SkyscraperCity Forum banner
21 - 40 of 65 Posts

· Registered
Joined
·
1,116 Posts
SJC - World Trade Center e ideias para cidade.

Olá a todos. Li todos os comentários e acho que preciso postar o meu também.
Primeiro de tudo sou a favor do projeto, mas ele precisa ser feito de uma forma extremamente inteligente, e como seria isso?
Concede-se a área requerida pelos empresarios, e deixem que construam. Esse empreendimento seria valiosissimo para a cidade, porém, será que um shopping, tão próximo do Colinas seria uma boa? (lembrando que o Colinas já está em fase de expansão e será um shopping de luxo da cidade, com hotel, centro de convenções, teatro e tudo mais). Acredito que isso não seria bom. A cidade já está bem servida de shoppings.
A compensação dos empresários para a cidade teria de ser feita. E, na minha opinião teria de ser com uma reestruturação da malha viária que daria acesso ao tal complexo, as Avenidas Cassiano Ricardo e a Via Oeste. Ampliação das faixas na Via Oeste e remanejo de calçadas possibilitando duas faixas a mais em cada sentido da Cassiano Ricardo.
Uma faixa seria para automoveis e a outra faixa seria para o BRT da cidade MOBI que tem projeto para passar por lá após a rede prioritaria ser concluida. Sendo que esse projeto é fundamental para a mobilidade na cidade e na região que já está entrando em saturação. Quanto ao nosso BRT eu comento no post devido.
Continuando, alguem comentou que a cidade já tem muita área verde. É verdade, mas a maioria dela nao pode ser aproveitada. Você nao vê ninguem andando de bicicleta no banhado, ou correndo por lá, pois é simplesmente uma área preservada, que "dá" o verde para a cidade, mas não pode ser de fato usado, ou seja os cidadãos tem uma enorme área verde que nao pode ser usufruída. Soma-se a isso o fato de os demais parques, como o Burle Marx, Santos Dummont, Vicentina Aranha e a Praça Ulysses Guimarães (no áquarius) serem todos pequenos para a alta densidade demografica das regioes onde se encontram. Basta ir ao Santos Dummont em um fds para ver como fica lotado, absolutamente lotado, onde você nao consegue andar de bike, ou correr numa boa, tamanha a concentraçao de gente. Portanto, sou da opiniao de que os outros 500mil m² que sobrariam do terreno devem ser transformado em um parque sim. E digo mais, um parque nos moldes do Ibirapuera, ou até mesmo do Stanley Park (Vancouver - Canadá) em proporções menores evidentemente.
Já aproveitando o gancho, esse parque limitaria definitivamente o bairro na região de maior saturação, onde eu aposto que 90% dos moradores do bairro ficariam satisfeitos. Um baita empreendimento empresarial com um parque belissimo e de grandes proporções aumentaria a qualidade de vida e valorizaria ainda mais a região.
Para fechar, o tal espaço que seria para o shopping (na minha opiniao nao deveria ser feito) a compensação seria tambem na forma de mobilidade urbana. A primeira, como disse, aumento de faixas para carros e para o MOBI na Cassiano Ricardo, e aumento de faixas na Via Oeste, a segunda, ao inves do shopping, um terminal rodoviario para o proprio MOBI, pois a futura estação do TAV está prevista para ser instalada no enorme terreno ali na Via Oeste. Ou seja, baldeação direta e integração! Além disso, o Trem Intercidades, lançado pelo Governo Estadual usaria a mesma estação do TAV, integrando os modais, e como o projeto do Estado pretende usar a malha ferroviaria federal ja existente, certamente a estação seria por ali. (os trilhos da antiga Companhia Estrada de Ferro Central do Brasil - EFCB passam por lá).
Seria excelente, a rua de terra que fica entre o Sunset Park e a Faculdade de Teologia ali na rotatoria da "praça do japonês" seria uma ciclovia correndo por uma enorme parte da ciclovia total do parque, ligando-a direto com a outra ciclovia da Via Oeste.
Resumindo:
-Empreendimento forte e com grande potencial de desenvolvimento para a cidade
-Aumento da malha viaria da região
-Maior qualidade de vida para os moradores com um belo parque, valorização dos imóveis e da região em si
-Integração de modais de transporte publico das mais diversas frentes, bicicletas, onibus ecológicos (BRT´s) e trens regionais e interestaduais.

Agora, a nossa prefeitura precisa agir de forma inteligente!
 

· Forever young!
Joined
·
1,800 Posts
Discussion Starter · #23 ·
Publicação do Jornal O Vale:

Título: Emparedado, Carlinhos tenta negociar trégua com a Câmara (15/02/2015)
http://www.ovale.com.br/emparedado-carlinhos-tenta-negociar-tregua-com-a-camara-1.579710


A notícia nos dá conta que há uma crise entre o Executivo e Legislativo de São José dos Campos. Destaco o trecho que contém uma informação totalmente contraditória ao que já foi anteriormente noticiado (que o Executivo havia encaminhado o projeto de alteração da Lei de Zoneamento ao Legislativo):


«O cenário adverso fez com que o prefeito desistisse de enviar à Câmara em dezembro o projeto de revisão do zoneamento do Jardim Aquarius, que facilitaria a construção de um complexo da rede World Trade Center – até então, tratado como prioridade do Paço.»




Photo hosted on Flickr by Carlos Navas Castillo
 

· Forever young!
Joined
·
1,800 Posts
Discussion Starter · #26 ·
A título de curiosidade, o que é esse espaço verde na frente dos prédios???
é uma propriedade privada??? achei legal hahaha
Leia o post # 14 na primeira página deste thread.
 
  • Like
Reactions: MateusPPMS

· Forever young!
Joined
·
1,800 Posts
Discussion Starter · #27 ·
Publicação do Jornal O Vale:

Título: Governo apresenta projeto do novo zoneamento à Câmara (05/03/2015)
http://www.ovale.com.br/governo-apresenta-projeto-do-novo-zoneamento-a-camara-1.580301

«Um ponto polêmico que deverá fazer parte do projeto da nova Lei de Zoneamento está relacionado à implantação de uma filial do WTC (World Trade Center) na cidade, com investimento previsto de mais de R$ 1 bilhão no prazo de cinco anos.
À Câmara, o prefeito Carlinhos Almeida deverá mandar um projeto mudando o zoneamento no Jardim Aquarius, na zona oeste, para garantir a chegada do WTC.»




Vista do Jardim Aquarius, um dos bairros com maior adensamento na cidade. Foto: Pedro Ivo Prates
 

· Forever young!
Joined
·
1,800 Posts
Discussion Starter · #28 ·
Publicação do Jornal O Vale:

Título: ‘Se São José não quiser o WTC, outras querem’, afirma Ozires (20/03/2015)
http://www.ovale.com.br/se-s-o-jose-n-o-quiser-o-wtc-outras-querem-afirma-ozires-1.580743

«Ozires afirmou que o complexo do WTC, se aprovado, demorará três anos para ser construído, tempo considerado por ele suficiente para resolver eventuais gargalos na infraestrutura, como a questão da mobilidade na zona oeste.
Ele pediu para a cidade ser proativa e não perder a chance de receber um empreendimento internacional, conectado a uma rede de 1 milhão de empresas em 330 capitais.
“Em vez de ficar com a atitude do não, é preciso ter a atitude do sim, e depois de como fazer”, afirmou, citando a Embraer como exemplo.
“No começo da Embraer, tivemos muita oposição de fazer a empresa aqui em São José. Mas vencemos. Hoje tem alguém reclamando da Embraer na cidade, dos empregos que gera e da ajuda no orçamento?”, indagou.»
 

· Registered
Joined
·
1,116 Posts
Publicação do Jornal O Vale:

Título: ‘Se São José não quiser o WTC, outras querem’, afirma Ozires (20/03/2015)
http://www.ovale.com.br/se-s-o-jose-n-o-quiser-o-wtc-outras-querem-afirma-ozires-1.580743

«Ozires afirmou que o complexo do WTC, se aprovado, demorará três anos para ser construído, tempo considerado por ele suficiente para resolver eventuais gargalos na infraestrutura, como a questão da mobilidade na zona oeste.
Ele pediu para a cidade ser proativa e não perder a chance de receber um empreendimento internacional, conectado a uma rede de 1 milhão de empresas em 330 capitais.
“Em vez de ficar com a atitude do não, é preciso ter a atitude do sim, e depois de como fazer”, afirmou, citando a Embraer como exemplo.
“No começo da Embraer, tivemos muita oposição de fazer a empresa aqui em São José. Mas vencemos. Hoje tem alguém reclamando da Embraer na cidade, dos empregos que gera e da ajuda no orçamento?”, indagou.»
Concordo, agora peça para o bonitão do Ozires afirmar e apresentar projetos plausíveis e vísiveis para a população de como será o complexo e quais as obras viárias e que compensações eles trarão como contrapartida ao investimento. Eu quero e muito, porém, se for para fazer como estão fazendo todos os demais empreendimentos da região, como o Helbour Offices, Pátio das Américas e outros, digo um NÃO gigante!
Onde estão melhorias dignas para os novos empreendimentos. A Av Cassiano Ricardo virou um gargalo terrível e a Via Oeste continua com uma única faixa por sentido, ridícula, sem uma conexão direta com a Dutra, tendo que passar por dentro do Jardim Alvorada chegando ao final da Cassiano, (no Telhanorte) para depois enfrentar o outro gargalo da Johnson nas imediações da Dutra. Esse é só um lado da Av, do outro lado, o Shopping Colinas e Extra já não suportam mais o verdadeiro caos de veículos em horario de pico. Com esses empreendimentos funcionando a pleno vapor, mais o WTC, pode ter certeza de que a Cassiano e a Via Oeste vão travar. Se não travarem, a velocidade será de 30km/h.
Sr Ozires, mostre o que vocês farão para resolver estes problemas, apresente tudo, e garanto que a população será coerente em sua decisão seja pelo sim, ou pelo não, agora, aprovar e depois vocês simplesmente levantarem prédios gigantescos, sem nenhuma reestruturação da malha viária, sem fecharem o restante do terreno para um belo parque, sacramentando de vez o bairro, que já se encontra saturado, mas permitindo que levantem ainda mais prédios no restante do enorme terreno, um milhão de vezes NÃO. Seja coerente, apresente o projeto, se for coerente, DUVIDO que a população seja contrária.
 

· Forever young!
Joined
·
1,800 Posts
Discussion Starter · #30 ·
Câmara Municipal de São José dos Campos recebe esboço do projeto.


Projeto do WTC prevê construção de até 35 torres. As três torres principais do WTC, de porte maior, seguem sem definição de altura.
O terreno de 588 mil metros quadrados contaria com hotel, centro de convenções, centro de negócios e shopping center.
O projeto contempla 200 mil metros quadrados de área verde, seis lagos, quatro ruas largas, rotatórias e ciclovias.






Empreendimento ainda depende de mudança no zoneamento; grupo busca apoio de vereadores.

João Paulo Sardinha
São José dos Campos – 28/03/2015

O complexo que o grupo WTC (World Trade Center) planeja construir no Jardim Aquarius, em São José dos Campos, pode abrigar até 35 prédios.
Um esboço do projeto já foi apresentado à Câmara.
A meta do WTC é erguer o megaempreendimento em um terreno de 588 mil metros quadrados na avenida Cassiano Ricardo - o investimento projetado é de R$ 1 bilhão em um prazo de cinco anos.
O local contaria com hotel, centro de convenções, centro de negócios, shopping center. O projeto contempla 200 mil metros quadrados de área verde, seis lagos, quatro ruas largas, rotatórias e ciclovias.
A construção do empreendimento, porém, depende de uma mudança na Lei de Zoneamento. A atual classificação da área permite apenas edificações com até dois pavimentos e atividades comerciais de baixo impacto.

Aproximação. O presidente do grupo WTC, Gilberto Bomeny, esteve na Câmara de São José nesta semana para apresentar um esboço do projeto, que só deve ser concluído após a votação do novo zoneamento, ainda sem prazo.
A ideia dos executivos, segundo o vereador Walter Hayashi (PSB), uns dos participantes do encontro, é abrigar prédios de menor porte no entorno dos lagos.
Os três edifícios principais do WTC, de porte maior, seguem sem definição de altura.
“O WTC não pretende usar nem 100 mil metros quadrados com suas torres. O restante teria construções feitas por empresários parceiros. Mas quem vai regular o complexo será o WTC”, afirmou Hayashi.
O grupo tenta sensibilizar os vereadores sobre os benefícios do empreendimento, especialmente os do ‘Centrão’, mais resistentes ao projeto.
O encontro da última terça-feira, que contou com a participação do presidente da Casa, Shakespeare Carvalho (PRB), e de Hayashi, relator da Comissão de Planejamento Urbano, teve por objetivo garantir o apoio desse bloco, que hoje reúne sete vereadores. Shakespeare e Hayashi são os porta-vozes do grupo.
Depois da reunião, o presidente da Comissão de Planejamento disse ser favorável à instalação. “Tínhamos a preocupação de que a área se transformasse em um novo Jardim Aquarius, que é um bairro saturado. Depois da reunião, fiquei muito tranquilo. O layout desse esboço de projeto é muito bom, bem distribuído. Achei positivo, mas quem vai aprovar ou não é o povo”, disse.
O vice-presidente do grupo, Leonardo Figueiró, confirmou o encontro na Câmara.

Contra. O vereador Fernando Petiti (PSDB) diz que não foi procurado por representantes do grupo WTC, mas se posicionou contra a instalação.
“Não sei a posição da bancada do PSDB, mas sou contra. Não sei se vale pelo impacto viário. Há outras áreas para se gerar emprego”, disse.


Saiba mais

O projeto
A filial brasileira do grupo World Trade Center promete investir cerca de R$ 1 bilhão na construção de um complexo empresarial em uma área de 588 mil metros quadrados no bairro Jardim Aquarius, em São José dos Campos

Perfil
O empreendimento contaria com centro de convenções, torres comerciais, shopping center e hotel e seria inaugurado em um prazo de cinco anos. O complexo teria até 35 prédios de porte menor, que ficariam instalados ao redor de seis lagos. Haveria quatro ruas, rotatórias, ciclovias e 200 mil metros quadrados de área verde

Negociações
O complexo, porém, depende de uma mudança na Lei de Zoneamento, já que a atual classificação da área permite apenas edificações com até dois pavimentos e atividades comerciais de baixo impacto

Apoio
O projeto foi encampado pelo prefeito Carlinhos Almeida (PT), mas enfrenta resistências entre moradores do Aquarius, que já sofrem com os problemas causados pelo adensamento excessivo do bairro, e de vereadores, que cobram garantias sobre a instalação do empreendimento. Uma reunião na Câmara, na última terça-feira, foi realizada com o objetivo de minar a resistência de alguns parlamentares, principalmente do ‘Centrão’

Zoneamento

Nova lei contempla empreendimento
O projeto da nova Lei de Zoneamento de São José, que está em fase de finalização na prefeitura, contemplará a implantação da filial do WTC na cidade. O texto ainda passa por ajustes e não ten prazo para ser enviado à Câmara. O governo promete abrir consulta pública na internet por ao menos 20 dias para expor o projeto à população e pedir sugestões.
 

· Registered
Joined
·
1,116 Posts
Já mudaram... posts anteriores e notícias passadas indicavam que eles desejavam


“O WTC não pretende usar nem 100 mil metros quadrados com suas torres. O restante teria construções feitas por empresários parceiros. Mas quem vai regular o complexo será o WTC”, afirmou Hayashi.

Ou seja, divulgaram uma informação falsa anteriormente. Eles dizem que vão usar somente 100mil metros, mas "o restante" ficaria para parceiros, ou seja, querem o terreno todo. E ele disse que o WTC não PRETENDE usar... até lá, tudo muda meus caros.

Contra. O vereador Fernando Petiti (PSDB) diz que não foi procurado por representantes do grupo WTC, mas se posicionou contra a instalação.
“Não sei a posição da bancada do PSDB, mas sou contra. Não sei se vale pelo impacto viário. Há outras áreas para se gerar emprego”, disse.[/QUOTE]

Concordo, pelo impacto viário, se não for apresentada uma solução absolutamente coerente e plausivel, e sem custos a prefeitura, mas como compensação por parte dos proprios construtores, não vale a pena.


Saiba mais


Perfil
O empreendimento contaria com centro de convenções, torres comerciais, shopping center e hotel e seria inaugurado em um prazo de cinco anos. O complexo teria até 35 prédios de porte menor, que ficariam instalados ao redor de seis lagos. Haveria quatro ruas, rotatórias, ciclovias e 200 mil metros quadrados de área verde[/QUOTE]

Se o terreno tem 588 mil metros quadrados, o minimo que deveriam colocar de área verde, seria metade do terreno, ou seja, 244mil metros quadrados de área verde, já não gostei. O ideal seria 300mil.
Não estou gostando do rumo que está tomando... De que adianta colocar ruas largas ali no terreno sem arrumar as principais que dariam acesso a estas, ou seja Cassiano e Via Oeste? Seria a mesma coisa de colocar uma via de 6 faixas por sentido para desembocar tudo na estrada velha rio-sp... um verdadeiro caos.
Como é dificil fazer as coisas do jeito certo neste pais viu... arrego!
 

· Registered
Joined
·
1,116 Posts
ahhh uma planta e apresentação digital por favor... só palavras fica dificil. Quero VER o projeto, VER e não só ficar no "vai ser assim, vai ser assado" me mostrem!!
Mais uma vez, reafirmo, sou a favor do projeto, mas ele deve ser realizado da forma correta.
 

· Registered
Joined
·
3 Posts
Caro amigos, esta é a minha primeira aparição neste trade.
Gostaria de deixar apenas uma reflexão a todos que lêem sobre este tema e que ainda não possuem uma opinião formada.

Será que São José dos Campos não está apta nem para receber investimentos?

Vivo aqui desde 1980 e contato que a cidade não recebeu nenhum grande investimento de grande vulto desde esta época.

Acredito ser esta uma oportunidade de receber um investimento no qual qualquer grande cidade gostaria de receber. Significa geração de empregos de alo nível no setor de serviços.

Não seria a hora de discutirmos alternativas de como ajudar o setor público solucionar os potenciais impactos negativos sem perder esta oportunidades. Vide reportagens e trades sobre Singapura, Hong Kong, Paris, etc.

Todos são exemplos de qualidade de vida convivendo com superpovoamento.

Obrigado.
 

· Registered
Joined
·
1,116 Posts
Caro amigos, esta é a minha primeira aparição neste trade.
Gostaria de deixar apenas uma reflexão a todos que lêem sobre este tema e que ainda não possuem uma opinião formada.

Será que São José dos Campos não está apta nem para receber investimentos?

Vivo aqui desde 1980 e contato que a cidade não recebeu nenhum grande investimento de grande vulto desde esta época.

Acredito ser esta uma oportunidade de receber um investimento no qual qualquer grande cidade gostaria de receber. Significa geração de empregos de alo nível no setor de serviços.

Não seria a hora de discutirmos alternativas de como ajudar o setor público solucionar os potenciais impactos negativos sem perder esta oportunidades. Vide reportagens e trades sobre Singapura, Hong Kong, Paris, etc.

Todos são exemplos de qualidade de vida convivendo com superpovoamento.

Obrigado.

Concordo. Porém será que devemos simplesmente deixar os caras construirem sem nenhuma contra-partida e depois a cidade arca com todos os problemas de trânsito transporte coletivo? Falhas de energia que já são rotina no bairro devido a estrutura precária para tantos prédios? O bairro do Aquarius já se encontra saturado e a situação só piora com o gargalo da rotatoria do Extra onde junta tudo do Urbanova que continua, ridiculamente com uma única entrada e única saída, o Aquarius só tem uma única via de acesso ao centro e não vem sendo feito nenhuma medida para acertar esse trânsito cada vez mais pesado.
Construir mais prédios, alguns com mais de 35 andares como eles desejam, sem estruturar o bairro para receber todo esse movimento, novas vias de acesso ao centro, entradas e saídas para o bairro, pode esquecer, se for pra fazer como diversos empreendimentos em são paulo, o empresario controi ganha uma nota e depois a cidade sangra por si, sou mil vezes contra. Querem fazer, gerar emprego trazer algo de bom pra cidade, façam, porém, sigam o mínimo de coerência para resolver os problemas da cidade, levantar torres em terrenos prontos e dados é mole, solucionar e estruturar o bairro para receber os investimentos ninguém quer fazer?
Digo mais, um shopping ali seria completamente desnecessário uma vez que o Colinas está a menos de 1,5km dali e já conta com hotel, teatro, e toda uma estrutura. Arrumem outra coisa, sejam criativos shopping é furada, desnecessário, esqueçam o shopping e aumentem a área verde planejada com um parque imenso. Resolvido!
 

· edson
Joined
·
2,055 Posts
Bom, vou tentar emitir uma opinião mais "equilibrada" sobre o tema.

Se a proposta da WTC for realmente criar um centro internacional de negócios da cidade, trazendo empresas de fora da cidade (se for empresas de fora da região ou mesmo do país, melhor ainda), nos moldes do que foi o Alphaville em Barueri, então SJC deve mergulhar fundo essa. Afinal, vai ser mais empregos, mais arrecadação, o que vai gerar caixa para minimizar o impacto viário e melhorar o transporte pûblico.

No entanto, para quem já viu tantos projetos megalomaníacos no SSC que não se concretizaram, ou viraram algo completamente diferente do esperado, é preciso ter cautela. Se não há plano de nenhuma grande empresa instalar sua sede em SJC, é difícil acreditar que o centro de negócios tem qualquer chance de vingar. Se a idéia é simplesmente burlar as leis de zoneamento pra cidade pra no final criar criar só shopping, centro de convenções, e espaço para escritórios (ou seja, simplesmente mover empregos de outras partes da cidade ao invés de criar novos empregos), então não creio que seja do interesse da cidade.
 

· Registered
Joined
·
3 Posts
Perfeito Edson.
Creio que esta é a idéia a ser discutida. Vamos criar uma nova alternativa de renda, emprego, mais impostos e mais diversificação da economia?
Creio que podemos usar este espaço para trocarmos informações sobre o tema e ao mesmo tempo cobrar de nossos governantes, sejam de quaisquer partidos, que criem a plataforma para que cidade possa receber novos investimentos sem grandes impactos.
Impacto no trânsito existirá desde que não seja feito nada de diferente. Não é um novo investimento que faz aumentar o trânsito, são outras fontes e variáveis que infelizmente criaram a dependência doentia de todos nós ao automóvel.
Vejo que precisamos levar esta discussão para todas as esferas da sociedade. Precisamos colocar os prós e contras e sair deste marasmo econômico que passa nossa cidade.
Não podemos cair na armadilha de cidades que têm medo de crescer, São José dos Campos não têm este perfil provinciano. Acabei de voltar de Porto Alegre, no qual vivi por um ano, e pude vivenciar na carne o quanto uma sociedade paga por pensar a longo prazo de maneira pequena. Resumindo, a longo prazo sobra somente falta de alternativas econômicas, salários baixíssimos, degradação de bairros e espaços públicos devido à baixa capacidade de investimento do poder público.
Enfim, vamos mirar e ver o que cidades de médio e grande porte, no Brasil e no mundo estão fazendo para aliar crescimento populacional e econômico mantendo qualidade de vida e espaços públicos eficientes e apto a serem usados por todos.
Vamos lutar para banir o fisiologismo e uso político de quaisquer medidas com nosso patrimônio público maior, que o nosso município.
 

· Registered
Joined
·
1,116 Posts
Creio que podemos usar este espaço para trocarmos informações sobre o tema e ao mesmo tempo cobrar de nossos governantes, sejam de quaisquer partidos, que criem a plataforma para que cidade possa receber novos investimentos sem grandes impactos.
Ótimo, façamos isso então, quais informações já podemos trocar por aqui além de opiniões e discussões sobre o tema, afinal, envolve uma possível mudança radical na cidade.
 

· Registered
Joined
·
3 Posts
Olá André, não creio que seja uma mudança radical.
Creio que estas discussões devem estar baseadas no bom senso.
Há uma mudança que afeta todos os municípios de uma maneira global. É imperativo que os modelos sejam rediscutidos, afinal, as mesmas fórmulas do passado não funcionarão para o futuro.
Somos um município que possui a base para ter sucesso no futuro. Temos boa logística, mão de obra qualificada em todos os setores da economia e histórico de inovação.
Convido a todos os leitores deste espaço virtual para que emitam suas opiniões, desta forma poderemos criar propostas que depois de discutidas, podem ser levadas a foruns como o São José 2030, à Prefeitura ou à Câmara Municipal.
Temos que pensar de forma conjunta para que sejamos ouvidos. Não podemos deixar que oportunidades de receber grandes investimentos passem despercebido com base em verdades/mitos.
Vamos juntos, levantar questões, discutir oportunidades e sugerir.
Um abraço.
 

· Registered
Joined
·
1,116 Posts
Olá André, não creio que seja uma mudança radical.
Creio que estas discussões devem estar baseadas no bom senso.
Há uma mudança que afeta todos os municípios de uma maneira global. É imperativo que os modelos sejam rediscutidos, afinal, as mesmas fórmulas do passado não funcionarão para o futuro.
Somos um município que possui a base para ter sucesso no futuro. Temos boa logística, mão de obra qualificada em todos os setores da economia e histórico de inovação.
Convido a todos os leitores deste espaço virtual para que emitam suas opiniões, desta forma poderemos criar propostas que depois de discutidas, podem ser levadas a foruns como o São José 2030, à Prefeitura ou à Câmara Municipal.
Temos que pensar de forma conjunta para que sejamos ouvidos. Não podemos deixar que oportunidades de receber grandes investimentos passem despercebido com base em verdades/mitos.
Vamos juntos, levantar questões, discutir oportunidades e sugerir.
Um abraço.
concordo em gênero número e grau, quais discussões exatamente você quer levantar? Aqui neste thread está tudo relacionado ao World Trade Center.
Eu sinceramente tenho diversas sugestões para mobilidade urbana e infraestrutura da cidade, várias mesmo, minha mente fica viajando...rsrsrs

Levante o fórum e um thread em questão para que possamos movimentá-lo como se deve e assim levar pontos para a câmara de vereadores, onde eles possam realmente ver o que a cidade quer, e não o bairro individual de cada um deles quer.
 

· Forever young!
Joined
·
1,800 Posts
Discussion Starter · #40 ·
Instalação do WTC no Jardim Aquárius divide opiniões em audiência pública

Unanimidade em relação à necessidade de um maior rigor da nova Lei de Zoneamento no que dispõe sobre qualidade de vida, projetos de mobilidade urbana e cuidados ambientais

A audiência pública realizada no Fórum Trabalhista do Jardim Aquarius sobre a nova lei de zoneamento foi movimentada e contou com a participação de aproximadamente 130 munícipes. Alguns dos temas mais polêmicos do uso e ocupação do solo no município foram debatidos em clima de ordem, mas com manifestações firmes e enérgicas por parte dos presentes.

O encontro foi promovido pela Câmara Municipal e contou com a participação do presidente da Casa, Shakespeare Carvalho (PRB), além dos vereadores Cyborg (PV), Dr. Roniel (PP), Fernando Petiti da Farmácia Comunitária (PSDB), Prof. Calasans Camargo (PRP), Roberto do Eleven (PP), Walter Hayashi (PSB) e Willis Goulart (PP). Um dos assuntos mais comentados e debatidos foi a eventual instalação de uma unidade do WTC (World Trade Center) na imensa área do Jardim Aquarius entre a Avenida Cassiano Ricardo e a Via Oeste. A maioria das manifestações foi de apoio ao conjunto de escritórios, centro de convenções, hotel e outros investimentos, embora haja descrentes quanto à capacidade de geração de empregos do WTC no nível anunciado pelos seus defensores. Uma posição unânime foi a necessidade de maior rigor da lei para a área onde o WTC poderá ser implantado, com garantias de preservação da qualidade de vida, projetos de mobilidade urbana e cuidados ambientais.

Fonte: Comunicação Velle (Aquárius Life) em 24/11/15.



 
21 - 40 of 65 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top