SkyscraperCity banner
1 - 8 of 8 Posts

·
.
Joined
·
13,730 Posts
Discussion Starter · #1 ·
A Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo (CDR) aprovou, nesta quinta-feira (29), parecer favorável a projeto de autoria do senador Marconi Perillo (PSDB-GO) que autoriza o Poder Executivo a criar Zona de Processamento de Exportação (ZPE) no município de Goiânia. O senador lembra, em defesa da proposta, que as ZPEs podem transformar-se em instrumentos para reduzir as desigualdades regionais.

Marconi Perillo argumenta, ao justificar o projeto (PLS 729/07), que o estado já demonstrou capacidade de inserção no mercado internacional. Como exemplo dessa vocação, cita o Pólo Farmoquímico de Goiás, onde ocorre uma das maiores concentrações de laboratórios para a produção de medicamentos genéricos do Brasil, com 21 empresas do setor criando 4,5 mil empregos diretos.

No parecer pela aprovação da matéria, o senador Wellington Salgado (PMDB-MG) afirmou que, nos últimos anos, se formou na região da grande Goiânia um dos maiores pólos de produção de roupa, como também de móveis e de calçados. Dessa forma, a cidade transformou-se um centro da moda e do design, disse o relator.

Durante a discussão do projeto, o senador Gim Argello (PTB-DF) lembrou que a CDR já aprovou mais de 30 projetos de criação de zonas de exportação. Ele disse que, na próxima semana, deverá ser votada pelo Senado proposta do senador José Sarney (PMDB-AP) para a regulamentação das ZPEs.

Gil Argello argumentou que a China já instituiu 2.100 ZPEs, demonstrando assim a importância desse instrumento no crescimento econômico do país. Lembrou ainda que os Estados Unidos têm 670 dessas zonas de exportação e que 90 países do mundo criaram modelos diferenciados de ZPEs. A senadora Rosalba Ciarlini (DEM-RN) e o senador Jayme Campos (DEM-MT) ressaltaram a necessidade de transformar os projetos de ZPEs em realidade.

Convite
Ao abrir a reunião, o vice-presidente da CDR, senador Adelmir Santana (DEM-DF), informou sobre convite do Serviço Social do Comércio (Sesc) aos senadores da comissão para uma visita à estância ecológica do Sesc, localizada no Pantanal Mato-grossense, de 6 a 8 de junho. O objetivo da visita, segundo o senador, é debater o impacto dos problemas ecológicos nas atividades do setor do turismo.

http://www.senado.gov.br/agencia/verNoticia.aspx?codNoticia=75369&codAplicativo=2
 

·
Registered
Joined
·
39 Posts
Ei Goiania, não deu pra segurar a barra então eu voltei
Ei Goiania, avisa aqueles olhos lindos que eu ja cheguei


Esses olhos reluzentes que eu busco agora,
Se me chamam com desejo pra mim não tem hora
É por isso que eu ando em alta rotação
Feito um asteróide na escuridão
O motor do carro parece que chora
O sol agora está nascendo está chegando o dia
Sei que valeu a pena tanta correria,
Eu quero estar nos braços dela daqui apouquinho,
Pois passei a noite voando sozinho dentro desse carro
pela rodovia

Ei Goiania, não deu pra segurar a barra então eu voltei
Ei Goiania, avisa aqueles olhos lindos que eu ja cheguei
 

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Agora Brasília, Anapolis e Goiânia vão ter suas ZPEs, agora espero que sejam ZPEs segmentadas. Pois se for tudo igual, digo na fábricação das mesmas mercadorias, vai ser muito ruim, pois uma vai canabalizar a outra.
 

·
CGr / MS / C-O / BR
Joined
·
19,067 Posts
Acho que as ZPEs só deveriam ser instaladas em cidades com pequena produção industrial, justamente pra atrair este tipo de atividade.
Goiânia e Anápolis já tem setor industrial desenvolvido e pujantes.

No MS a cidade escolhida foi Ponta Porã, pois o comércio sofre concorrência desleal da cidade vizinha, Pedro Juan Caballero-PY. Portanto, a única forma do município crescer mais, além da agricultura, é com a instalação de indústrias, já que o crescimento do comércio se vê limitado.

Em Goiás poderia ser escolhido um município mais distante de Goiânia, DF e Triângulo Mineiro, justamente para atrair a indústria pra um local antes desinteressante.
 

·
Banned
Joined
·
27,387 Posts
Acho que as ZPEs só deveriam ser instaladas em cidades com pequena produção industrial, justamente pra atrair este tipo de atividade.
Goiânia e Anápolis já tem setor industrial desenvolvido e pujantes.

No MS a cidade escolhida foi Ponta Porã, pois o comércio sofre concorrência desleal da cidade vizinha, Pedro Juan Caballero-PY. Portanto, a única forma do município crescer mais, além da agricultura, é com a instalação de indústrias, já que o crescimento do comércio se vê limitado.

Em Goiás poderia ser escolhido um município mais distante de Goiânia, DF e Triângulo Mineiro, justamente para atrair a indústria pra um local antes desinteressante.
^^ Concordo contigo, por exemplo, escolherem Abadiânia, Cristalina, mas o importante é, que essa cidade seja atendida por rodovia asfaltada, pois não adianta nada colocar numa cidade fora das grandes concentrações populacionais, isso vai desencadear a migração para essa cidade.

Igual a fábrica da Suzuki, ao meu ver não deveria ser em Catalão como estão falando, deveria ser em outro lugar, pois em vez de concentrar tudo num mesmo municipio, tem que dar a vez a outros municipios, mas que venham articular um eixo de desenvolvimento articulado.

Pois dessa forma, se pode planejar uma superestrutura (rodovias, ferrovias, aerovias, hidrovias), gasodutos entre outros para esse eixo. Pois fica muito dificil querer integrar uma cidade longe de um eixo já se consolidando, igual as cidades da BR 060 e BR 153, pq não investir agora em outro eixo?

BRs 040 e 050?
 

·
Registered
Joined
·
22,320 Posts
^^ Concordo contigo, por exemplo, escolherem Abadiânia, Cristalina, mas o importante é, que essa cidade seja atendida por rodovia asfaltada, pois não adianta nada colocar numa cidade fora das grandes concentrações populacionais, isso vai desencadear a migração para essa cidade.

Igual a fábrica da Suzuki, ao meu ver não deveria ser em Catalão como estão falando, deveria ser em outro lugar, pois em vez de concentrar tudo num mesmo municipio, tem que dar a vez a outros municipios, mas que venham articular um eixo de desenvolvimento articulado.

Pois dessa forma, se pode planejar uma superestrutura (rodovias, ferrovias, aerovias, hidrovias), gasodutos entre outros para esse eixo. Pois fica muito dificil querer integrar uma cidade longe de um eixo já se consolidando, igual as cidades da BR 060 e BR 153, pq não investir agora em outro eixo?

BRs 040 e 050?
Falou e disse, assino embaixo, esses novos polos deveriam mesmo ser abertos em outros eixos.
 
1 - 8 of 8 Posts
Top