SkyscraperCity banner
1 - 10 of 10 Posts

·
...
Joined
·
44,068 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Copa do mundo
Políticos criticam exclusão da cidade no investimento de R$ 38,5 bilhões

Depois de ser informada de que Belém está de fora dos planos do Governo Federal para o investimento de R$ 38,5 bilhões para infra-estrutura e transporte para a Copa do Mundo de 2014, a titular da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Lúcia Penedo, entrou em contato com o Ministério do Turismo e marcou uma audiência com os assessores da ministra Marta Suplicy. 'Fizemos um pedido de reunião, mas eles adiantaram que não há exclusão. Outras capitais serão contempladas por outros planos. Esse é só o primeiro', disse.

Para Lúcia Penedo, a prova de que haverá novos projetos de investimentos é a aplicação dos primeiros bilhões. Do total previsto em transporte para a copa, R$ 15,3 bilhões serão destinados a São Paulo. O Rio de Janeiro receberá R$ 5,05 bilhões. 'Do valor anunciado, mais de 90% é para Rio e São Paulo. É claro que este é somente o primeiro plano', garantiu.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, receberam o levantamento do Ministério do Turismo na semana passada e ainda vão definir o a origem e o destino dos recursos. As negociações com estados, municípios e empresas não têm data para começar.

As cidades brasileiras que vão sediar os jogos da copa ainda não foram indicadas pela Fifa. O Governo Federal, no entanto, se adiantou e já escolheu os centros urbanos para onde mandará os recursos. As escolhidas são Brasília, Niterói, Belo Horizonte, Porto Alegre, Fortaleza, Recife, Olinda, Natal e Maceió. 'Ficamos surpresos e indignados com o anúncio. Não sei o motivo, mas houve exclusão de Belém e de toda a região Norte. Nem sequer Manaus, nossa concorrente direta, foi citada nos planos do Ministério do Turismo', reclamou o deputado Robgol, presidente da Comissão de Turismo e Esportes da Assembléia Legislativa.


PROTESTO


O anúncio do Ministério do Turismo também surpreendeu o vereador Amaro Klautau. Em carta pública, o político questionou as ações dos governos municipal e estadual para que Belém tenha condições estruturais de sediar jogos da Copa. Segundo Klautau, é por causa da 'inércia' belenense que a cidade ficou de fora do do Plano de Mobilidade Urbana anunciado pela ministra Marta Suplicy.

'O que falta para sermos sede da copa 2014? Primeiro, deixarmos de ficar abelhudando o que se passa em Manaus, como se fosse o único concorrente. São 17 e, ainda, por vaidade ou prepotência provinciana, nem damos bola para Rio Branco, capital do Acre, também na Amazônia. E o trade do turismo, onde anda? E os vôos internacionais? Gente, não pode ser assim', criticou Klautau.

Fonte: Portal ORM
 

·
...
Joined
·
44,068 Posts
Discussion Starter · #2 · (Edited)
engraçado isso, que dizer que as "algumas cidades" podem se estruturar primeiramente do que outras, concorrência desleal. :eek:hno:

desrespeito com as outras concorrentes!!!

aff
 

·
A Metrópole da Amazônia!
Joined
·
4,110 Posts
O q me surpreendeu foi incluir cidades como Niteroi, Maceió e Natal, e excluir cidades como Belém, Salvador, Curitiba e Manaus, as quais possuem problemas de mobilidade muito maiores e muito mais complexos. Porém, como Rio e SP vão receber por volta de 90% dessa verba federal, o q resta para as outras 9 cidades é 18 bilhões para ser retaedo entre elas, no entanto, não deixa de ser uma excelente verba. Só espero (e acredito) q na próxima remessa federal, Belém, Rio Branco e Manaus tb sejam contempladas. Pela lógica, as próximas cidades a receberem verbas federais serão: Belém, Rio Branco, Manaus, Salvador, Florianópolis, Curitiba, Cuiabá, Campo Grande e Goiânia. Mas fica a seguinte pergunta: quando virá a próxima verba federal?
 

·
A Metrópole da Amazônia!
Joined
·
4,110 Posts

·
Eu Sou o Rei do Mundo!
Joined
·
6,350 Posts
Eu não vou tecer a minha opinião se não..vão me encher de porrada aqui

:D
 

·
A Metrópole da Amazônia!
Joined
·
4,110 Posts
Eu não vou tecer a minha opinião se não..vão me encher de porrada aqui

:D
Fiquei até curioso! Conte-nos... O SSC é democrático, doa a quem doer.
 

·
...
Joined
·
44,068 Posts
Discussion Starter · #10 ·
Ministra é criticada por deputados na AL

COPA DO MUNDO Repasse de recursos excluiu Belém

O deputado Júnior Ferrari (PTB) liderou uma enxurrada de críticas contra a ministra do Turismo, Marta Suplicy, na sessão da Assembléia Legislativa (AL), ontem. O motivo: a exclusão de Belém e demais capitais do Norte do repasse de R$ 35 bilhões do Ministério. Nove cidades candidatas para sediar jogos da Copa do Mundo de 2014 vão receber o investimento. São Paulo é a campeã nos ganhos, vai levar R$ 15 bilhões. Rio de Janeiro, Porto Alegre e Fortaleza, entre outras, também receberão recursos.
Segundo Ferrari, que é presidente da Comissão Especial da AL sobre o assunto, há suspeitas de que o repasse para a capital paulista seja fruto de interesses políticos, porque a ministra é pré-canditada a prefeita da cidade. “Parece que a região Norte não pertence ao Brasil. Foi uma afronta, uma decepção. Tenho certeza que todo o povo paraense se sentiu discriminado com essa atitude”.
Para ele, o mais preocupante é constatar que, provavelmente, essas nove capitais poderão ser privilegiadas na escolha das cidades-sede. “Uma Copa não pode ser realizada no País sem a participação do Pará ou, no mínimo, dividindo com o Amazonas”, aponta. Ferrari também disparou: “A Amazônia só é vista quando tem um desastre ecológico, mas na hora de receber investimentos, somos esquecidos. Não dá pra ‘relaxar’. Estão ‘gozando’ do povo paraense”, disse, fazendo referências a uma famosa frase da ministra dita em meio ao apagão aéreo.
De acordo com Ferrari, o objetivo da comissão, agora, é mobilizar os deputados federais e senadores da bancada paraense, além do próprio governo do Estado, prefeitura de Belém e a crônica esportiva para o Pará “não jogar a toalha” e ter Belém como cidade-sede da Copa de 2014. “Isso é plenamente possível. Obras de infra-estrutura já foram anunciadas pelo governo do Estado, temos um dos melhores estádios do País e ainda há tempo de ampliar a rede hoteleira”, garante.

Verba para o Estado viria num segundo bloco

Já o líder do PSDB, José Megale, reforçou as críticas. Segundo ele, depois da cerimônia que confirmou o Brasil como país-sede, realizada na Suíça, quando a governadora Ana Júlia apresentou o planejamento do Pará para a Copa de 2014, nada teria sido feito. “Temos que usar nossa maior marca que é a Amazônia. Quem é capaz de fazer isso é o governo”. Com o anúncio dos repasses, ele diz não ter muitas esperanças de que o Pará consiga sediar os jogos da competição. “O governo se calou diante dessa divisão de recursos. Esse é o maior reflexo do desinteresse do Estado”.
O deputado Robgol (PTB) relatou que Manaus e outras capitais candidatas estão à frente do Pará, principalmente em termos de divulgação e mobilização. “Eu já me preocupava com isso ao não ver as autoridades se movimentarem. Os trabalhos já deviam ter sido divididos para que Belém seja, pelo menos, uma subsede, ao dividir a realização dos jogos com Manaus”, opinou.
O líder do governo, Airton Faleiro (PT), negou que haja qualquer descaso ou desinteresse em relação à disputa pelas sedes de jogos da Copa de 2014. Admitiu que o discurso de alguns colegas serve de alerta para um aprimoramento de ações, entre elas, dar mais visibilidade ao potencial do Estado. “Não existe essa história de que o Pará já está fora. O recurso liberado agora foi para um primeiro bloco de Estados. No segundo, com certeza o Pará será contemplado”, esclareceu. Faleiro informou que o governo tem um planejamento específico para a Copa de 2014. “Está ligado a transportes e infra-estrutura com recursos próprios”, finalizou.

Fonte: Diário do Pará
 
1 - 10 of 10 Posts
Top