Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 4105 Posts

·
Registered
Joined
·
21,083 Posts
SMTUC - Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra​

Site Oficial​


Alguns dados:
27.146.000 passageiros anuais
142 viaturas
480 colaboradores
495 km de rede de transportes



(e sem um tostão do Estado)

1873 a 1908

Os transportes urbanos em Coimbra remontam ao ano de 1874 com a introdução dos carros americanos. Para ligar a estação velha (Coimbra-B) ao centro da cidade foi criada a empresa Rail Road Conimbricense, dando a esta empresa a concessão do transporte de passageiros e a autorização para assentar carris nas ruas.

As obras de colocação de carris começam em Abril de 1874 e, no mesmo ano, em Setembro é comunicado à edilidade a abertura da exploração da 1ª linha de transportes americanos.

Com a entrada em funcionamento do ramal de caminho de ferro no centro da cidade, em 1885 a concorrência desencadeada pelo comboio foi retirando cada vez mais passageiros ao carros americanos, que acabam definitivamente ainda em 1885.. Assim terminava a 1ª tentativa de instalar um serviço
de transportes públicos na cidade.

Em 1903 surgiu então a Carris de Ferro de Coimbra, uma nova empresa que pretendia a concessão a 30 anos para um sistema americano, de tracção animal, para o que estabeleceriam linhas para a cidade alta, Estação de Coimbra B e Estrada da Beira.. era na altura presidente o Dr. Manuel Braga..

A primeira linha era Estação–Velha/ Portagem (então largo Príncipe D. Carlos) e foi inaugurada em 1 de Janeiro de 1904, já com Manuel Dias da Silva como presidente. Em Fevereiro do mesmo ano foi aberto um novo troço entre a praça 8 de Maio e a Rua Infante D. Augusto (junto à universidade).

Mas como Coimbra é uma cidade de relevo bastante acidentado, a fadiga dos animais não dava lugar a um serviço eficaz pelo que tb esta empresa encerrou, esperando-se pela tracção eléctrica.. Assim, em 1904, terminava a 2ª tentativa de instalar os transportes públicos na cidade de Coimbra.





É então, a 15 de Maio de 1908, com 150 000 reis, que nasceu a empresa municipal SMC. Definiram-se então as três principais linhas e deu-se início à contratação da prestação de serviços.. desde 1920 até 1934 a rede cresceu aceleradamente com várias linhas a surgir (linha dupla desde Arco de Almedina até aos Arcos do Jardim, a linha até ao Matadouro, linha dos Arcos do Jardim ao Calhabé, a linha da Cumeada aos Olivais, a linha dos Olivais até à igreja dos Olivais, a linha da Rua Abílio Roque e ainda o prolongamento da via dupla até à Universidade, entre outras..)

15 de Maio de 1908 - Coimbra foi então o primeiro concelho a efectuar municipalizações em Portugal..
Professor Marcello Caetano (in Manual de Direito Administrativo, I volume , pág. 348)






Mas, a partir dos anos 50, com a era dos autocarros o domínio dos eléctricos foi-se gradualmente desfazendo até que em Dezembro de 1947 a Câmara
anuncia a “extinção gradual da via rígida (carros eléctricos) e a sua substituição por troleicarros, na zona urbana, e autocarros na zona rural.. :bash:








Os SMC entram então nos anos 60 com uma frota composta por 20 carros eléctricos, 27 troleicarros e 31 autocarros..



Na madrugada do dia 9 de Janeiro de 1980, perto da uma da manhã, os eléctricos recolhem, pela última vez às instalações situadas na Rua da Alegria..







Foi o fim do serviço prestado à cidade de Coimbra pelos velhos carros eléctricos. De realçar que à época a frota era constituída por 12 carros eléctricos, 27 troleicarros e 70 autocarros..



aqui a rede em 1971:


Em 26 de Novembro do ano de 1984, devido à dimensão dos Serviços Municipalizados de Coimbra (SMC), o executivo camarário aprovava a sua separação em dois Serviços: Transportes Colectivos e Águas e Saneamento, aprovando os respectivos quadros de pessoal, de forma a ser possível implementar a separação, a qual veio a efectivar-se em 1 de Janeiro de 1985.
Nasceram assim os Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC). :)



A evolução da espécie:



Santa Clara - Uma das linhas míticas

Desde sempre os transportes foram capazes de se adaptar às constantes mudanças e evolução do tecido urbano, da sua população e à necessidade de mobilidade.
Um bom exemplo do constante empenhamento destes Serviços em adaptar a rede às necessidades da população é a evolução das Linhas nº 4 e 6, passando pela sua transitória fusão. Lembram-se da Linha nº 46, entretanto desaparecida?..

Na década de 70, além da ligação Palácio – Santa Clara, coexistiu uma ligação Almas de Freire – Universidade, designada como Linha nº 6T, que transportava em média 3 milhões de passageiros/ano. Os títulos de transporte variavam entre 0$50 (bilhete de estudante) e os 2$50.
A título de curiosidade, no ano de 1970 foram efectuadas 46.686 viagens na Linha nº 4, 3.323 das quais com lotação esgotada, percorridos cerca de 268 mil quilómetros e vendidos mais de 2 milhões de bilhetes.

a 19 de Dezembro de 1987, teve início um percurso experimental da recém criada Linha nº 46, que como resultado da fusão das linhas nº 4 e 6, passou a ligar o Liceu José Falcão a Almas de Freire, tendo-se tornado definitiva a 22 de Maio do ano seguinte.

No dia Mundial do Ambiente, 5 de Junho de 2002, foi apresentado ao público o novo traçado da Linha nº4, resultando da sua junção com a Linha nº 8. Nasceu assim a ligação entre a Estação Nova e Santo António dos Olivais, via Conchada e Cruz de Celas:



Tróleicarros actuais:







Autocarros

usado em zonas periféricas:


usado em circuitos urbanos:






Apoio


Funtastic Tour



outras fotos que podem ser encontradas nesta galeria:












mais recentemente o "pantufinhas", criado para circular na linha azul, que percorre a Alta:



e..um dia..



fonte da informação
 

·
Registered
Joined
·
21,083 Posts
Discussion Starter · #5 ·
A de cá não é assim tão grande, mas já é razoável.. tem 235 operários e produz 250 autocarros por ano.. actualmente está a produzir o Viagio III 350 para a Mobi-Trade OY, na Finlândia.

Por ser a única desta empresa na Europa exporta para vários países e já recebeu inclusive o prémio Busbuilder of The Year 2004 :)

uma vista aérea da fábrica:
 

·
Registered
Joined
·
52,552 Posts
"Na madrugada do dia 9 de Janeiro de 1980, perto da uma da manhã, os eléctricos recolhem, pela última vez às instalações situadas na Rua da Alegria.." triste esta parte :( excelente o trabalho de cobertura do Daniel dos 100 anos do SMTUC :applause:
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
Fantástico thread, completíssimo!:applause:
 

·
Registered
Joined
·
21,083 Posts
Discussion Starter · #10 ·
obrigado :)

já que não existia nenhum tópico sobre os smtuc, qq futura discussão pode ser colocada aqui..
 

·
Registered
Joined
·
21,083 Posts
Discussion Starter · #12 ·
apenas da rede de tróleis não.. tenho por aqui algures um mapa da rede geral onde posso é descriminar quais as linhas que são de tróleis..
 

·
Registered
Joined
·
164 Posts
Excelente post, agora já existe um espaço para os transportes públicos de Coimbra serem debatidos.

Parabéns pelo trabalho.
 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
Excelente trabalho! :applause: Daniel, sempre a divulgar a sua cidade!
 

·
Registered
Joined
·
21,083 Posts
Discussion Starter · #17 ·
boa pergunta.. acho que não..
pode ser :D:eek:kay:
agora é que me lixaste.. :lol: não sei as linhas todas de cor, mas o pessoal dá-me uma ajuda :D

ora, aqui tens o mapa da rede central.. e as linhas são poucas:

1 - Estação Velha - Universidade
3 - (não sei a rota)
4 - Estação Nova - Stº António dos Olivais, via Celas
60 (comemoração dos 60 anos de tróleicarros em Coimbra) - liga a Universidade a Santo António dos Olivais, passando pela Solum.
acho que na 103 tb são utilizados tróleis.. liga da Estação Nova aos Olivais, via Universidade..

já agora, uma boa notícia:
O presidente da Câmara Municipal de Coimbra, Carlos Encarnação, falou do reconhecimento do mérito e esforço dos trabalhadores e da capacidade de qualquer administração que é ser justa em reconhecer esse mérito.
O edil considerou que o trólei é porventura o mais silencioso de todos os transportes, não é poluente e pode ser instalado em cidades com dificuldades de percurso como Coimbra.
Carlos Encarnação acrescentou que, apesar das dificuldades que o sector atravessa com o aumento do preço dos combustíveis e as crises de injustiça dos subsídios do Governo, os SMTUC são uma empresa que cresceu nos resultados e no número dos transportados. A empresa, de acordo com Carlos Encarnação, deu «um salto extraordinário» na sua gestão desde o ano passado. «Passou de 200 mil euros negativos para 380 mil euros positivos. Significa um salto de quase meio milhão de euros», explicou.
O autarca lembrou que a empresa, mesmo sendo pública, não goza dos benefícios do Governo. «É esta injustiça que nunca me canso de referir», frisou. Aludiu ao facto dessa injustiça estar inscrita em todas as partes de trás e nos vidros traseiros dos autocarros dos SMTUC, para «lembrar ao povo de Coimbra que está a pagar os seus transportes mas também os de Lisboa e Porto».
fonte
e uma pequena história curiosa:
O novo transporte foi muito bem recebido pela população: «suaves, cómodos e sem “maus cheiros”, os troleicarros “trepam” facilmente até ao Alto de Santa Clara», conforme escreveu a imprensa da época.
Serve até de atracção turística: os forasteiros (lisboetas e portuenses, principalmente), muitos vindo à cidade para assistirem aos jogos de futebol admiram-se vendo os “autocarros movidos a electricidade”.

E são ainda alvo de cenas pitorescas, como a que sucedeu, sendo motorista o
que tinha Deus como apelido: possuindo os novos veículos portas automáticas comandadas pelo motorista – novidade em Coimbra – durante certa viagem, o cobrador, para que alguns passageiros se pudessem apear, exclamou: “Deus, abre a porta!”. Ao vê-la abrir-se, algumas passageiras mais idosas, estupefactas, gritam: “Milagre!”.
:lol::lol:
 

·
Scooter/motorbike lover
Joined
·
65,802 Posts
A SMTUC tem algun autocarro movido a gás natural, como os da STCP do Porto? E há um projeto para ampliar a rede de troleicarro?
 

·
Registered
Joined
·
164 Posts
1 - Estação Velha - Universidade
3 - (não sei a rota)
4 - Estação Nova - Stº António dos Olivais, via Celas
60 (comemoração dos 60 anos de tróleicarros em Coimbra) - liga a Universidade a Santo António dos Olivais, passando pela Solum.
acho que na 103 tb são utilizados tróleis.. liga da Estação Nova aos Olivais, via Universidade..
A linha 103 surgiu da união da 1 e da 3.

A SMTUC tem algun autocarro movido a gás natural, como os da STCP do Porto? E há um projeto para ampliar a rede de troleicarro?
Neste momento não existe nenhum veiculo a gás natural.
Quanto à ampliação da rede de troleicarro parece haver um interesse crescente por parte a administração mas os elevados custos iniciais são um factor a ter em conta, é que a juntar ao elevado custo do veiculo, já mencionado pelo Daniel há que juntar o da rede de alimentação.
 
1 - 20 of 4105 Posts
Top