SkyscraperCity banner

1121 - 1140 of 1163 Posts

·
Brasileiro do Norte
Joined
·
5,794 Posts
Soja: Já fortes, exportações do Brasil devem registrar maior aceleração

O lineup - fila de embarques, com navios em carregamento e navios agendados para chegar aos portos do país - para a soja brasileira deverá registrar, neste mês de fevereiro, uma das maiores acelerações em relação ao mês anterior diante da demanda forte pela oleaginosa do Brasil e da sazonalidade que alimenta este movimento.

"É sazonal. Quando temos colheita, temos maior ritmo de exportações. O que vemos de curto prazo é que já estamos bem acelerados, temos uma demanda aquecida, e estamos entrando agora nessa aceleração que dura até meados de maio. O Brasil começa, cada vez mais, a impulsionar suas exportações, temos a soja mais barata, de maior qualidade, e com isso, temos a contínua aceleração das exportações brasileiras", explica o diretor da ARC Mercosul, Matheus Pereira...








... Somente na última semana, o Brasil embarcou 1,72 milhão de toneladas de soja e, como mostram números levantados pela consultoria, mostram que os compromissos totais do produto brasileiro com a exportação já chegam a 15,4 milhões de toneladas, volume que é 25% maior do que no mesmo período do ano passado.

A ARC aponta ainda para a fila de embarques no curto prazo já registrando 11,2 milhões de toneladas a serem embarcadas nas próximas semanas. Em 2019, nessa mesma época, eram 8,57 milhões...




(...)
 

·
Registered
Joined
·
26,627 Posts
De acordo com meu amigo Google Maps, pelo Índico é 20 mil km, pelo canal do Panamá é 21 mil. Pra Shangai. Mas considerando a taxa salgadíssima de travessia e a lentidão da mesma, esses 1 mil km a mais devem compensar no final.
Inverteu entao as distancias?

Vi aqui por Belem e Santos.

https://sea-distances.org/

Sai mais ou menos igual mesmo. Talvez a bioceanica pelo Peru seja uma boa, mas tambem rende pouco mais. Melhor mesmo seria novos portos e ferrovias para SP e RJ, enquanto o arco norte foca em Europa-EUA.

Acho que o diferencial do Arco norte e' reduzir rodovia que no Brasil ou e' cara ou e' ruim e lenta.
 

·
Marquês do Seridó
Joined
·
11,960 Posts
Inverteu entao as distancias?

Vi aqui por Belem e Santos.

https://sea-distances.org/

Sai mais ou menos igual mesmo. Talvez a bioceanica pelo Peru seja uma boa, mas tambem rende pouco mais. Melhor mesmo seria novos portos e ferrovias para SP e RJ, enquanto o arco norte foca em Europa-EUA.

Acho que o diferencial do Arco norte e' reduzir rodovia que no Brasil ou e' cara ou e' ruim e lenta.
Inverti :lol:
 

·
Marquês do Seridó
Joined
·
11,960 Posts
Vi nesse site aí que os portos brasileiros mais próximos da China são Vitória, Rio de Janeiro, Salvador, nessa ordem. Ilhéus não aparece, mas pela lógica deve ser tão perto quanto Vitória. De Cabedelo até Aracaju ainda são mixaria mais perto que Santos também.

Com a Ferrovia Oeste Leste o lendário Porto Sul em Ilhéus será bastante competitivo em relação tanto a Santos e Paranaguá quanto ao Arco Norte. Sem os entraves do S-SE (congestionamento ferroviário e pedágios extorsivos) nem do Arco Norte (maior distância pra China).

Interessante que nunca dei muita atenção pra Oeste Leste como eixo principal, só pras redondezas.
 

·
Registered
Joined
·
26,627 Posts
Vi nesse site aí que os portos brasileiros mais próximos da China são Vitória, Rio de Janeiro, Salvador, nessa ordem. Ilhéus não aparece, mas pela lógica deve ser tão perto quanto Vitória. De Cabedelo até Aracaju ainda são mixaria mais perto que Santos também.

Com a Ferrovia Oeste Leste o lendário Porto Sul em Ilhéus será bastante competitivo em relação tanto a Santos e Paranaguá quanto ao Arco Norte. Sem os entraves do S-SE (congestionamento ferroviário e pedágios extorsivos) nem do Arco Norte (maior distância pra China).

Interessante que nunca dei muita atenção pra Oeste Leste como eixo principal, só pras redondezas.
Inesperado, pela rota do Cabo da Boa Esperanca mesmo ou por Suez?
 

·
Registered
Joined
·
16,539 Posts
essas diferenças de distancia entre portos são desprezíveis, frete marítimo é barato.

leste-oeste vai ser interessante pro oeste da bahia, produz 8 milhoes de toneladas.
PR produz 37, e ainda pega quase toda a exportação do MS, que produz 18.

santos pega MG (concentrada no triangulo), GO (concentrada no sul/sudoeste), sul do MT (região de rondonopolis, primavera do leste). oeste do MT sai por porto velho, norte pela 163.

acho que os principais vão continuar sendo santos, paranaguá e o escoamento pela 163, que tb deve ter uma ferrovia nos próximos anos.
 

·
Marquês do Seridó
Joined
·
11,960 Posts
salvo se construa a ferrovia paraense, vai ser mais viável também para o leste matogrossense - e alguma coisinha no sul do tocantins - a saída pela bahia.

a vale vai construir a ferrovia de campinorte (norte-sul) a água boa em troca da renovação da sua malha.
 

·
Registered
Joined
·
236 Posts
Produção de soja avança no interior de São Paulo
Ex-capital do feijão, Capão Bonito vira uma “mini Mato Grosso”

Já o feijão tem preços muito voláteis e é quase impossível travar com eficiência preços levando em consideração as despesas. Além disso, os custos de produção são maiores. Na safra atual, Sidney Fujivara afirma que o plantio de soja custará entre R$ 3,5 mil e R$ 3,8 mil por hectare na região, enquanto o do feijão sairá por cerca de R$ 5,3 mil.
https://valor.globo.com/agronegocios/noticia/2020/02/28/producao-de-soja-avanca-no-interior-de-sao-paulo.ghtml
O pessoal aqui no sudoeste de Sp comenta que o ha de feijão não sai por menos de 6500 reais debaixo de pivô, sem contar o preço do arrendamento. E a maioria não planta feijao no sequeiro.

e tem uma galera em terra arrendada que poem soja mesmo depois da safra de feijão.
 

·
Brasileiro do Norte
Joined
·
5,794 Posts
Brasil registra aumento de 22,6% nos embarques de carne suína em fevereiro ante mesmo período de 2019

(...) Conforme dados da Secex, no mês passado o Brasil exportou 65,3 mil toneladas de carne suína (considerando-se in natura e industrializada). O volume é 22,6% maior do que o embarcado em fevereiro de 2019.
No geral, as exportações continuam impulsionadas pela China, que segue como o principal destino da proteína nacional. Em fevereiro, o país asiático importou 31,1 mil toneladas do produto, o que representou 47,6% dos embarques brasileiros de carne suína no período(...)



Exportações de carne de frango crescem 10% em fevereiro ante mesmo período do ano passado

As exportações brasileiras de carne de frango (considerando todos os produtos, entre in natura e processados) totalizaram 348,4 mil toneladas em fevereiro. O número é 10% superior aos embarques efetivados no segundo mês do ano passado, quando foram exportadas 316,7 mil toneladas. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira, 5 de março, pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA).
As exportações de fevereiro geraram receita de US$ 553,8 milhões. O resultado é 5,2% maior em relação aos US$ 526,4 milhões realizadas no mesmo período de 2019(...)



Sauditas aumentam compra da carne bovina brasileira

País árabe elevou suas importações em 20,6% no mês de fevereiro(...)
 

·
Brasileiro do Norte
Joined
·
5,794 Posts
Alberto Fernández decreta aumento do imposto sobre a exportação de produtos agrícolas argentinos


O governo argentino oficializou na manhã desta quinta-feira, 5 de março, a mudança na política de retenciones – imposto cobrado sobre a exportação de produtos – em decreto assinado pelo presidente Alberto Fernández.

A principal alteração foi na taxa sobre as exportações de soja e seus subprodutos que passou de 30% para 33%. Pequenos produtores, com produção de até 500 toneladas ao ano, pagarão imposto de 24% a 30%, enquanto produtores médios, com produção de 501 a 1 mil toneladas anuais, pagarão a alíquota de 30%.

As novas regras já haviam sido antecipadas por associações de produtores argentinos e pela imprensa local, após encontro da Mesa de Enlace – grupo que reúne entidades representativas do agronegócio – com o Ministério da Agricultura na última terça-feira(...)

(...) No decreto publicado nesta quinta, o governo argentino informou que a mudança tem o objetivo de garantir o máximo valor agregado possível no país, promover, proteger ou conservar as atividades produtivas nacionais de bens ou serviços, estabilizar os preços domésticos em níveis convenientes ou manter um volume de oferta adequado às necessidades de suprimento do mercado interno e atender às necessidades das finanças públicas.

A medida desagradou as entidades produtivas do país que alegam que aumento dos tributos acarreta em perda de competitividade dos produtos argentinos no mercado internacional(...)
 

·
Registered
Joined
·
26,627 Posts
Otimo pro Brasil.

Tem algo que impeca a exploracao agricola da bacia do Araguaia? Resolvendo aquelas licenca para tirar pedregulho do rio a regiao fica com uma logistica ate' boa em relacao ao resto do CO, nao? O solo la' e' ainda pior que no resto do N-CO?

Podiam fazer um levantamento fundiario e vender as terras para regulariza-las. Dando inclusive a posseiros chance de regularizar a terra em parcelas pagaveis e chama fazendeiro argentino para produzir la' tambem.
 

·
Brasileiro do Norte
Joined
·
5,794 Posts
Na região do alto araguaia que é predominantemente cerrado a agricultura corre solto, no médio araguaia também conhecida como vale do Araguaia há a predominância da pecuária, são terras baixas, aluviões.

Do lado matogrossense conheço pouco pra falar, mas posso dizer que nos municípios do Norte, que são cortados pela BR 158, bem os do sudeste do Pará, a agricultura está crescendo em ritmo forte.

No norte goiano, em São Miguel do Araguaia, começou um projeto irrigado, mas é meio fraco, na região se cria muito gado e é polo de reposição de rebanho, no sudoeste tocantinense, região que forma o pantanal do Araguaia, ilha do bananal, nos vales do Rio formoso e Javaés se tem pelo menos uns 80 mil ha irrigados , que além da produção de arroz é produtora sementes de soja, num safra cultivada no vazio sanitário dentro de uma zona que irriga elevando o lençol freático e que permite o controle de doenças e principalmente fungos.

Sobre o baixo Araguaia tenho muito pouco conhecimento.


O problema da navegação no araguaia é que o rio é muito sazonal, grandes cheias e grandes secas, formação de praias e bancos de areia que demandaria dragagem constante, sobre pedregal, acho que só tem que incomodoria a navegação na região de xambioa.

Aqueles outros pontos que impedem o desenvolvimento da navegação ficam no rio Tocantins.
 

·
Registered
Joined
·
26,627 Posts
O pedregal que falei e' o do Rio Tocantins logo depois de Tucurui. Nem estava pensando em usar o Araguaia no MT-GO-TO como hidrovia, acho que seria projeto para 10 anos. Mas sim usar Maraba como porto. A 155 e 158 sao toda asfaltadas e em condicoes razoaveis, nao?

Porque o Norte do MT em condicoes logisticas bem piores se desenvolveu mais? Nao houve PRODECER no Araguaia pela regiao ja' ter colonizacao mais antiga?
 

·
Brasileiro do Norte
Joined
·
5,794 Posts
O nortão do MT são terras mais altas, mais planas, e menos conhecidas, eram gerais, quando os desbravadores chegaram foi como um eldorado. Mergulharam de cabeça para abrir, explorar e construir o tudo.

A região do Araguaia a tradição da pecuária é muito forte, além do quê são terras baixas, aluviões, altitude em torno de 200m ao nível do mar, terras arenosas e plintossolos.

A pecuária se desenvolveu por meio de pastagens naturais, depois veio incremento da pastagem "mansa", melhoramento do rebanho, e cada vez mais fortaleceu a pecuária. Depois que expansão no nortão cessou, por motivos políticos e ambientais, a agricultura mirou para região do Araguaia que compreende pelo Nordeste matogrossense, e que agora ruma ao rumo do Xingu.
 
1121 - 1140 of 1163 Posts
Top