SkyscraperCity banner

1 - 20 of 683 Posts

·
Moderator
Joined
·
70,941 Posts
Discussion Starter #1
- Tópico sobre o património arquitetónico português -​

Para seguir todas as notícias correspondentes com os nossos monumentos e recuperações em curso ou concluídas.

:cheers:​
 

·
Moderator
Joined
·
70,941 Posts
Discussion Starter #2
Fortaleza de Santiago de Sesimbra reabre ao público



























Há cerca de três anos em obras, a fortaleza está agora pronta para voltar a receber os visitantes: inauguração marcada para 25 de Julho com festa que inclui concerto de Teresa Salgueiro.

Iniciada em 2011, a requalificação da Fortaleza de Santiago procurou, antes de mais, "preservar, ao máximo, a estrutura inicial" e "manter a traça original do edifício", resume a autarquia de Sesimbra em comunicado. Foram arranjadas fachadas e muralhas, removidos pisos, paredes e estruturas que "não faziam parte da construção original". Foram reabilitados espaços interiores e substituídos piso antigos degradados e, pelo caminho, foram instalados um elevador, um deck de madeira que interliga as áreas interiores, instalações sanitárias, infraestruturas de águas, gás, esgotos, electricidade e telecomunicações. E preparadas salas para acolher novas valências.

Agora, após todo um "trabalho minucioso e especializado", "bem documentado e acompanhado por técnicos ligados à história e à arqueologia", sublinham, a fortaleza – património de interesse público desde 1977 – é um renovado espaço museológico e de lazer. Entre as suas paredes, encontra-se agora posto de Turismo, cafetaria e espaços multiusos e de exposições (para os quais se promete "uma programação cultural regular"). Nos planos está ainda a instalação no monumento do Museu Marítimo de Sesimbra.

A "recuperação total" do monumento, incluída no Programa Integrado de Valorização da Frente de Sesimbra, apoiado pelo QREN-PORLisboa, rondou, segundo dados da câmara, os dois milhões de euros.

Com a inauguração marcada para 25 de Julho – e portas a abrir às 21h –, a festa da reabertura da Fortaleza de Santiago contará (a partir das 22h) com um concerto de Teresa Salgueiro, a antiga voz dos Madredeus. O programa inclui também a inauguração de duas exposições: uma sobre a história do edifício e outra sobre a intervenção realizada.

Fonte: http://fugas.publico.pt/Noticias/337126_fortaleza-de-santiago-de-sesimbra-reabre-ao-publico
 

·
Registered
Joined
·
24,979 Posts
Estive a fazer uma visita pelo www.monumentos.pt e fui ver o numero de monumentos nacionais que cada cidade possuí...

Assim nas capitais de distrito temos:

Aveiro - 5
Beja - 8
Braga - 15
Bragança - 6
Castelo Branco - 2
Coimbra - 25
Évora - 37
Faro - 3
Guarda - 3
Leiria - 3
Lisboa - 84
Portalegre - 8
Porto - 24
Santarem - 16
Setubal - 9
Viana do Castelo - 9
Vila Real - 5
Viseu - 6
 

·
Luis M P A N Pereira
Joined
·
8,697 Posts
Estão agora a contar espingardas?
:nuts:
 

·
Moderator
Joined
·
70,941 Posts
Discussion Starter #9


Obras de conservação no Palácio da Pena custam 270 mil euros

As obras de recuperação e conservação no Palácio da Pena, que envolvem fachadas, muros, azulejos e cantarias, vão custar cerca de 270 mil euros, anunciou esta quarta-feira a Parques de Sintra - Monte da Lua, empresa responsável pelo monumento.

De acordo com a empresa de capitais públicos, criada em 2000, após a classificação pela UNESCO da Paisagem Cultural de Sintra como Património da Humanidade, estas obras, que estão a decorrer no período de verão, não implicam o encerramento do edifício.

Os andaimes não cobrirão todo o palácio em simultâneo, «para minimizar o impacto visual nos visitantes», segundo a Parques de Sintra, que estima ter as obras concluídas até ao final do ano.

http://www.abola.pt/mundos/ver.aspx?id=492150
:eek:kay:
 

·
'tou na lua...
Joined
·
39,897 Posts
Se contarem espingardas, vão, em Coimbra, ao Bairro da Rosa. Ganhamos à distância :rock:

Santarém tem a riqueza das igrejas góticas e a imponente forma como se mostra sobranceira sobre a lezíria do Tejo.
 

·
Banned
Joined
·
20,874 Posts
Mas a forma como o Bom Jesus se mostra sobranceiro sobre a cidade de Braga é mais alem..

AL, deixa de envenenar o forum..
 

·
Luis M P A N Pereira
Joined
·
8,697 Posts

·
Moderator
Joined
·
70,941 Posts
Discussion Starter #16
Sintra restaura Quinta da Ribafria e prepara adaptação a hotel de luxo

Câmara quer recuperar a quinta até Setembro mas as "grandes obras" ficarão a cargo do concessionário que vencer o concurso para a sua adaptação a unidade hoteleira.










A Escola Profissional de Recuperação do Património de Sintra vai promover, a partir de Setembro, acções de restauro na Quinta da Ribafria, propriedade do município, que a Câmara pretende concessionar para hotel de luxo.

Numa primeira fase, o restauro vai incidir sobre quatro estátuas do jardim, duas fontes ornamentadas com guerreiros e nas escadarias e tecto de uma sala do palácio, disse nesta quinta-feira à Lusa uma fonte da Câmara de Sintra.

A Quinta de Ribafria, adquirida em 2002 pelo município, foi durante anos propriedade do IPSD-Instituto Progresso Social e Democracia (actual Instituto Francisco Sá Carneiro) e funcionou como "retiro" social-democrata durante os Governos de Cavaco Silva.

O presidente da autarquia, Basílio Horta (PS), já anunciou que, depois da recente limpeza da propriedade, a Câmara tenciona lançar concurso para um "hotel de alta qualidade", assegurando que os jardins serão abertos à população para visitas e espetáculos.

"A ideia é transformar [a Ribafria] num belíssimo Grande Hotel, aproveitando as antigas instalações do IPSD, que devem dar cerca de 30 quartos, e o próprio palácio", com mais 16 quartos, até um máximo de 50 quartos, admitiu o autarca em Julho na Assembleia Municipal de Sintra (AMS).

Basílio Horta prometeu então que "até ao fim do ano" será possível "ver espetáculos de ópera e de música na Ribafria", e que a autarquia aposta na recuperação da quinta, mas as "grandes obras" ficarão a cargo do concessionário que vencer o concurso para a sua adaptação em unidade hoteleira de luxo.

"Temos oito hotéis que estão em vias de licenciamento. Cinco poderão ser licenciados este ano e três para o ano", acrescentou o presidente da câmara, que prevê lançar em breve o concurso para recuperação do Hotel Netto, na vila, e que as obras comecem "este ano ou no primeiro trimestre" de 2015.

"É evidente que a Ribafria precisa de um destino", afirmou à Lusa o presidente da AMS, Domingos Quintas (PS), que participou, em 19 de Julho, numa visita privada de deputados municipais e autarcas da freguesia a "um dos mais emblemáticos monumentos da Renascença sintrense".

O presidente da assembleia considerou positiva a recente limpeza da propriedade, mas esta precisa de ser reabilitada e de "um projecto que assegure uma utilização sustentável".

A histórica quinta no Lourel, cuja casa e torre foram edificadas no século XVI, pertenceu à família Mello e foi vendida em 1988 à Fundação Friedrich Naumann, através do IPSD, devido a condicionalismos para investimentos germânicos no exterior. A fundação alemã retirou-se de Portugal na década de 1990 e os dois terrenos que compõem a propriedade, no total de 13,3 hectares, acabaram vendidos a uma sociedade imobiliária de João Vale e Azevedo, ex-dirigente do Benfica.

O IPSD conseguiu a anulação judicial da venda, alegando que Vale e Azevedo tinha efectuado "negócio consigo próprio", em vez de transferir a quinta para o seu verdadeiro dono, a fundação alemã. O Instituto Português do Património Arquitetónico (IPPAR) recusou, em 2001, exercer o direito de preferência sobre a Ribafria - opção legal nos imóveis classificados -, mas a Câmara de Sintra aproveitou para comprar a quinta por 2,1 milhões de euros.

Fonte: http://fugas.publico.pt/Noticias/337791_sintra-restaura-quinta-da-ribafria-e-prepara-adaptacao-a-hotel-de-luxo
 

·
Moderator
Joined
·
70,941 Posts
Discussion Starter #19
Ruína de antigo colégio na alta de Coimbra vai ser reabilitada pela universidade​

Antigo Colégio da Trindade vai, finalmente, dar lugar a centro de investigação na área do Direito.


O edifício irá reabrir com profundas alterações no seu interior, num projecto de arquitectura com a assinatura do Gabinete Aires Mateus​

A Universidade de Coimbra (UC) deve começar ainda em Setembro as obras de transformação da ruína do antigo Colégio da Trindade, na Alta da cidade, num centro de investigação na área do direito e da Justiça. A Casa da Jurisprudência é um sonho antigo desta academia, e depois de uma primeira tentativa frustrada, até Novembro do próximo ano o edifício ficará pronto para reabrir com profundas alterações no seu interior, num projecto de arquitectura com a assinatura do gabinete Aires Mateus.

O projecto é apoiado pelo programa regional Mais Centro, em cinco milhões de euros. A candidatura foi aprovada em Maio, mas só nos últimos dias é que a universidade ficou em condições de adjudicar a empreitada. A obra custa, no total, sete milhões de euros, mas boa parte do investimento que cabe à UC foi já realizado em fases anteriores, desde logo com a demolição das paredes não estruturais e coberturas do antigo colégio, a consolidação das fachadas e com os trabalhos de arqueologia.

O edifício, do qual sobram ainda um claustro e uma igreja, está na zona classificada pela Unesco como Património da Humanidade, mas ainda antes disso estava, como está ainda, na zona especial de protecção do Pátio das Escolas da UC, que é património nacional. Aliás, em declarações ao PÚBLICO, o reitor João Gabriel Silva assinalou o facto de a conclusão deste longo processo - cuja primeira candidatura a fundos europeus remonta a 2004 - permitir acabar com a última “grande ruína” nesta parte da cidade.

Quando se aproximam do varandim do pátio, para observar uma das mais belas curvas do Mondego, os turistas que por ali passam diariamente dão de caras, olhando uns metros para baixo, com um cenário pouco agradável, que nem os tapumes, vistos de cima, disfarçam. E já nem sequer por ali existe o Pratas, conhecido tasco frequentado pelos estudantes que foi desalojado do antigo colégio quando se iniciou o projecto de reabilitação. O projecto da dupla Aires Mateus prevê que se mantenha a cota anterior deste edificado, cuja cobertura parecerá um prolongamento, separado por uma rua estreita, do terreiro das escolas.

O presidente da Câmara de Coimbra, Manuel Machado, ainda se recorda dos primeiros esforços para reabilitar o imóvel. Regressado à presidência da Câmara no final de 2013, doze anos depois de ter deixado o cargo, o autarca socialista recebeu com satisfação a notícia da aprovação deste projecto por parte do Mais Centro, tendo em conta o impacto que terá no campo académico mas também urbanístico. A Universidade e a autarquia têm uma parceria na área da reabilitação urbana, a Cidade Univer(sc)idade, que já permitiu investir quase 12 milhões de euros, dez milhões dos quais co-financiados com fundos do Feder (Fundo Europeu para o Desenvolvimento Regional). E com a classificação da Alta pela UNESCO, a eliminação deste foco de ruína tornou-se ainda mais urgente.

A Casa da Jurisprudência começou por se chamar Tribunal Universitário Judicial Europeu, e para além das valências de investigação, incluía um tribunal, académico, mas com decisões aceites pelo sistema judicial português. O projecto de arquitectura que vai ser levado a cabo inclui a construção de uma sala de audiências, que será integrada na antiga igreja do colégio, mas ainda não é certo que ali se venham a realizar julgamentos, admitiu o Reitor. O assunto foi sendo colocado aos vários ministros da Justiça e João Gabriel Silva admite que, para Paula Teixeira da Cruz, envolvida na reforma do mapa judiciário, esta questão não seja uma prioridade. Em todo o caso, o projecto da Faculdade de Direito tem, com as restantes componentes, pernas para andar, garantindo que, no final de 2015, o antigo colégio reabrirá para um novo uso.

Fonte: http://www.publico.pt/local/noticia/ruina-de-antigo-colegio-na-alta-de-coimbra-vai-ser-reabilitada-pela-universidade-1665765
 
1 - 20 of 683 Posts
Top