Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 24 Posts

·
Home, sweet home
Joined
·
10,753 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)


Sintra é uma vila portuguesa no Distrito de Lisboa, sub-região da Grande Lisboa e na Área Metropolitana de Lisboa.

É sede um município com 317 km² de área e 445 872 habitantes (2008), subdividido em 20 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Mafra, a leste por Loures e Odivelas, a sueste pela Amadora, a sul por Oeiras e Cascais e a oeste pelo oceano Atlântico.

A Vila de Sintra inclui o sítio Paisagem Cultural de Sintra, Património Mundial da UNESCO e tem recusado ser elevada a categoria de cidade, apesar de ser sede do segundo mais populoso município em Portugal, segundo a Câmara Municipal de Sintra.

Podemos encontrar em Sintra testemunhos de praticamente todas as épocas da história portuguesa e, não raro, com uma dimensão que chegou a ultrapassar, pela sua importância, os limites deste território. Na candidatura de Sintra a Património Mundial/Paisagem Cultural junto da UNESCO, tratou-se de classificar toda uma área que se assumiu como um contexto cultural e ambiental de características específicas: uma unidade cultural que tem permanecido intacta numa plêiade de palácios e parques; de casas senhoriais e respectivos hortos e bosques; de palacetes e chalets inseridos no meio de uma exuberante vegetação; de extensos troços amuralhados que coroam os mais altos cumes da Serra. Também de uma plêiade de conventos de meditação entre penhascos, bosques e fontes: de igrejas, capelas e ermidas, pólos seculares de fé e de arte; enfim, uma unidade cultural intacta numa plêiade de vestígios arqueológicos que apontam para ocupações várias vezes milenárias.


Mais informações.



Ortofoto da vila de Sintra





Ortofoto do centro da vila de Sintra





Fotografias de Sintra


Largo D. Manuel I

01.


02.


03.



Alameda dos Combatentes da Grande Guerra.

04.


05.


06.



Vista geral do centro da vila.

07.



Castelo dos Mouros.

08.


09.


10.


11.


12.


13.




Rua Dr. Alfredo da Costa

14.



Câmara Municipal de Sintra

15.


16.


17.


18.



Palácio Nacional de Sintra

19.


20.


21.


22.


23.


24.


25.



Largo Rainha Dona Amélia e Palácio Nacional de Sintra.

26.


27.


28.


29.


30.


31.



Quinta da Regaleira.

32.


33.


34.



Palácio de Seteais.

35.


36.


37.


38.


39.


40.


41.



Vista para o Palácio da Pena.

42.


43.


44.


45.


46.


47.


48.


49.



Igreja de São Martinho.

50.


51.


52.


53.



Parece que o Xico já anda a expandir o negócio para os lados de Sintra! :D

54.



55.


56.


57.


58.



E aqui termina a primeira série de fotos de Sintra. De seguida vou mostrar fotos da visita ao Castelo dos Mouros e ao Palácio da Pena. Até breve! :)
 

·
Home, sweet home
Joined
·
10,753 Posts
Discussion Starter · #4 ·
Excelentes fotos como habitual :applause:
Sintra é lindíssima, esses palácios, esses castelos, essa luz, esses bosques..... :drool:
Obrigado. :)
Depois coloco mais fotos.
 

·
Home, sweet home
Joined
·
10,753 Posts
Discussion Starter · #10 ·
As fotos tão ótimas, como sempre, mas Sintra ajuda... Que cidade linda! Como bem falaram, parece que saiu de um conto de fadas, heheh... A arquitetura, as vistas... Tudo muito bonito! Adorei! Valeu pelas fotos e segue postando, por favor, heheh! :eek:kay:
Eu é que agradeço o comentário. :)
Brevemente coloco mais fotos de Sintra.
 

·
Home, sweet home
Joined
·
10,753 Posts
Discussion Starter · #12 ·
Castelo dos Mouros


No alto de um cume agreste da Serra, sobranceiro à Vila de Sintra, ergue-se dominador o antiquíssimo Castelo dos Mouros.
O primeiro pano de muralhas deste albacar nasce um pouco acima da extinta Igreja Matriz de São Miguel, contornando irregular e vastamente a íngreme montanha. Porém, este troço encontra-se hoje parcialmente destruído.
Mais próximo do topo, surge-nos o Castelo propriamente dito, pleno de majestade. Aí erguem-se várias torres, sendo uma delas de feição semi-circular, cujo acesso se processa através de cinco degraus de pedra.
Devido à irregularidade do terreno, as muralhas do castelo foram, em certas zonas, edificadas sobre grandes penedos graníticos, facto que deveras contribuiu para os acentuados desníveis observados ao longo de todo o trajecto amuralhado, o que obrigou ainda à construção de longos e serpenteantes lanços de escadas.
A porta principal da fortaleza inscreve-se num arco de volta perfeita, surgindo logo à esquerda uma cisterna abobadada, também medieval, que se impõe pelas suas dimensões e singularidade arquitectónica.

Acerca das origens do denominado Castelo dos Mouros – construído num rochoso pico da agreste serrania, sobranceiro à Vila de Sintra – pouco se sabe. Ainda que alguns autores remontem a sua fundação ao período visigótico, as primeiras provas documentais reportam-se já à época de plena ocupação muçulmana, concretamente ao século XI. Todavia, será lícito concluir que a edificação do Castelo se tenha verificado anteriormente, talvez no século IX.
Em 1093, D. Afonso VI, Rei de Leão, tomou Sintra aos muçulmanos; dezasseis anos volvidos, Sigurd, príncipe norueguês, saqueou o castelo dos Mouros, que os muçulmanos entretanto haviam recuperado. Também, por essa altura e por breve tempo, o conde D. Henrique o possuiu. No entanto, em 1147, após a conquista de Lisboa levada a cabo por D. Afonso Henriques, o castelo entregou-se voluntária e definitivamente aos cristãos.
D. Afonso Henriques confiou então a guarda da fortaleza a "trinta povoadores", que não eram mais do que uma mera guarnição, aos quais foram concedidos privilégios através de carta de foral, outorgada pelo próprio Rei, em 1154. Foi também para eles que se ergueu, no recinto amuralhado, a primitiva igreja de São Pedro de Canaferrim.
No entanto, com o contínuo e firme avanço da Reconquista cristã para Sul, o Castelo dos Mouros foi perdendo a sua importância estratégica.
Mais tarde, em inícios da Segunda Dinastia, a consolidação da nacionalidade, a estabilidade social e a reorganização do reino, conduziram ao abandono total da grande fortaleza.
Neste contexto, logo nos começos do século XV transferiu-se a paróquia de São Pedro para a nova igreja edificada no termo da Vila. E, nos finais de quatrocentos, apenas habitavam o sítio do castelo alguns judeus, que aí permaneciam, segregados da comunidade, por ordem régia.
D. Manuel I extinguiu os "grupo minoritários" e, na sequência dessa atitude, o Castelo dos Mouros despovoou-se por completo. Abandonada, a fortaleza sentiu a implacável passagem do tempo e foi-se arruinando. Estado que se agravou «(...) por causa do terramoto de 1755 (...); a maior parte dos muros deste Castello se demoliu em muitas partes» (Memórias Paroquiais, 1758). No século XIX, D. Fernando II aforou a velha fortaleza e procedeu ao seu restauro integral.


Vistas do Castelo para nascente.

59.


60.


61.


62.


63.


64.


65.


66.



Palácio da Pena. (iremos visita-lo na próxima série de fotografias)

67.


68.


69.


70.



Centro da vila.

71.


72.


73.


74.


75.


76.


77.


78.


79.


80.


81.


82.


83.


84.


85.


86.


87.


88.


89.


90.



Na próxima série de fotografias vamos visitar o Palácio da pena. Até breve! :)
 

·
Brazil
Joined
·
2,307 Posts
Nossa, que fotos lindas...! :drool:

Essa vila parece "encantada" haha, uma preciosidade mesmo! E as construções, então?! Uma mais linda que a outra! E o melhor é que tudo está perfeitamente bem conservado!

Excelente thread!! Adoro Portugal! Na Europa é o país que atualmente encabeça minha preferência numa próxima viagem. :D

Valeu por postar, Miguel! :eek:kay:
 

·
Home, sweet home
Joined
·
10,753 Posts
Discussion Starter · #14 ·
Nossa, que fotos lindas...! :drool:

Essa vila parece "encantada" haha, uma preciosidade mesmo! E as construções, então?! Uma mais linda que a outra! E o melhor é que tudo está perfeitamente bem conservado!

Excelente thread!! Adoro Portugal! Na Europa é o país que atualmente encabeça minha preferência numa próxima viagem. :D

Valeu por postar, Miguel! :eek:kay:
Obrigado. :)

As fotos melhores guardei para o final. Mais logo coloco aqui.
 

·
Home, sweet home
Joined
·
10,753 Posts
Discussion Starter · #15 ·
Palácio da Pena


Entrada e subida para o Palácio.

91.


92.


93.


94.


95.


96.


97.


98.


99.


100.



Palácio de Seteais.

101.



Castelo dos Mouros.

102.


103.



Vista para Nascente.

104.


105.


106.


107.


108.



Linha de Cascais e Foz do Rio Tejo.

109.


110.


111.


112.


113.


114.


115.


116.


117.


118.


119.


120.



Vista para Cascais.

121.


122.


123.


124.


125.


126.
 

·
Banned
Joined
·
9,176 Posts
Quem é que disse que o Brasil é parecido com Portugal? pelo menos nessas fotos Portugal tem mais cara de Alemanha do que qualquer outro país da América do Sul.

Muita diferença, tanto na riqueza arquitetônica quanto no quesito preservação.
 

·
Home, sweet home
Joined
·
10,753 Posts
Discussion Starter · #17 ·
Quem é que disse que o Brasil é parecido com Portugal? pelo menos nessas fotos Portugal tem mais cara de Alemanha do que qualquer outro país da América do Sul.

Muita diferença, tanto na riqueza arquitetônica quanto no quesito preservação.
Portugal é muito diversificado. Há lugares de Portugal que têm uma arquitectura mais parecida com cidades como Salvador da Bahia.
 

·
Home, sweet home
Joined
·
10,753 Posts
Discussion Starter · #20 ·
Caramba, que região mais linda. Obrigado por compartilhar as fotos.
simplesmente encantadora! Sintra, talvez seja, ao lado de Lisboa e do Porto, um dos locais mais conhecidos de Portugal mundo afora.

Cada detalhe mostrado nas fotos inspira beleza e uma vontade muito grande de conhecê-la.

Parabens Miguel, pelo thread.
Eu é que agradeço os comentários. ;)
 
1 - 20 of 24 Posts
Top