SkyscraperCity banner
Status
Not open for further replies.
1 - 8 of 8 Posts

·
Registered
Joined
·
2,484 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Trip quer passageiros de ônibus e atingir 100 cidades em 2 anos

Daniel Ottaiano
Direto de São José dos Campos

"Nada podia ser tão brasileiro", definiu o presidente da Trip, José Mario Caprioli, durante cerimônia de entrega do jato Embraer 175, na sede de empresa de aviões, em São José dos Campos (SP) na quarta-feira. Ele explica: ao todo, a aérea comprou cinco aeronaves da companhia brasileira, todos financiados pelo BNDES e Banco do Brasil (BB) em reais e, futuramente, a serem abastecidos por combustível da Petrobras.

A maior companhia aérea em voos regionais do País opera atualmente em 73 cidades e planeja chegar a 100 em dois anos, segundo Caprioli. Para ele, o mercado nacional de aviação ainda tem muito a crescer. "A longo prazo, pessoas que estão andando de ônibus devem migrar para o avião", explicou.

O presidente da Trip afirmou que entre os destinos planejados pela empresa para seu processo de expansão está o Nordeste, por causa do "grande hiato de cobertura" que há na região. "Não há dúvidas que o Nordeste" está nos planos da aérea, disse ele.

Além dos jatos Embraer 175 já recebidos, a Trip tem mais dois pedidos firmes para o mesmo modelo, além de opção de aquisição de mais dez e direitos de compra de outros 15 aviões. Caso todas as opções e direitos sejam confirmados, o negócio pode ultrapassar US$ 1 bilhão.

"A partir deste momento, a Trip passa para uma nova escala de aviação", afirmou o presidente do conselho da companhia aérea, Renan Chieppe.

Agora com 25 aeronaves, a Trip usará os novos jatos da Embraer para operar a partir do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com ligações para cidades em todas as regiões do País, segundo a Trip. A meta é chegar a 80 destinos no final do ano.

Os jatos Embraer 175 são configurados em classe única, de 86 assentos. A distância entre as poltronas é de 79 cm.

O que Caprioli definiu como "brasilidade" também foi exaltado pelo diretor-presidente da Embraer, Frederico Fleury Curado. "É disso que o País precisa, aviões menores voando para destinos menores", afirmou.

"O Brasil está no rumo certo para se tornar uma importante economia", completou, ressaltando o papel do BNDES e BB na linha de financiamento voltada à indústria da aviação

Portal Invértia
http://br.invertia.com/noticias/noticia.aspx?idNoticia=200906251258_RED_78177901

-------------------------------------------

Espero que de certo, precisamos sair da mesmice de TAM/GOL/Varig
 

·
Annoying ex-moderator
Joined
·
17,643 Posts
Acho que o Brasil está amadurecendo como mercado de aviação.

A TAM e Gol fortes nas ligações com as grandes cidades, sendo a TAM a linha aérea brasileira no exterior. Tem ainda Azul, Oceanair e Webjet brigando pra emplacar no terceiro lugar e investindo forte pra isso, e a Trip, praticamente correndo por fora na aviação regional, o code share com a TAM pode fazer os negóciosda Trip decolar. Tem a Passaredo que tambem poderia concorrer com a Trip, mas acredito que ainda esteja longe disso.

E seguimos como o segundo maior mercado de aviação das Américas!
 

·
Banned
Joined
·
1,860 Posts
Prevejo um futuro brilhante para a TRIP. Enquanto a TAM e GOL se matam na concorrência em aeroportos saturados, a TRIP faz a festa no imenso e mal explorado mercado regional.
 

·
Scooter/motorbike lover
Joined
·
65,802 Posts
Ironia.. Os donos da TRIP são duas empresas de ônibus: Caprioli e Águia Branca.

Eu fico feliz em ver a aviação brasileira se amadurecendo após a crise de 2007, mas digo uma coisa: se tivesse trem no Brasil, eu só viajaria de trem, mesmo para o Nordeste ou Norte.

Bem que a TRIP poderia olhar para cidades como Blumenau, Mossoró e Sorocaba, com demanda e potencial para receber voos regionais.
 

·
Registered
Joined
·
6,607 Posts
Mercado bem mal explorado, a TRIP fará muito sucesso. O inteior tem um potencial incrível, uma mina de ouro.

De uma certa forma irá "diminuir" o lucro das companias que atuam nos grandes mercados (Gol, Tam), porque as pessoas do interior não precisariam fazer escalas nos grandes centros para chegar ao destino desejado, se fizerem será em menor número.
 

·
Registered
Joined
·
6,937 Posts
Muito bom o plano da TRIP de explorar as cidades aonde as demais não chegam, o interior tem muito potencial, mas sempre foi subestimado. Melhor ainda saber que o planos de crescimento envolvem o nordeste. É incrível que cidades como Natal e Maceió não tenham ligação aérea direta e cidades como Mossoró não possuem nenhum voo regular.
 

·
Banned
Joined
·
1,860 Posts
Ironia.. Os donos da TRIP são duas empresas de ônibus: Caprioli e Águia Branca.

Eu fico feliz em ver a aviação brasileira se amadurecendo após a crise de 2007, mas digo uma coisa: se tivesse trem no Brasil, eu só viajaria de trem, mesmo para o Nordeste ou Norte.

Bem que a TRIP poderia olhar para cidades como Blumenau, Mossoró e Sorocaba, com demanda e potencial para receber voos regionais.
Existe boas chances da rota Fortaleza - Mossoró - Natal ser lançada ainda este ano pela TRIP. O problema de Blumenau é que Aeroporto local comporta no maxímo a operação de aviões do porte do Brasília, mas isto não e um problema gigantesco, afinal, Navegantes fica só a 40 km de distância, e creio que Sorocaba não demorará a voltar ser atendida, uma rota Maringá (ou Cascavel) - Sorocaba - Rio seria sucesso na certa.
 
1 - 8 of 8 Posts
Status
Not open for further replies.
Top