SkyscraperCity banner

1 - 20 of 118 Posts

·
President and CEO
Joined
·
17,597 Posts
Discussion Starter #1
O presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, propôs na quinta-feira compensar Portugal pela perda global de fundos e pelos efeitos da austeridade, com um envelope adicional de mil milhões de euros para as regiões mais ricas do país.

Segundo o correspondente da TVI em Bruxelas, Pedro Moreira, serão 900 milhões de euros para Lisboa e 100 milhões para a Madeira.

Portugal espera ser recompensado pela «firmeza» que tem «demonstrado no último ano, fazendo esforços muito dolorosos», disse uma fonte à TVI.

Grécia e Espanha terão ofertas semelhantes. «Nuestros hermanos» receberão uma compensação especial de 2.800 milhões de euros, de modo a minimizar o impacto do corte das ajudas que vai sofrer no próximo orçamento.

Ao abrigo da proposta, aqui citada pela Lusa, a Extremadura receberá 200 milhões de euros, como a região mais desfavorecida do país. Galiza, Castilla-La Mancha, Andaluzia e Múrcia vão dividir 1.500 milhões de euros por figurarem no grupo de comunidades que deixaram recentemente de constar entre as mais pobres da União Europeia.

As restantes verbas, no valor de 1.000 milhões de euros deverão ser repartidas pelas restantes Comunidades Autónomas.

Em paralelo, e ao abrigo de outro ponto do articulado, Van Rompuy propõe dar 50 milhões de euros adicionais para Ceuta e Melilla no orçamento comunitário para 2014-2020.

As Canárias também vão beneficiar de mais fundos, com a nova proposta de orçamento a rever em alta as verbas face ao texto original de 925 milhões para 1.378 milhões de euros.

Além disso, está prevista uma ajuda extraordinária de 30 euros anuais por habitantes para este tipo de regiões, com o documento a assinalar que a «situação especial» das ilhas deve ser levada em conta na repartição de fundos.

O Conselho Europeu, que continua esta sexta-feira, está a ser marcado por uma Europa dividida pelo dinheiro. A chanceler Angela Merkel até já duvida que se consiga alcançar um acordo.


http://www.agenciafinanceira.iol.pt/economia/conselho-europeu-compensacao-especial-envelope-adicional-ajudas-fundos-austeridade/1395525-1730.html


Excelente notícia para AML. É bom que se dote a região de fundos comunitários adequados. Os fundos alocados à nossa região no âmbito do POR Lisboa são demasiado baixos para cobrir as necesidades de investimento da região.

:applause:
 

·
Registered
Joined
·
2,630 Posts
Por muito que me esforce para tentar perceber esta repartição de dinheiros, simplesmente não a compreendo! 9/10 do valor vai para a região mais rica, o restante para a segunda mais rica. Ora vai-se lá entender isto..
 

·
Registered
Joined
·
365 Posts
o único investimento relevante e urgente para a AML que eu me lembro é a substituição dos comboios e catenárias da linha de cascais.
 

·
Registered
Joined
·
365 Posts
não tenho a certeza mas uma vez li que são diferentes (altura e tensão) das outras e portanto outros comboios electricos não podem circular lá sem alterar primeiro o pantógrafo ou a diferença de potencial admitida. alguém com conhecimento que se pronuncie eheh
 

·
Registered
Joined
·
7,785 Posts
sao para esse tipo de investimentos? (infraestruturas e assim?)
era bom que os usassem na linha de cascais era... mas infelizmente nao acredito...

ja agora, sabe-se qual o custo que tinha a ligacao de alcantara + comboios novos + alteracao de voltagem?
 

·
Registered
Joined
·
2,630 Posts
o único investimento relevante e urgente para a AML que eu me lembro é a substituição dos comboios e catenárias da linha de cascais.
Então linhas como o Douro e Minho mais vale fecha-las não é? E continuar a meter Regionais a servir Valença..V.Castelo..Barcelos. Afinal ninguém anda naquilo e só dá é prejuízo!
E quadruplicação até Ermesinde?
Não eram obras que criariam emprego imediato na região norte e estimulassem a economia? se melhorássemos a linha que vai para Vigo será que não exportávamos mais desde Leixões. Isto só para falarmos na ferrovia.
 

·
Registered
Joined
·
13,885 Posts
não tenho a certeza mas uma vez li que são diferentes (altura e tensão) das outras e portanto outros comboios electricos não podem circular lá sem alterar primeiro o pantógrafo ou a diferença de potencial admitida. alguém com conhecimento que se pronuncie eheh
Sim, a alimentação é diferente (750 V vs. 25 kV), mas tendo em conta que a linha de Cascais está isolada da restante rede ferroviária isso não é problema nenhum.
 

·
Registered
Joined
·
365 Posts
Então linhas como o Douro e Minho mais vale fecha-las não é? E continuar a meter Regionais a servir Valença..V.Castelo..Barcelos. Afinal ninguém anda naquilo e só dá é prejuízo!
E quadruplicação até Ermesinde?
Não eram obras que criariam emprego imediato na região norte e estimulassem a economia? se melhorássemos a linha que vai para Vigo será que não exportávamos mais desde Leixões. Isto só para falarmos na ferrovia.
Silva eu acho que a noticia também não fez muito sentido, acho que só referiu o que ia para os mais ricos e omitiu o resto...
 

·
Registered
Joined
·
365 Posts
Sim, a alimentação é diferente (750 V vs. 25 kV), mas tendo em conta que a linha de Cascais está isolada da restante rede ferroviária isso não é problema nenhum.
e não é preciso fazer alterações no motor? isso iria ter um sobrecusto
 

·
Registered
Joined
·
7,785 Posts
Então linhas como o Douro e Minho mais vale fecha-las não é? E continuar a meter Regionais a servir Valença..V.Castelo..Barcelos. Afinal ninguém anda naquilo e só dá é prejuízo!
E quadruplicação até Ermesinde?
Não eram obras que criariam emprego imediato na região norte e estimulassem a economia? se melhorássemos a linha que vai para Vigo será que não exportávamos mais desde Leixões. Isto só para falarmos na ferrovia.
ele disse na AML... acho que nada do que disseste fica em lisboa..
 

·
Registered
Joined
·
2,630 Posts
ele disse na AML... acho que nada do que disseste fica em lisboa..
Eu não estou contra o investimento em Lisboa, muito pelo contrário. Estou contra isso sim, caso o investimento seja feito UNICAMENTE em Lisboa, uma vez que os fundos vão quase na totalidade para a capital!
Os exemplos que dei, foi de comparação com o que supostamente era necessário fazer em Lisboa, mas que tanto ou mais falta fazem no Minho, Alentejo ou Trás-os-Montes.
Mas esperemos para ver a veracidade desta noticia, porque TVI..coiso!
 

·
Banned
Joined
·
20,874 Posts
Ja se discutem guerrinhas regionais antes do proprio tema.., fantastico.

Lino?
3de5?

Qual é plano maquiavelico aqui?

---
Isto ainda é proposta certo?
 

·
Registered
Joined
·
19,827 Posts
É uma proposta em que os fundos adicionais vão em Portugal para as regiões mais ricas enquanto em Espanha os fundos equivalentes adicionais vão para as regiões mais pobres. Não percebo o critério...:nuts:
 

·
Registered
Joined
·
13,885 Posts
^^ Na verdade em Espanha parece ser dividida mais irmãmente (ou pelo menos espalha o mal por mais aldeias):

a Extremadura receberá 200 milhões de euros, como a região mais desfavorecida do país. Galiza, Castilla-La Mancha, Andaluzia e Múrcia vão dividir 1.500 milhões de euros por figurarem no grupo de comunidades que deixaram recentemente de constar entre as mais pobres da União Europeia.

As restantes verbas, no valor de 1.000 milhões de euros deverão ser repartidas pelas restantes Comunidades Autónomas.

Em paralelo, e ao abrigo de outro ponto do articulado, Van Rompuy propõe dar 50 milhões de euros adicionais para Ceuta e Melilla no orçamento comunitário para 2014-2020.

As Canárias também vão beneficiar de mais fundos, com a nova proposta de orçamento a rever em alta as verbas face ao texto original de 925 milhões para 1.378 milhões de euros.
 

·
Registered
Joined
·
19,827 Posts
Toniho, ou seja cerca de 2/3 das verbas (que recaiem sobre 1/3 da população espanhola) são distribuídos pelas regiões mais pobres e 1/3 pelas regiões mais ricas (que representam 2/3 da população). Em Portugal 1/3 da população, a mais rica, recebe 100% e os restantes 2/3 da população, a mais pobre, fica sem nada... É em tudo similar...:nuts:
 
1 - 20 of 118 Posts
Top