Skyscraper City Forum banner
1 - 1 of 1 Posts

·
GRANDE RIO CAMPEÃ 2013!
Joined
·
1,116 Posts
Discussion Starter · #1 ·
O secretário de Transportes, Julio Lopes, anunciou nesta segunda-feira (18/06), que se reunirá esta semana com empresários e representantes do sindicato das empresas de ônibus da Baixada Fluminense para tratar da integração de 20 novas linhas de ônibus na região. A informação foi divulgada durante a realização da mesa redonda “Rio de Janeiro, um estado de logística: O futuro nos trilhos”, promovida pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro).
A integração entre ônibus, trem, metrô e barcas é uma das metas do governo do estado e o secretário de Transportes vem trabalhando para isso. Quando a integração das novas linhas entrar em operação, cerca de 500 mil passageiros/dia serão beneficiados. Julio Lopes lembrou que o sistema de integração ônibus-trem implantado recentemente no município de Nova Iguaçu já atende mais de 1500 passageiros/dia e que o sistema utilizado também pelo metrô transporta mais de 110 mil passageiros.

- Este é um ganho para a população que não tem como ser negado. Se colocarmos o futuro do Rio de Janeiro sobre os trilhos, certamente, estaremos colocando o Rio numa boa trajetória de futuro, afirmou o secretário, acrescentando que logo após os Jogos Pan-Americanos serão realizadas ações contra a ilegalidade e a informalidade no setor.

De acordo com Julio Lopes, nas ações para combater a ilegalidade nos transportes a secretaria vai contar com o apoio da Agência Metropolitana de Transportes Urbanos (AMTU).

- Entre as medidas para combater o transporte irregular, está a realização de uma licitação conjunta com as 20 prefeituras que integram a AMTU. Este será um grande passo no combate a informalidade, explicou o secretário de Transportes.

Após a abertura do evento, o subsecretário de Transportes, Delmo Pinho, fez uma rápida apresentação sobre alguns projetos da secretaria como a Linha 3, para a qual estão sendo estudadas alternativas que permitam no futuro servir ao metrô, e o ramal Saracuruna/Guapimirim, que será recuperado. Delmo Pinho informou ainda que o estado já fez o pagamento de cinco trens coreanos este ano.

- Entre esta e a próxima semana estaremos liberando mais dois trens coreanos. Com isso, teremos entregado 17, dos 20 trens coreanos comprados pelo governo do estado, disse Delmo, acrescentando que a secretaria está fazendo as obras de reforma da estação de Engenho de Dentro onde serão instaladas escadas rolantes. Segundo ele, sem o apoio do trem, o estádio Olímpico João Havelange (Engenhão) teria grandes problemas de circulação viária em seu entorno.

Outro importante projeto apresentado durante o evento foi a reforma da Estação Barão de Mauá, localizada na Leopoldina, no centro. A recuperação do prédio que abriga a estação e a transferência do museu ferroviário para o local, transformando-o no maior da América Latina, estão entre as metas da secretaria.

Durante a mesa redonda, que contou diversas apresentações sobre o setor, o presidente da MetrôRio, José Gustavo de Souza Costa, falou sobre a construção da estação Cidade Nova, em frente a Prefeitura, e da construção da ligação 1 A, que vai da estação de São Cristóvão até a Central. Segundo ele, a nova linha, que terá três quilômetros, será estratégica para a população que chega pela linha 2 e desce na estação Estácio, sendo obrigada a pegar o trem da linha 1 para seguir até o centro.

- A linha 1 A vai evitar o transbordo e permitirá ao passageiro seguir direto para Botafogo. Nossa previsão é de que até dezembro de 2009 a linha 1 A esteja operando. A empresa já está tratando com o governo do estado sobre a realização da obra, que está orçada em US$ 400 milhões e será realizada pela MetrôRio. Parte deste dinheiro, cerca de US$ 150 milhões, será utilizada na compra de 108 novos trens, explicou José Gustavo. Hoje o metrô transporta cerca de 550 mil passageiros/dia. Com a nova linha e com os novos trens este número deverá chegar a 1,1 milhão de passageiros/dia.

O evento, dividido em dois painéis sobre o transporte ferroviário de passageiros e de cargas, apresentou os principais desafios para melhor explorar a vantagem competitiva da movimentação por trens quando comparada a de outros modais. Participaram do encontro, os presidentes da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, da Supervia, Amim Murad, do Conselho Empresarial de Infra-Estrutura do Sistema Firjan, João Lagoeiro Bárbara, da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S.A, José Francisco das Neves, da Cia. Docas do RJ, Antonio Carlos Soares Lima e o deputado estadual do Rio de Janeiro, Luiz Paulo Corrêa da Rocha.

Fonte: Setrans
 
1 - 1 of 1 Posts
Top