SkyscraperCity banner

37541 - 37560 of 37589 Posts

·
Registered
Joined
·
1,760 Posts
Uma coisa que dá pra notar em Florianópolis e também em São Paulo; não tem muitos coqueiros. Coqueiros morrem rapidamente quando as temperatures batem 5-0 graus. É exatamente por isso que em Floripa e em São Paulo que não se vê muitos coqueiros, e os que estão vivos ainda não vão durar muito tempo, provavelmente.

Nunca vi coqueiro abaixo de Florianópolis.
Notei a mesma coisa, o nordeste de Santa Catarina é a região mais austral que a planta suporta. Aqui no sul do Mato Grosso do Sul devido as geadas de inverno os coqueiros já se tornem mais raros, em Ponta Porã quase não tem coqueiros.
 

·
Registered
Joined
·
960 Posts
Outono começa nesta sexta-feira; veja como será a estação no Rio Grande do Sul:

De acordo com a Somar Meteorologia, o outono começa sem a formação dos fenômenos El Niño e La Niña, porém com um leve aquecimento no Pacífico Leste – o que pode influenciar no regime de chuva e vento. Jonas Ribeiro, meteorologista da Somar, explica que a ausência dos fenômenos deve fazer com que a estação fique mais próxima da média prevista de modo geral.

Além disso, o período contará com duas características fortes do outono: o aumento da frequência de nevoeiros e a grande amplitude térmica, com manhãs e noites frias e tardes quentes.

A chuva deve ficar acima da média em todo o Estado, com maiores acumulados previstos a partir de maio. Já as temperaturas ficarão dentro da média em grande parte do RS, com exceção da região Oeste, que deve apresentar máximas acima do normal.
Durante as primeiras semanas de outono, o Estado ainda deve registrar temperaturas elevadas. Para a Capital, há previsão de máxima próxima dos 40°C, principalmente no final da primeira quinzena de abril.

A primeira onda de frio chegará somente na segunda quinzena de abril. Os períodos de baixa temperatura ficarão mais frequentes em maio e em junho, devido à aproximação da temporada inverno. Em Porto Alegre, as mínimas devem ficar abaixo dos 12°C durante todo o mês de junho.



https://gauchazh.clicrbs.com.br/ambiente/noticia/2020/03/outono-comeca-nesta-sexta-feira-veja-como-sera-a-estacao-no-rio-grande-do-sul-ck7z6xzai061v01oa8a36qs2c.html

^^
Será possível quase 40 em pleno abril? Já não bastam as máximas históricas de dezembro e março?
E as mínimas de junho? Será que teremos um repeteco de junho de 2016?
 

·
Registered
Joined
·
23,279 Posts
Notei a mesma coisa, o nordeste de Santa Catarina é a região mais austral que a planta suporta. Aqui no sul do Mato Grosso do Sul devido as geadas de inverno os coqueiros já se tornem mais raros, em Ponta Porã quase não tem coqueiros.
Eles estão falando do coqueiro que dá o coco da água de coco. Isso também não tem a ver só com a temperatura. Já ouvi falar que para um coqueiro pegar no interior tem que salgar um pouco a terra. Não sei se é só crendice. Se for isso explica por que só se vê coco no litoral.
 

·
Registered
Joined
·
3,465 Posts
Outono começa nesta sexta-feira; veja como será a estação no Rio Grande do Sul:

De acordo com a Somar Meteorologia, o outono começa sem a formação dos fenômenos El Niño e La Niña, porém com um leve aquecimento no Pacífico Leste – o que pode influenciar no regime de chuva e vento. Jonas Ribeiro, meteorologista da Somar, explica que a ausência dos fenômenos deve fazer com que a estação fique mais próxima da média prevista de modo geral.

Além disso, o período contará com duas características fortes do outono: o aumento da frequência de nevoeiros e a grande amplitude térmica, com manhãs e noites frias e tardes quentes.

A chuva deve ficar acima da média em todo o Estado, com maiores acumulados previstos a partir de maio. Já as temperaturas ficarão dentro da média em grande parte do RS, com exceção da região Oeste, que deve apresentar máximas acima do normal.
Durante as primeiras semanas de outono, o Estado ainda deve registrar temperaturas elevadas. Para a Capital, há previsão de máxima próxima dos 40°C, principalmente no final da primeira quinzena de abril.

A primeira onda de frio chegará somente na segunda quinzena de abril. Os períodos de baixa temperatura ficarão mais frequentes em maio e em junho, devido à aproximação da temporada inverno. Em Porto Alegre, as mínimas devem ficar abaixo dos 12°C durante todo o mês de junho.



https://gauchazh.clicrbs.com.br/ambiente/noticia/2020/03/outono-comeca-nesta-sexta-feira-veja-como-sera-a-estacao-no-rio-grande-do-sul-ck7z6xzai061v01oa8a36qs2c.html

^^
Será possível quase 40 em pleno abril? Já não bastam as máximas históricas de dezembro e março?
E as mínimas de junho? Será que teremos um repeteco de junho de 2016?
A essas alturas, essa primeira semana de abril com calor, é positivo, pra amenizar a circulação do virus...
 

·
Registered
Joined
·
1,760 Posts
Eles estão falando do coqueiro que dá o coco da água de coco. Isso também não tem a ver só com a temperatura. Já ouvi falar que para um coqueiro pegar no interior tem que salgar um pouco a terra. Não sei se é só crendice. Se for isso explica por que só se vê coco no litoral.
Bom saber, mas eu referi a temperatura já que é comum ver em cidades mais ao norte do estado.
 

·
Registered
Joined
·
23,279 Posts
Bom saber, mas eu referi a temperatura já que é comum ver em cidades mais ao norte do estado.
A questão é que tem um pouco de exagero. As coisas não são preto no branco. O Sul do Brasil e a Foz do prata não são tão frias quanto o clima temperado propriamente dito como o do nordeste dos Estados Unidos, tá muito mais para o sul daquele país ou para o Sudeste da Austrália. Provavelmente não se vê coqueiro nessas regiões porque realmente não tem produtividade ou interesse paisagístico na espécie. Apesar disso quando alguém inventa de plantar uma espécie nada a ver com o clima não necessariamente a planta vai sofrer tanto assim, não. Eu já li aqui que as araucárias fora do Sul são mirradas. Só que aqui mesmo tem um pinheiro (provavelmente de um clima mais frio ainda) enorme. Quando eu era criança nem existia, ou seja, cresceu muito rápido. Bem no centro da foto:



Vejam que bem ao lado dele tem uma casa de 4 andares. Um pé-direito padrão tem quanto? Uns 2,5 m? Se for tem no mínimo 10 metros essa árvore. Com folga, a árvore mais alta do quarteirão, crescendo em solo pobre, raso e ferruginoso. Curiosamente tem um coqueiro em um lote próximo.
 

·
Registered
Joined
·
3,465 Posts
Bom dia
Você pode postar aqui qual estudo confirma que o virus circula menos em ambiente frio?
Isso é sabido, que todo virus da gripe resiste mais a temperaturas baixas... não é de agora...

"Temperatura e umidade

Além disso, atualmente as condições externas no Hemisfério Norte são perfeitas para a rápida disseminação viral. Primeiro, há a temperatura. Os vírus respiratórios, ou seja, aqueles que se disseminam através do trato respiratório, têm mais facilidade de se reproduzir no frio. "Os vírus possuem mais estabilidade em baixas temperaturas. Semelhante aos alimentos que têm maior vida útil na geladeira", explica Pietschmann.



Quanto mais alta a temperatura, mais difíceis se tornam as condições para muitos vírus. "O coronavírus é cercado por uma camada lipídica, ou seja, uma camada de gordura", explica o cientista. Isso não é particularmente resistente ao calor, de modo que o vírus se extingue rapidamente com o aumento da temperatura. "Outros vírus, como o norovírus, são muito mais estáveis porque consistem principalmente de proteínas e material genético." "


https://www.climatempo.com.br/noticia/2020/02/28/do-que-os-virus-precisam-para-sobreviver-2139

https://saude.estadao.com.br/noticias/geral,virus-da-gripe-literalmente-derrete-no-verao-diz-estudo,134013
 
37541 - 37560 of 37589 Posts
Top