SkyscraperCity banner
1 - 20 of 45 Posts

·
Registered
Joined
·
4,997 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)



A borda oeste do plano municipal de revitalização urbanística do parque D. Pedro 2º, em São Paulo, é composta por um conjunto de sete quadras, localizadas entre o Pátio do Colégio e o parque.
Trata-se do ramo final da 25 de Março, fervilhante rua de comércio que no trecho entre a rua General Carneiro e a avenida Rangel Pestana tem vitalidade reduzida.
O projeto desenvolvido pelos arquitetos Anna Helena Villela, Eduardo Ferroni e Pablo Hereñú complementa o plano global de revitalização da área.


A proposta tem como diretrizes a localização vizinha do terminal intermodal de transportes que se planeja para o parque, a ideia de valorizar a proximidade com o Pátio do Colégio - localizado 22 metros acima da cota da rua 25 de Março e, portanto, com potencial de mirante - e o levantamento de áreas para a inserção de construções.

Grande parte das quadras é composta por edificações de pequeno porte e sem interesse histórico, passíveis de demolição. Em resumo, o intuito geral foi densificar o uso dessa borda através de um programa misto, residencial, comercial e de serviços, e melhorar a qualidade do passeio e áreas públicas.

Desde o início do processo estiveram na mira do projeto a demolição do edifício-garagem construído irregularmente nos anos 1980 com gabarito destoante do entorno e a substituição do comércio ambulante da praça Fernando Costa por um centro de compras popular. Libera-se, assim, o passeio público para a locomoção e permanência dos pedestres, ordenando-se em contrapartida os vários programas previstos para a área.


O skyline consolidado na região, com gabaritos crescentes conforme a proximidade da avenida Rangel Pestana, orientou o estudo de massas e volumetrias, propondo-se edifícios menores na proximidade com a praça Fernando Costa e torre de até 30 pavimentos junto à Rangel Pestana.

Esta via fará a conexão do novo terminal intermodal com a região da Sé. Duas edificações tiveram desenho mais detalhado, em nível de anteprojeto. São elas a galeria de comércio popular e o conjunto de dois prédios e galeria de transposição da cota da Rangel Pestana para a da 25 de Março.



A primeira tem dois pavimentos comerciais e de serviços, além de cobertura com vista panorâmica. Seu térreo abrigará lojas recuadas e calçadas generosas, com acesso aos andares superiores através de escadas rolantes que partem diretamente da rua. A linguagem é simples e a proporção, horizontal, estudando-se fechamentos em forma de brise como proteção moderada contra a insolação e intempéries.

Já o conjunto de duas torres, uma residencial e outra comercial, nos lados opostos da Rangel Pestana, terá embasamento em forma de galeria aberta, equipada com escadas rolantes para a confortável transposição dos níveis das vias que ela conecta.

http://www.arcoweb.com.br/arquitetu...herenu-revitalizacao-25-marco-23-07-2012.html

Crédito Novos Renders: Marcio Staffa

Novos renders































 

·
Registered
Joined
·
9,819 Posts
Desde o início do processo estiveram na mira do projeto a demolição do edifício-garagem construído irregularmente nos anos 1980 com gabarito destoante do entorno e a substituição do comércio ambulante da praça Fernando Costa por um centro de compras popular. Libera-se, assim, o passeio público para a locomoção e permanência dos pedestres, ordenando-se em contrapartida os vários programas previstos para a área.
http://www.arcoweb.com.br/arquitetu...herenu-revitalizacao-25-marco-23-07-2012.html
Que maravilha! :banana::banana:

Poderiam aproveitar também e demolir esses bloquinhos gêmeos, fazendo uma ligação entre a 25 de Março e a Rua Bitencourt e revelando os belos edifícios históricos que hoje passam desapercebidos na região.

Espero muito por esse edifício comercial, vai dar outra cara à região. :cheers:
 

·
Banned
Joined
·
9,270 Posts
mais um projeto que apesar de ser legal não me parece fazer parte de um conjunto de ações concretas, combinadas com o mercado, para a area. A região central de SP tem de ser liberada pra arranha céus! Esse pessoal que faz esses projetos sempre faz um lance muito simples. Sou totalmente contra calçadas largas em gde parte do centro assim como calçadões. Não deu certo aqui. Povo parece que gosta de dar murro em ponta de faca!
 

·
42
Joined
·
6,226 Posts
Gostei, mas acho que os projetos para a região estão ficando muito iguais...


E como está o batalhão da Mooca? Já começaram as obras?
 

·
Registered
Joined
·
27,961 Posts
Todo dia aparece um projeto novo para requalificar parte do centro da cidade, mas a verdade é que no final todos ficam só no papel :(.
 

·
Registered
Joined
·
1,747 Posts
Estou tentando imaginar o que se passou nas cabeças dos arquitetos que projetaram isso.

"O que podemos fazer para revitalizar aquela região e atrair pessoas? Já sei, vamos projetar caixotes minimalistas gigantes sem nenhuma ornamentação ou cor, que formem um corredor que se assemelhe a um campo de concentração ou uma galeria de esgoto. Vamos também retirar toda e qualquer vegetação para que o ambiente fique o mais morto, tétrico e fúnebre possível. Eliminem também qualquer tipo de mobiliário urbano que ofereça conforto aos transeuntes. Sim, esse ambiente alegre e acolhedor atrairá pessoas e revitalizará a região!".
 

·
Registered
Joined
·
1,752 Posts
Essa paisagem me lembra o horrendo outdoor do Conhaque Dreher! Naquele não menos horrendo prédio de estacionamento!

Ver essa paisagem renovada é um sonho!
 
1 - 20 of 45 Posts
Top