SkyscraperCity Forum banner
1 - 20 of 44 Posts

·
is this it
Joined
·
609 Posts
Discussion Starter · #1 ·
A Prefeitura de São Paulo anunciou a escolha da empresa que implodirá os edifícios São Vito e Mercúrio -que ficam na av. do Estado-, dois dos principais símbolos da degradação do centro. A Arcoenge receberá R$ 9,2 milhões e terá seis meses para executar o serviço. O contrato prevê ainda a demolição de outros 45 imóveis.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1507200922.htm
 

·
Registered
Joined
·
8,981 Posts
No Estadao, a reportagem diz que nao sera implodido.. que a empresa tem 6 meses para fazer o servico porque vai ser no braço mesmo!
Eles nao podem implodir porque ha risco para os mosaicos do Mercado Central.
 

·
Sampa!
Joined
·
5,809 Posts
O contrato prevê ainda a demolição de outros 45 imóveis. Seriam esses "baixinhos" ao lado do São Vito?
e se forem, será que podemos esperar mais um local dedicado ao lazer em SP, algo como uma extensão do Parque Dom Pedro?
 

·
Sampa!
Joined
·
5,809 Posts
O que leva um edifício a chegar nesse estado!?


Informações sobre o prédio. Foi tudo o que achei.

Construído em 1959 pela Zarzur & Kogan numa incorporação com as Indústrias Matarazzo, o São Vito nasceu sob a influência da arquitetura moderna dos anos 50. Como em geral todas as construções da área central, este edifício não recebeu reformas durante muito tempo e sofreu assim, lentamente, um processo de deterioração ao longo dos anos, ficando ocupado totalmente, por famílias de baixa renda.

Em localização vizinha ao Parque Dom Pedro e ao Mercado Municipal, destacava-se na paisagem por seus 28 pavimentos, com subsolo, térreo, sobreloja e 25 pisos residenciais, além da cobertura.

Estes andares residenciais foram construídos cada um com 24 apartamentos, perfazem um total de 600 unidades. Estas, em sua grande maioria eram do tipo “kitchinete”, eram constituídas de sala/cozinha, 1 dormitório e 1 banheiro, com área variando entre 28 e 30 m². A circulação vertical era feita por uma escada e 3 elevadores com paradas intermediárias entre os pisos, de modo a ter um menor número de paradas.
http://www.vitruvius.com.br/minhacidade/mc117/mc117.asp

Acrescento que na gestão da Marta Suplicy (2001-2004) todas as famílias desocuparam o prédio.
 

·
Registered
Joined
·
462 Posts
Que ótima notícia !!!

Deveria ter um tipo de multa para os proprietários de imóveis que não conservassem suas fachadas... pq é deprimente o estado que estão esses prédios... e o São Vito é um exemplo clássico desse abandono...
 

·
is this it
Joined
·
609 Posts
Discussion Starter · #19 ·
SEM POSSE, PREFEITURA NÃO PODE DEMOLIR IMÓVEIS

A Prefeitura de São Paulo ainda não tem a posse de 25 dos 45 imóveis -além dos edifícios São Vito, conhecido como treme-treme, e Mercúrio- que serão demolidos para a revitalização do parque Dom Pedro 2º (centro), que receberá uma praça. Sem a devida documentação, a demolição não pode ser completada em seis meses, conforme anunciado. Anteontem, a prefeitura informou que a Arcoenge Ltda. vai receber R$ 9,2 milhões para demolir os edifícios.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1607200920.htm
 

·
Registered
Joined
·
462 Posts
A Prefeitura de São Paulo ainda não tem a posse de 25 dos 45 imóveis -além dos edifícios São Vito, conhecido como treme-treme, e Mercúrio- que serão demolidos para a revitalização do parque Dom Pedro 2º (centro), que receberá uma praça. Sem a devida documentação, a demolição não pode ser completada em seis meses, conforme anunciado. Anteontem, a prefeitura informou que a Arcoenge Ltda. vai receber R$ 9,2 milhões para demolir os edifícios.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/cotidian/ff1607200920.htm
^^
Poxa !!! começou o estresse... :eek:hno:
 
1 - 20 of 44 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top