SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 6 of 6 Posts

·
Mameluco sangue azul
Joined
·
20,420 Posts
Discussion Starter · #1 ·
IBGE // Número de pessoas desocupadas no mês de abril teve queda significativa

São Paulo - O número de pessoas desocupadas no Recife recuou 25,5%, em abril, na comparação do mesmo período do ano passado. Foi a maior queda no indicador entre as seis regiões regiões metropolitanas investigadas pela Pesquisa Mensal de Emprego do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No total, a queda foi de 13,9%. Além da capital pernambucana houve quedas significativas em Salvador (16,1%), Belo Horizonte (-11,6%), São Paulo (16,6%) e Porto Alegre (13,4%). Em relação a março, a taxa de desocupados ficou praticamente estável.

A taxa de desemprego no mês passado foi de 8,5% na média das seis principais regiões metropolitanas do Brasil. Foi a menor taxa para meses de abril da série histórica da PME, desde que foi iniciada em 2002 com essa metodologia. A segunda taxa mais baixa da pesquisa é a de abril do ano passado, de 10,1%.

Apesar de o recuo da taxa de desemprego de 8,6% para 8,5% de março para abril configurar estatisticamente uma estabilidade, a taxa de abril foi recebida como um indicador de tendência positiva para 2008. "Pela primeira vez na série histórica atual nós vemos um declínio consistente no desemprego nesta época do ano", registrou a economista do Unibanco Giovanna Rocca.

Para ela, "melhores condições de emprego devem continuar a estimular o consumo nos próximos trimestres, aumentando as preocupações do Banco Central com a inflação".

O Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi) destacou entre os resultados da PME o aumento de 4,3% no número de pessoas trabalhando em relação a abril de 2007. "A última vez que foi registrado um porcentual semelhante ocorreu em outubro de 2004, época de um crescimento econômico ainda maior do que o Brasil está presenciando", registrou o documento de análise do instituto.

A qualidade de trabalho melhorou, principalmente pelo crescimento do emprego com carteira assinada no setor privado, excluindo empregados domésticos, que foi de 1,5% em relação a março e de 9,9% na comparação com abril de 2007. A participação desses empregados naforça de trabalho aumentou de 42,1% em abril de 2007 para 44,3% em abril deste ano. Esse grupo somado ao de militares e funcionários públicos estatutários, totalizam 54,9% da população ocupada, o mais alta percentual de toda a série da pesquisa.

Indústria - A indústria foi um dos setores que respondeu pela maior quantidade de criação de novos empregos em abril em relação a março, com aumento de 1,6%. De acordo com o gerente da PME, Cimar Azeredo, este fato significa aquecimento "não só da indústria, mas de toda a atividade econômica", já que o setor industrial é um dos maiores termômetros de demanda interna.

Em São Paulo, a taxa de desemprego permaneceu em 9,4% da população economicamente ativa (PEA), mesmo nível de março, mas caiu em relação a abril de 2007, quando foi de 11,6%. "O trabalhador ainda não recuperou a renda habitual de 2002", disse Cimar Azeredo. Ele observou que em São Paulo, região metropolitana de mais alta renda média entre as seis observadas pela pesquisa, ficou estável até com leve redução do rendimento médio real habitual de 0,2% em abril em relação a março, para R$ 1.330,50.

http://www.pernambuco.com/diario/2008/05/22/economia7_0.asp
 

·
Cidade Lendária
Joined
·
6,291 Posts
Que maravilhaa!!!

Já faz algum tempo que Recife e RM vem reduzindo as taxas de desemprego! :D
 

·
Registered
Joined
·
5,466 Posts
Mas tem de ser nesse ritmo, pois o número de desempregados é dos maiores do Brasil.
 

·
Cidade Lendária
Joined
·
6,291 Posts
^

São Paulo tá com indice maior do que Recife

parece que é :

POA
Rio
BH
Recife
Sao Paulo
Salvador

isso por RM
 
1 - 6 of 6 Posts
Status
Not open for further replies.
Top