mostrado na reunião, mas será que nenhum outro jornal já não divulgou nada? não vejo a hora de ver o projeto do aeroporto de Passo Fundo
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #14
não há nenhuma imagem ou algo do gênero do projeto? a notícia diz que o projeto foi mostrado na reunião, mas será que nenhum outro jornal já não divulgou nada? não vejo a hora de ver o projeto do aeroporto de Passo Fundo
Tentei encontrar algo ao respeito, mas nao encontrei nada. Nenhuma foto, nenhuma planta, desenho ou algo parecido.
Alguém nos pode ajudar?
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #15
Após recebimento de novo caminhão de bombeiros, aeroporto de Caxias ganha potencial para subir de categoria

Para ampliar a segurança do Aeroporto Regional Hugo Cantergiani, de Caxias do Sul, o Estado, em conjunto com o Governo Federal, entregou nesta segunda-feira, um caminhão de bombeiros para o terminal. A entrega foi realizada pelo o Secretário Estadual de Infraestrutura, João Victor Domingues. Na oportunidade, ele ressaltou a importância do ato para que a cidade se enquadre no PAC Aeroportos, que tem o objetivo de desenvolver a aviação regional.

— Este novo caminhão muda a categoria do aeroporto. Vai para categoria seis, e isso garante outra condição de aeronaves que podem decolar e descer em Caxias. Enquanto o aeroporto de Vila Oliva não está inaugurado, tratamos de garantir a infraestrutura necessária para o aeroporto atual continuar funcionando a pleno — disse Domingues.

Com a chegada do novo caminhão, o aeroporto de Caxias poderá receber aeronaves com capacidade para mais de 180 passageiros. Atualmente, o local recebe aeronaves de até 144 lugares. O novo caminhão de bombeiros custou R$ 1,6 milhão — 90% do valor do investimento é da União e 10% do governo do Estado.

Nesta semana, representantes do Departamento Aeroportuário do Rio Grande do Sul irão até Brasília para verificar como está o processo do novo aeroporto de Vila Oliva. A Secretaria Estadual de Infraestrutura já tem a avaliação das áreas que devem ser desapropriadas. Mas, ainda não há data definida para a conclusão das desapropriações para viabilizar a construção do novo aeroporto de Caxias.

— A Procuradoria do Estado já consolidou o trabalho em relação à individualização dos recursos disponíveis para isso. Acredito que tenhamos condições, logo em seguida, de realizar o primeiro ato de desapropriação para poder passar esta área para o município — afirmou o secretário Domingues.



Fonte: http://pioneiro.clicrbs.com.br/rs/geral/cidades/noticia/2014/09/apos-recebimento-de-novo-caminhao-de-bombeiros-aeroporto-de-caxias-ganha-potencial-para-subir-de-categoria-4610039.html
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #16
Fim dos 2 vôos diarios entre Passo Fundo e Porto Alegre

Carta será entregue à Azul

Entidades criaram nesta quinta-feira uma comissão pró manutenção dos voos diretos para Capital

Uma reunião com mais de vinte entidades de Passo Fundo definiu nesta quinta-feira uma comissão para negociar a manutenção da linha diária e direta da Azul Linhas Aéreas Brasileiras ligando os aeroportos Lauro Kortz, de Passo Fundo, ao Salgado Filho, em Porto Alegre. A empresa confirmou no início desta semana que solicitou à Anac (Agência Nacional da Aviação Civil) o cancelamento dos dois voos diários a partir do dia 2 de novembro e, em contrapartida, pediu a inclusão de um voo entre Passo Fundo e Curitiba (PR), para fazer a conexão para Porto Alegre no seu retorno ao Estado.
O encontro aconteceu na tarde desta quinta-feira (4), no auditório do Sincomércio, com a presença do secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Eduardo Lopes da Silva, do deputado estadual e coordenador da Frente Parlamentar da Aviação Civil, Diógenes Basegio, do vereador Márcio Patussi, empresários, passageiros da Azul e ainda representantes de entidades representativas do comércio, saúde, indústrias, alimentação, vestuário, construção civil, micro e pequenas empresas, advogados e associações de bairros. Entidades de outras cidades da região também serão convidadas à integrar a comissão.

A principal decisão tomada foi a elaboração de uma carta descrevendo a importância desta rota para toda a região Norte do Estado. A intenção é que uma comitiva representativa entregue este documento pessoalmente em uma reunião que deve ser agendada ainda neste mês de dezembro com a direção da companhia aérea. Para o secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Eduardo Lopes da Silva, este movimento criado pelas entidades e pelos usuários da rota é importante para mostrar a força de Passo Fundo e região. “Precisamos liderar esse movimento para que Passo Fundo e toda e região não seja prejudicado com o cancelamento de voos diretos entre Passo Fundo e Porto Alegre. Temos um grande número de passageiros nessa rota e uma movimentação crescente em nosso aeroporto”, ressaltou o secretário.

O deputado Diógenes Basegio, que ficou como responsável pela intermediação com a Azul, lembrou que a companhia começou a operar no Aeroporto Lauro Kortz a partir da aprovação da redução da alíquota de 17% para 12% do ICMS do querosene para a aviação no Estado. “A empresa tem se mostrado extremamente satisfeita, tanto é que eles começaram a operar a partir de 2012 em Passo Fundo, Santa Maria e Pelotas e os voos estão sempre lotados, especialmente os de Passo Fundo para a Capital, que mantém uma média de 85% de ocupação, o que é superior aos outros voos da companhia”, explicou.

O presidente da Acisa, Marco Matos, ressaltou que acredita que a decisão da companhia aérea faz parte da estratégia de mercado temporária da empresa, fortemente influenciada pela alta demanda de turistas para outras regiões do país nos próximos meses de férias. Por isso, ele acredita em uma reversão futura desta medida. “Acredito que o movimento criado pela sociedade em defesa do voo é legítimo e tem muita força, especialmente porque mostra que a conectividade que Passo Fundo tem com Porto Alegre é muito expressiva, ou seja, a população está utilizando muito este voo e isso é uma leitura que a companhia precisa fazer. Nossa proposta é sentar, ouvir os argumentos e conversar”, defendeu.

Fonte: http://www.onacional.com.br
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #17
E continua a eterna novela sobre as intermináveis obras no aeroporto de Santo Ângelo :bash:

Obras aguardam aval técnico para continuidade do asfaltamento

Seinfra suspendeu temporariamente as obras para análise de rotina da qualidade do asfalto utilizado

Após grande agitação na cidade sobre a possibilidade de um embargo nas obras do Aeroporto Regional de Santo Ângelo, o diretor do Departamento Aeroportuário da Secretaria Estadual de Infraestrutura e Logística (Seinfra), Jorge Tadiello, explicou em entrevista à Rádio Santo Ângelo, na manhã de ontem (3), que periodicamente a empresa responsável pelo serviço, a Cotrel, de Santa Maria, tem apresentado ensaios sobre a qualidade do material asfáltico utilizado.

No entanto, como o Estado não detém um laboratório no local da obra para realizar o controle e avaliar o trabalho oferecido pela empresa, é contratada a Fundação de Ciência e Tecnologia, que realiza a verificação por meio de amostragem.

“Eles periodicamente vão até o aeroporto e coletam corpos de prova, levam à sede, fazem os ensaios e nos encaminham os resultados. Já temos uma bateria de corpos de provas sendo analisada e estamos aguardando o resultado para prosseguir com a pavimentação”, relatou.

Ele ressaltou que nesse período as obras de asfaltamento foram suspensas, até que a análise seja concluída.

“Não seria prudente continuar com o trabalho em cima de uma camada cuja verificação de qualidade eu não tenho. Por isso é que as obras foram suspensas. Estamos aguardando esse controle de qualidade. Uma vez que tudo dê certo com os ensaios, daremos continuidade às obras. Mas vale lembrar que esse é um procedimento de rotina”, destacou.

LIBERAÇÃO DO ASFALTAMENTO
Apesar de as obras estarem, no momento, suspensas, a empresa Cotrel pode dar continuidade a outras atribuições, como, por exemplo, a terraplanagem de algumas áreas do Aeroporto Regional e a finalização do cercamento da área. Questionado sobre o retorno das obras de asfaltamento, Tadiello afirmou ter conversado com o diretor da Cotrel, Hélio Militz, e o engenheiro responsável, Ricardo Dutra, tendo chegado à conclusão de que a retomada do trabalho deve ocorrer em breve.

“Eles estão tranquilos quanto a essa verificação de qualidade, mas resolvemos, por bem, aguardar os resultados. Se, porventura – e não é o que queremos que aconteça –, o resultado não for totalmente satisfatório, a empresa poderá apresentar uma alternativa técnica”, destacou, acrescentando que a previsão é de que a análise seja liberada até semana que vem.

NOVO PRAZO
No último dia 22, o Jornal das Missões já havia publicado que a empresa Cotrel tinha pedido à Seinfra uma nova prorrogação da entrega das obras do Aeroporto Regional. Na época, Tadiello informou que as obras não estavam no ritmo desejado e passavam por momentos delicados após a paralisação e rompimento por parte da Seinfra. “Eles pediram mais 70 dias em função dos problemas apresentados com a usina de asfalto”, afirmou.

O pedido, que foi encaminhado, passou por análise da Seinfra, que o acatou. Com isso, as obras, antes com previsão de ser entregues ainda no mês passado, deverão ser concluídas somente em meados de fevereiro.

Fonte: http://www.jornaldasmissoes.com.br
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #18
Prefeitura espera municipalizar aeroporto no primeiro semestre

Santa Maria se credenciará na SAC para integrar o Plano Nacional de Regionalização

A prefeitura de Santa Maria aposta que até o final do primeiro semestre deste ano o aeroporto civil da cidade esteja municipalizado. Tratativas nesse sentido já duram mais de dois anos, mas emperram na burocracia. Já as obras de ampliação do terminal devem demorar um pouco mais.

Segundo o secretário especial de Comunicação e Programação Institucional, Rogério Assis Brasil, o documento que cede uma área de cerca de cinco hectares e a estrutura hoje existente no aeroporto para o município tramita no Departamento Jurídico da Secretaria de Aviação Civil (SAC). A expectativa é que ainda no primeiro semestre, a secretaria dê o parecer final para que o documento seja assinado pelo ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, e pelo prefeito Cezar Schirmer.

Só depois disso, a cidade poderá pleitear recursos para a obra de ampliação das instalações junto ao governo federal. Para isso, Santa Maria se credenciará na SAC para integrar o Plano Nacional de Regionalização.

– Santa Maria tem o único aeroporto no país que é administrado por uma base aérea. Passando-o para o município, nos credenciamos a entrar no rol dos aeroportos que deverão receber incentivo para suas ampliações – explica Assis Brasil.

Ainda não está definido o tempo de concessão para o município, mas deve variar entre 15 e 30 anos. Também não há orçamento do projeto de ampliação, valor que terá parte em contrapartida da prefeitura. O pré-projeto, elaborado pela Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism) prevê aproveitamento da área física existente e duplicação do espaço.

Investimentos no setor

Atualmente, o aeroporto é administrado pela Base Aérea de Santa Maria (Basm) – responsável por operação e segurança dos voos diários, que a Azul faz até a Capital. Só a inspeção dos passageiros é feita pela prefeitura, realizado por agentes de proteção aeroportuários, que integram a Guarda Municipal.

Depois da municipalização, o controle aéreo e de pista, além do serviço de bombeiros, continuarão sendo feitos pela Basm, mas a administração será municipal, incluindo receitas e despesas.

Fonte: http://diariodesantamaria.clicrbs.com.br/rs/economia-politica/noticia/2015/01/prefeitura-espera-municipalizar-aeroporto-no-primeiro-semestre-4679518.html
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #19
Modernização do Lauro Kortz custará R$ 44,5 milhões

Governo federal confirmou o investimento e publicação de edital para contratação da empresa até outubro de 2015. Azul não reverterá o cancelamento de voos à Capital


Pelo menos a médio ou longo prazo, as perspectivas são positivas para o Aeroporto Lauro Kortz. O valor da tão esperada modernização do terminal foi divulgado oficialmente ontem pelo o ministro-chefe da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha. Serão R$ 44,5 milhões em recursos federais que serão utilizados para a construção de novo terminal de passageiros, com 2,1 mil metros quadrados, pista de taxiamento para até seis aeronaves, totalizando 17 mil metros quadrados e capacidade de atendimento de até 1 milhão de passageiros por ano. Com o orçamento do projeto de Passo Fundo finalizado, neste momento o governo trabalha na elaboração do termo de referência da licitação para contratação da empresa que executará a obra. O edital, conforme Padilha, deverá ser lançado até outubro deste ano.

O anúncio foi feito durante reunião em Brasília com participação de uma comitiva integrada pelo presidente da Câmara de Vereadores de Passo Fundo, Márcio Patussi (PDT), presidente da Frente Parlamentar da Aviação Civil, deputado estadual Diógenes Basegio (PDT), reitor da UPF, José Carlos Carles de Souza e o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Carlos Eduardo Lopes da Silva.

Segundo o deputado Basegio, a previsão é que a contratação possa ser realizada até o final do ano. Mas antes disso, o projeto precisa receber a licença ambiental, cuja liberação é de competência da Fepam (Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler). Concedida a licença, a promessa é que a obra, seja concluída em 14 meses. “Este foi o primeiro anúncio oficial com a confirmação dos recursos dentro do Plano Nacional de Aviação Regional demonstrando que o Aeroporto de Passo Fundo continua integrando o rol de prioridades do governo federal. Estamos um passo à frente dos projetos de Rio Grande e Santa Rosa”, disse o deputado, que defende a necessidade urgente dessas obras. “Comprovamos, ao longo de 2014, que o aeroporto está pequeno para a demanda que recebe”, destacou Basegio. Nos últimos quatro anos foi registrado aumento de 400% na quantidade de passageiros que embarcam e desembarcam em Passo Fundo. De janeiro a novembro do ano passado, mais de 130 mil passageiros passaram pelo terminal.

Para o presidente da Câmara de Vereadores, o anúncio vem ao encontro das necessidades dos passageiros. “O aeroporto já não comporta a demanda local e regional. Com esse aporte, será possível melhorar a qualidade da estrutura oferecida, bem como proceder à ampliação de rotas e horários”, disse Patussi. O reitor da UPF, José Carlos Carles de Souza, destacou que Passo Fundo, conforme dados da Fundação de Economia e Estatística, está entre as dez cidades que mais crescem no Rio Grande do Sul, no entanto, o município, com potencial para desenvolver-se ainda mais, carece de melhor infraestrutura.

Voos da Azul

A confirmação do montante do investimento que será destinado ao terminal trouxe uma esperança de que o aeroporto possa novamente integrar as rotas das companhias aéreas, especialmente após o inesperado cancelamento da linha diária da Azul para à Capital anunciado em dezembro e que será extinto a partir do dia 30 de janeiro. Segundo o deputado Basegio, foram diversas tentativas realizadas por parte de uma comissão de entidades da região para que a empresa revertesse a decisão, mas a Azul novamente confirmou a medida, em nota oficial, nesta segunda-feira (12). “Com relação ao voo Passo Fundo – Porto Alegre, a decisão está mantida”, diz a nota divulgada ao Jornal O Nacional. Em contrapartida, a companhia deve iniciar as operações do novo voo diário entre Passo Fundo e Curitiba e com conexão à Porto Alegre e outras cidades a partir de 12 de fevereiro. A ligação, que ainda aguarda a liberação pela Anac, deve ser oferecida à tarde e realizada com turboélices ATR 72, de 70 assentos.

Segundo o deputado, um dos motivos que determinaram no cancelamento da rota para Porto Alegre seria o prejuízo de cerca de R$ 2 milhões que a Azul teria acumulado com o cancelamento de dezenas de voos nos últimos sete meses quando o VOR (Very High Frequency Omnidirectional Range), equipamento eletrônico usado para otimizar voos e decolagens em aeroportos, foi danificado com a queda de um raio. Desde então, o terminal está operando somente com o equipamento NDB, que não permite a operação por instrumentos, quando não existem condições visuais como neblina ou chuva intensas. “Lamentamos muito esta situação, especialmente porque o atual sistema é muito rudimentar e não oferece segurança para a aeronave. Mas certamente depois que o aeroporto passar pelas reformas, a Azul, assim como outras companhias, devem colocar Passo Fundo novamente dentro das suas prioridades”, analisa.

VOR talvez em fevereiro

Segundo o Departamento Aeroportuário do Estado, a empresa contratada para consertar o VOR está finalizando o serviço. A previsão é que ele seja...

http://www.onacional.com.br/geral/cidade/57341/modernizacao+do+lauro+kortz+custara+rs+445+milhoes
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Discussion Starter #20
Azul anuncia voos para Uruguaiana/RS

Azul anuncia voos para Uruguaiana/RS

A companhia aérea Azul anunciou voos diários para o sexto destino no Rio Grande do Sul: Uruguaiana, situada no interior do Estado. As operações no município começam em 27 de outubro deste ano, para a capital Porto Alegre com aeronaves ATR 72-600, configuradas com 70 assentos. Para os passageiros que partirem de Uruguaiana poderão chegar a São Paulo por meio dos aeroportos de Congonhas, Viracopos e Guarulhos com apenas uma parada em Porto Alegre. Também será possível conectar-se a Belo Horizonte, Curitiba, Foz do Iguaçu, Joinville, Maringá, Navegantes, Pelotas, Rio de Janeiro, Chapecó, entre outras, a partir da capital gaúcha.


Foto: Arthur Gulmini

Fonte:http://www.revistaflap.com.br

:applause::applause::applause:
 
1 - 20 of 106 Posts
Top