Skyscraper City Forum banner
Status
Not open for further replies.
1 - 4 of 4 Posts

·
Registered
Joined
·
1,602 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Frota de veículos pode dobrar em cinco anos e chegar a 2 milhões de carros. Toxinas dos veículos podem causar distúrbios respiratórios e até câncer

Joana Wightman - Da Secretaria de Comunicação da UnB


A frota de 1 milhão de veículos do Distrito Federal é uma ameaça à qualidade do ar que respiramos. O grande volume de emissão de poluentes ainda não atingiu níveis alarmantes, mas já exige ações de controle e prevenção. Nesta quarta-feira, 29 de julho, a Universidade de Brasília assinou um convênio com o Instituto Brasília Ambiental (Ibram) para monitorar as taxas de poluição do ar e emitir relatórios para auxiliar na construção de políticas públicas para o meio ambiente. O trabalho será coordenado pelo laboratório do Centro de Formação de Recursos Humanos em Transporte (Ceftru). A primeira avaliação sai em três meses.

“A previsão para daqui há cinco anos é termos 2 milhões de veículos circulando no DF. Isso é um absurdo. Ao invés de tirar os carros da rua, há um incentivo à compra e ao uso de veículos”, afirma o presidente do Ibram, Gustavo Souto Maior. No entanto, ele avalia que não bastam apenas ações de conscientização e controle, também é necessário um transporte público eficaz que estimule a população a deixar o carro em casa.

“Desde a década de 1970, Brasília é vista como uma cidade de pessoas com cabeça, tronco e rodas”, lembra o reitor da UnB, José Geraldo de Sousa Junior. “A universidade incorpora novas funções que provocam desafios interessantes em prol do interesse público”, avalia. A proposta do convênio é aliar o conhecimento acadêmico ao técnico para desenvolver tecnologias ambientais.

CONTROLE - A medição dos níveis de poluição será feita por aparelhos e estações de controle em pontos estratégicos: W3 Sul e Norte, L2 Norte, Setor Comercial Sul, Rodoviária, Parque da Cidade, Taguatinga e Fercal. Por meio de filtros conhecidos como amostradores de grandes volumes de partículas em suspensão, os pesquisadores vão captar e avaliar os níveis de óxidos e metais pesados no ar. O monóxido de carbono, expelido pelos automóveis, é a substância mais venenosa para a saúde humana.

Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) revelam que, a cada ano, mais de 2 milhões de mortes prematuras são atribuídas aos efeitos da poluição do ar. Os males causados variam de dor de cabeça e distúrbios respiratórios a doenças cardiovasculares, comprometimento do sistema nervoso, danos ao sistema imunológico e câncer. O chefe do Laboratório de Monitoramento e Controle Ambiental em Transportes do Ceftru, Felipe Azevedo, explica que o dióxido de nitrogênio, por exemplo, além de poluir o ar, também penetra e contamina os solos. “Quando chove, todo o material é absorvido pela terra e contamina os lençóis freáticos.”

A estudante de Química Luana Quirino é uma das três alunas do laboratório que vão ajudar a desenvolver a pesquisa. “ Quando vemos na prática toda essa poluição que inalamos, surge a conscientização de que é preciso mudar e criar alternativas para o transporte e para o controle das substâncias prejudiciais à saúde”, disse. Para se ter uma ideia, o filtro instalado no equipamento é semelhante a uma folha de papel branco. Após 24 horas de exposição às partículas suspensas no ar, o material fica totalmente preto.

“Podemos imaginar que o filtro dos equipamentos é o nosso aparelho respiratório. O filtro pode ser trocado, mas não podemos substituir nossos órgãos vitais”, reflete o reitor da UnB. Ele afirma que a universidade deve pensar em políticas de transporte público, como metrô e ciclovia, já para os próximos quatro anos. “Estamos construindo um pedaço da solução, e ela passa por pesquisa, avaliação e verificação dos índices de poluição e dos riscos à saúde. O estudo é interdisciplinar, envolvendo a Engenharia, a Química e a Medicina”, aponta o chefe do laboratório do Ceftru.

fonte: http://www.unb.br/noticias/unbagencia/unbagencia.php?id=2068
 

·
Eu mesmo!
Joined
·
3,976 Posts
^^^^
Nesses dias secos, de manhã, ao olhar o horizonte de brasilia visto da região da ponte jk noto uma camada cinza sob a cidade! medo! a cor cinza é mais forte na regiao sul, aguas claras, taguatinga e asa sul...
 
1 - 4 of 4 Posts
Status
Not open for further replies.
Top