SkyscraperCity banner
1 - 20 of 47 Posts

·
Christopher
Joined
·
17,520 Posts
Discussion Starter · #1 · (Edited)
Com música, dança e souvenirs, Cascavel recepcionou na tarde de hoje (28) 35 turistas europeus viajantes do primeiro trem de luxo brasileiro, o Great Brazil Express. O grupo de turistas usufruem de um pacote com oito dias de viagem, incluindo passagem pelo Rio de Janeiro, Curitiba, Antonina, Morretes, Tibaji, Castro, Ponta Grossa, Guarapuava, Cascavel e Foz do Iguaçu.

Os turistas assistiram uma apresentação artística do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Tradição, que realizou uma performance de danças típicas. Também foram presenteados com cartões postais da cidade e lenços de colocar no pescoço, como aqueles utilizados pelos gaúchos.
Esta é a segunda viagem do Great Brazil Express, a primeira com turistas do exterior. A viagem inaugural do primeiro vagão da Great Brazil Express foi realizada em novembro do ano passado.

MOMENTO HISTÓRICO
Para os organizadores, a iniciativa desta viagem é um marco, porque na história do Brasil, o turismo é visto no exterior sob a ótica do litoral, das praias ou de grandes capitais. O roteiro pelo interior do País é uma oportunidade de mostrar uma outra imagem do Brasil. Também está sendo considerado um marco na história da ferrovia que passa a transportar passageiros, uma vez que antes era exclusiva para cargas, e muito mais na história de Cascavel, que incrementará seus investimentos como cidade turística.

LOGÍSTICA
A previsão é de que até julho será feita uma viagem por mês com o trem de luxo. Nos meses seguintes serão quatro viagens, sendo dois grupos que saem do Rio de Janeiro e desembarcam em Foz do Iguaçu e dois que fazem o trajeto contrário, desembarcando em Curitiba. Para todas as viagens Cascavel será o ponto de parada das locomotivas para troca de veículos. Os turistas que vierem do Rio chegam de trem em Cascavel e seguem de ônibus para Foz, e as pessoas que vierem de ônibus de Foz desembarcam em Cascavel para seguirem de trem o restante do percurso.

Roteiro:
- Chegada no Galeão no RJ
- Permanência no RJ para visitação de pontos turísticos
- Translado de avião até Curitiba
- Translado de onibus leito de luxo de Curitiba - Serra do Mar - Ponta Grossa
- Passeio no Parque Nacional Vila Velha
- Translado no Trem de Luxo (até Cascavel)
- A recepção em Cascavel se dará com uma grande festa com as comunidades europeias da cidade (germânica e italiana) com direito a apresentaçoes artistícas e etc, e almoço com o pratos típicos gaúchos.
- Translado de onibus de leito de luxo de Cascavel até Foz do Iguaçu
- Em Foz visitação as Cataratas, Itaipu e outros atrativos mais..
- Volta de avião para o Galeao (RJ)

Chegada em Cascavel



Apresentação invernada artística gaúcha



Pausa para Foto



Interior da locomotiva



 

·
Location:Canoas - RS - Br
Joined
·
5,253 Posts
Bah....o trem chegou!!!! Será que é apenas o início??? Tomara que sim. Aplausos para essa iniciativa!
 

·
Registered
Joined
·
650 Posts
e seguem de ônibus para Foz
Essa parte que é triste... Anos de promessa da expansão da Ferroeste até Foz e Guaíra...

Mas pra parte boa, muito legal.. Espero que dure por muito tempo esse passeio.. E quanto aos preços, é o pacote inteiro ou tem como comprar separado só o passeio de trem?
 

·
Tem que ver isso ai
Joined
·
525 Posts
Mas porque cascavel ?
eu conheço a cidade, nunca vi uma linha de trem por lá, onde fica essa estação ?
Qual o caminho que esse trem faz ? é acessivel para todos ?
 

·
Registered
Joined
·
650 Posts
Na real, a linha de trem acaba a uns 7km de Cascavel, não chega perto da cidade..
O trecho feito de trem acho que é de Ponta Grossa a Cascavel, e como dito acima, a passagem de U$4 mil, então não é acessível para todos... O objetivo não vai ser o transporte de passageiros, mas sim turístico, já que a velocidade do trem no percurso é pequena..
 

·
Christopher
Joined
·
17,520 Posts
Discussion Starter · #9 ·
Mas porque cascavel ?
eu conheço a cidade, nunca vi uma linha de trem por lá, onde fica essa estação ?
Qual o caminho que esse trem faz ? é acessivel para todos ?
Realmente o Porto Seco de Cascavel fica a uns 7 kms antes de chegar a cidade. Até o momento não existe uma estação de passageiros, mas existe o projeto e estão pleiteando verbas para tal...
Cascavel, apesar de não haver pontos turísticos, está inserida no percurso pra ser no futuro uma espécie de 'ponto de encontro' entre um grupo de turistas que está finalizando o roteiro indo pra Foz do Iguaçu, trocando o trem pelo ônibus, com o grupo que faz o roteiro contrário, deixando o ônibus e embarcando no trem de luxo. Esse encontro terá aquelas apresentações artísticas, almoços típicos e tudo mais...

Não acredito muito no interesse de turistas brasileiros nesse projeto, e sim de europeus que apreciam esse tipo de turismo, e do cenário da região. Por isso o preço!
 

·
Christopher
Joined
·
17,520 Posts
Discussion Starter · #12 ·
^^ Isso eh

Naum sei se vc viu aq senhor, chamado Adonai, em Cascavel, putz o cara eh bem otimista tanto que botou muita fé pra que esse trem andasse. Ele, vislumbrou alguma coisa, mostrou pra investidores belgas que tbem viram ae alguma coisa boa e o resultado é esse. Algo inédito para o Brasil. Pra gente não é novidade, mas os gringos gostam desse aspecto regional do PR, inda mais visitando o RJ e Foz..

Sucesso pro trenzinho!
 

·
Registered
Joined
·
187 Posts
Trem de luxo faz estréia em trilhos velhos no Paraná

01/06/2008 - 08h58
Trem de luxo faz estréia em trilhos velhos no Paraná
Publicidade

JAMES CIMINO
do enviado especial da Folha de S.Paulo ao Paraná

O primeiro trem de luxo do Brasil fez sua viagem inaugural no último fim de semana levando cerca de 40 turistas europeus ao litoral e ao interior do Paraná. Por onde passava, era recebido por bandas, corais típicos, grupos folclóricos e autoridades. Trechos de ferrovias centenárias, como a que liga Ponta Grossa a Guarapuava, no interior do Estado, não viam um trem de passageiros havia pelo menos 20 anos.

Crianças e adultos que moram às margens da ferrovia saíam de suas casas com máquinas fotográficas e acenavam aos estrangeiros desconhecidos, que retribuíam a gentileza.
Os dois passeios no trem, chamado Great Brazil Express, entre Curitiba e Morretes, no litoral, e entre Ponta Grossa e Cascavel, no extremo oeste, fazem parte de um pacote de turístico oferecido a estrangeiros, que custa de US$ 4.990 (R$ 8.782) a US$ 6.525 (R$ 11.484).

O ponto de partida é o Rio de Janeiro. Depois, passa por Curitiba, atravessa o Paraná de leste a oeste e termina em Foz do Iguaçu, totalizando, no valor mais alto, dez dias de viagens e visitas a parques, hospedagens, serviço de bordo do trem e passeios de barco no Rio.

Para se ter uma idéia, um passeio de três horas no Orient Express da Inglaterra, um dos trens de luxo mais famosos do mundo, custa US$ 1.020 (R$ 1.795). O trem brasileiro, no entanto, não pode ser comparado ao Orient Express em requinte.

São apenas dois carros automotrizes com 22 lugares cada, bar, decoração luxuosa com motivos da flora e fauna brasileiras e dois monitores de LCD ligados a câmeras externas que mostram a paisagem aos passageiros. Não há vagão restaurante, nem cabines para pernoite. As estações, com poucas exceções, são improvisadas.

Além disso, a viagem sofre com as deficiências da malha ferroviária. Alguns trechos, entre Rio de Janeiro e Curitiba e entre Foz do Iguaçu e Rio, portanto, são feitos de avião. Outros trechos, no interior do Paraná, são feitos de ônibus.

A belga Karen Vermaerke, 27, que viajava em um trem de luxo pela primeira vez, disse achar o passeio relaxante. "Na Europa viajamos de trem todos os dias. Mas essa é primeira vez que viajo em um trem de luxo."

Apesar disso, a turista faz ressalvas ao roteiro. "Temos que distinguir a viagem de trem da de ônibus, porque os trechos rodoviários são exaustivos."

Sua colega Sandrine de Crom, 30, foi mais crítica. "Toda cidade em que paramos tinha danças típicas da Europa que não nos interessam, pois temos isso lá em nosso continente. Queria ter andado mais entre as pessoas e visto coisas que elas fazem diariamente. Queríamos ter visto capoeira." Segundo Adonai Aires de Arruda, diretor geral do Great Brazil Express no país, o objetivo era fazer todo o trajeto de trem, mas as condições técnicas não permitiram.

"As bitolas dos trens são diferentes, e a circulação de passageiros depende do transporte de carga. Entre Curitiba e Ponta Grossa, por exemplo, o trecho rodoviário tem 120 km, enquanto o ferroviário tem 270 km. A viagem levaria cerca de 11 horas, já que a ferrovia é centenária e exige uma velocidade média de apenas 30 km/h.

Além do mais, é uma região que concentra o transporte de toda a safra de grãos do Paraná." A situação das ferrovias brasileiras pode estar prestes a mudar com os projetos de expansão incluídos no PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do governo federal.

Samuel Gomes, diretor-presidente da Ferroeste (Estrada de Ferro Paraná Oeste), empresa que junto com a América Latina Logística dá concessão de operação do trem de passageiros em suas linhas férreas, apresentou durante a viagem algumas obras de expansão das ferrovias paranaenses.

Uma delas ligará a cidade de Cascavel ao Mato Grosso do Sul e outro a Foz do Iguaçu, com probabilidade de expansão até Assunção, capital do Paraguai.

O jornalista JAMES CIMINO viajou a convite da Great Brazil Express

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u407546.shtml
 

·
Indústria da Multa S.A.
Joined
·
6,320 Posts
Sua colega Sandrine de Crom, 30, foi mais crítica. "Toda cidade em que paramos tinha danças típicas da Europa que não nos interessam, pois temos isso lá em nosso continente. Queria ter andado mais entre as pessoas e visto coisas que elas fazem diariamente. Queríamos ter visto capoeira."


Ah... a turista queria ver capoeira? Então que fosse pro Rio de Janeiro, ou pra Bahia, ou qualquer outro lugar onde a cultura afro-brasileira está presente. Esse depoimento demonstra a total falta de conhecimento sobre a diversidade cultural e étnica brasileira. Queria ver capoeira numa região onde predomina a colonização, a cultura e os costumes europeus... ME POUPE!!! :bash:
 

·
Indústria da Multa S.A.
Joined
·
6,320 Posts
Ta louco, que precinho é esse??????
U$ 4000 o pacote todo... é de doer!!! :gaah:
Faço uma viagem de trem mais emocionante pagando R$ 2,30 saindo daqui de Itapevi com destino à Amador Bueno pelo Toshiba. :naughty:
 

·
Rumo ao fim do mundo!
Joined
·
3,205 Posts
Ah... a turista queria ver capoeira? Então que fosse pro Rio de Janeiro, ou pra Bahia, ou qualquer outro lugar onde a cultura afro-brasileira está presente. Esse depoimento demonstra a total falta de conhecimento sobre a diversidade cultural e étnica brasileira. Queria ver capoeira numa região onde predomina a colonização, a cultura e os costumes europeus... ME POUPE!!! :bash:
me poupe nada, tao certos eles.

eles vieram mais pelas paisagens naturais e tao nem ai pra cultura europeia da regiao. A organizadora do pacote deveria sim trazer coisas mais tipicas da cultura brasileira mesmo ( no sentido de cultura brasileira conhecida no exterior ), q se aliando a paisagem da serra do mar e as cataratas, deixariam a viagem mais interessante para o turista europeu. E provavelmente nem avisaram isso pra eles, pq se soubessem q iam atravessar o mundo pra ver coisas q veriam na europa, mta gente ia deixar de vir..

E nem vem pq mto brasileiro vai pra fora sem saber tambem. Que nem um conhecido meu q foi fazer intercambio em Barcelona pra melhorar o Espanhol. Se FU!
 

·
Registered
Joined
·
11,640 Posts
Ah... a turista queria ver capoeira? Então que fosse pro Rio de Janeiro, ou pra Bahia, ou qualquer outro lugar onde a cultura afro-brasileira está presente. Esse depoimento demonstra a total falta de conhecimento sobre a diversidade cultural e étnica brasileira. Queria ver capoeira numa região onde predomina a colonização, a cultura e os costumes europeus... ME POUPE!!! :bash:
Ué, opinião dele. Eu odiaria ir para o Hawaii para ver pessoas sambando. Não que isso esteja presente no meu dia a dia, se eu gosto ou não, mas querendo ou não é uma cultura marcante no país. Assim como essas danças típicas apresentadas no trem, é uma cultura deles, embora eles gostam ou não. Nada mais natural virem de longe para presenciar uma coisa diferente, uma novidade. Não acho que é ignorância por parte desses turistas, talvez uma sacanagem de quem vendeu o pacote, por não ter detalhado o que viria junto.
 
1 - 20 of 47 Posts
Top