Skyscraper City Forum banner
1 - 20 of 34 Posts

·
Meio Desligado
Joined
·
555 Posts
Discussion Starter · #1 ·


If you've visited Vegas anytime since 2009, you've likely seen the empty hotel. It doesn't have any signage, rather, it's often swaddled in ads, like the world's priciest billboard—a bloated Cirque du Soleil-wrapped blue whale hovering over the Strip for four lonely years. Now a court ruling is finally putting the doomed hotel out of its misery.

The building in question is—or was supposed to be—the Harmon Hotel, one of the eight properties that make up CityCenter, the $8.5 billion entertainment complex that opened in 2009. CityCenter offered the antithesis of the Strip's spectacle: There was only one casino in the entire complex, it was LEED-certified design, there was no pseudo-European theme. The buildings were designed by and populated with works from some of the biggest names in architecture and art. It was a sophisticated, urbane take on the Vegas experience. And a pricey one: At the time it was built, City Center was the largest privately funded real-estate development in U.S. history.

Partly because of that hefty price tag, CityCenter was also plagued with problems. It opened in the depths of the recession in December of 2009, when Vegas was suffering from a 14 percent unemployment rate. The project itself teetered on bankruptcy until a Hail Mary investment from a Dubai-based developer allowed the crews to finish construction.

Well, almost every building got finished: The Harmon never quite made it.


My photos of the almost-completed (or so we thought) Harmon Hotel in 2009

The Harmon was designed by British architect Norman Foster, one of seven starchitects tapped to work on these modern towers—which were meant to feel unique from each other, like an actual city skyline. It was originally planned to be 49 stories of hotel rooms and luxury residences, some of which were already sold long before work on the tower had a started. But in 2008, after 15 stories were built, inspectors discovered a serious problem with the building's structural integrity: The rebar had been installed improperly, and the building's height was slashed to 25 stories. Construction continued, and a new opening was planned for 2010. That was, until an engineering report determined that the building was likely to collapse in a major earthquake. Work ceased indefinitely.

So why tear it down now? Although MGM Resorts (which owns CityCenter) had announced its plans to demolish the hotel as far back as 2010, and the county approved the razing request last year, the developers have been embroiled in legal battles as well as disputes about the best way to take the hotel down. Don't expect a huge Vegas-style implosion. According to Architectural Record, The Harmon will be dismantled floor-by-floor over the next year. The demolition will cost $11.5 million.

I remember visiting CityCenter for the opening in 2009, and even with all the glitz and fanfare, it was unsettling to see the most visible portion of the complex looming above, unfinished. But it wasn't that unusual, as I would come to discover. The real estate boom meant that developers flooded the city with rooms, leading to accusations that hoteliers were overbuilding the market. The following recession was paired with a spike in construction costs and many ambitious developments could never scrape together the cash to get the job done.

Vegas remains filled with plenty of empty, incomplete structures—you can count the motionless cranes from your hotel room.


The confident Cosmopolitan with the lopped-off Harmon next door. Photo by Cygnusloop99

But I think, especially in the Harmon's case, the biggest threat was right next door. I remember touring around the Harmon and hearing the buzzy PR-speak about how this would be the sleek, exclusive boutique hotel that would change the Strip—all while I was intrigued by an interesting building I was watching going up on the adjacent parcel. Breathing onto the back of the Harmon's unfinished neck was another slender, blue-glass tower that soared to the full height the Harmon was once supposed to achieve. It was similar in looks but even more similar in spirit: The Cosmopolitan was also an urban-themed, design-focused hotel.

Five years later, The Cosmopolitan has managed to not only steal the spotlight from the Harmon, it has cultivated a personality and following that the bland CityCenter properties—for all their star power—never managed to attain. The Harmon was doomed early on by its faulty rebar, but perhaps its ultra-successful neighbor was the real kiss of death. [ArchRecord]

Top image by Mikerussell

http://gizmodo.com/vegas-is-tearing-down-the-empty-hotel-that-never-opened-1573647365
 

·
Registered
Joined
·
8,876 Posts
Las Vegas e' um desastre... cidade feia, com predios de plastico cafonas... aquela esfinge deformada e' uma tragedia visual e um monumento a cafonice mundial.
Horrorosa... aquele hotel parecido a Nova Iorque e' um nojo de mal feito e horroroso. E a lista continua.
 

·
Banned
Joined
·
7,747 Posts
Me lembro que a construção desse complexo ganhou até um programa na Discovery (ou NatGeo, não me lembro).
 

·
to gulag!
Joined
·
27,821 Posts
interessante, o predio tem cara de maquiagem de lavagem de dinheiro, não é possivel n ter sido aberto assim.
 

·
Registered
Joined
·
10,684 Posts
Las Vegas é uma máquina de tirar dinheiro dos apostadores. Deve ser interessantíssimo visitar, mas como uma escala para se ver de perto a meca dos cassinos americanos. Os hotéis devem ter aquele cheiro característico de fritura com gordura e produto de limpeza com química perfumada, como em Orlano... Enfim, ao menos a crise derrubou os preços dos hotéis por lá, e um hotel de categoria "superior" deve estar baratinho.
 

·
Registered
Joined
·
29,195 Posts
Para quem gosta de hoteis, os de lá são absolumente imbatíveis no mundo inteiro no custo-benefício, ainda mais agora.

Comparar custo-benefício de hoteis de Las Vegas com os do Rio é pior que comparar capacidade de infra da China com o Brasil. Não á parâmetro de comparação em mundos completamente diferentes.


Vegas City é uma cidade para se aproveitar in-door.


-------------------------------


E é uma pena que esse hotel estiloso, sustentável e não brega, o oposto de Las Vegas como frisou a matéria, vá ser demolido sem sequer ter sido utilizado. É um tapa da cara da Arquitetura.
 

·
Registered
Joined
·
32,986 Posts
Las Vegas e' um desastre... cidade feia, com predios de plastico cafonas... aquela esfinge deformada e' uma tragedia visual e um monumento a cafonice mundial.
Horrorosa... aquele hotel parecido a Nova Iorque e' um nojo de mal feito e horroroso. E a lista continua.
Desastre é a multiplicação das favelas, a poluição sistemática dos nossos rios, o desaparecimento das ferrovias, a seca no nordeste e cidades que não têm o mínimo zoneamento (basta molhar a mão dos vereadores que eles mudam um ZR1 para zona comercial ou residencial com zilhões espigões), é a trans-amazônica que não serve nem pro Paris-Dakar de tanto atoleiro, é sediar copa com estádio inacabado em 1950 e 64 anos depois fazer exatamente a mesma cagada e ter que morar atrás de um muro de 3 metros de altura, com razor wire e cerca elétrica e mesmo assim não estar seguro.

Las Vegas é um case de sucesso. O que era para ser um cidadezinha no meio do deserto se tornou uma cidade grande que atrai gente do mundo inteiro a lazer. Tanto é que Dubai copiou parcialmente o modelo.

Enviado do meu Multilaser Omega usando Tapatalk
 

·
necropolitano
Joined
·
7,131 Posts
Las Vegas e' um desastre... cidade feia, com predios de plastico cafonas... aquela esfinge deformada e' uma tragedia visual e um monumento a cafonice mundial.
Horrorosa... aquele hotel parecido a Nova Iorque e' um nojo de mal feito e horroroso. E a lista continua.
Só de você conhecer Las Vegas já demonstra que ela não é um desastre. Se você gosta de arquitetura, recomendo ler Aprendendo com Las Vegas, de Robert Venturi. Quem sabe assim você saberá valorizar um pouco o lado arquitetônico da cidade e entenderá que a teoria da arquitetura não é feita de verdades absolutas.

Acho que é pra quem gosta de jogo mesmo, senão realmente não vejo motivo para ir lá
Negativo. LV é um dos maiores centros de entretimento do planeta, independente do jogo. É uma cidade-espetáculo, onde tudo foi feito com o intuito de te surpreender. Há teatro, grandes shows, hotéis fantásticos, boa gastronomia, vida urbana, compras. E tudo por um preço ridiculamente barato. É raro encontrar algum turista estrangeiro que vá para lá com o único intuito de jogar.
 

·
Registered
Joined
·
3,394 Posts
Las Vegas é nada de sucesso no longo prazo. A cidade fica numa região extremamente árida, e não vai resistir por muito tempo, já que não tem água suficiente no Oeste do EUA para sustentar tantas cidades grandes como LV, Phoenix e Los Angeles. É EXTREMAMENTE insustentável. Uma das cidades mais insustentáveis do MUNDO.
 

·
Registered
Joined
·
8,876 Posts
Desastre é a multiplicação das favelas, a poluição sistemática dos nossos rios, o desaparecimento das ferrovias, a seca no nordeste e cidades que não têm o mínimo zoneamento (basta molhar a mão dos vereadores que eles mudam um ZR1 para zona comercial ou residencial com zilhões espigões), é a trans-amazônica que não serve nem pro Paris-Dakar de tanto atoleiro, é sediar copa com estádio inacabado em 1950 e 64 anos depois fazer exatamente a mesma cagada e ter que morar atrás de um muro de 3 metros de altura, com razor wire e cerca elétrica e mesmo assim não estar seguro.

Las Vegas é um case de sucesso. O que era para ser um cidadezinha no meio do deserto se tornou uma cidade grande que atrai gente do mundo inteiro a lazer. Tanto é que Dubai copiou parcialmente o modelo.

Enviado do meu Multilaser Omega usando Tapatalk
Tudo isso que voce comentou, E LAS VEGAS, sao exemplos de miseria e desastre.
Dubai tem arquitetura de verdade... nao da pra comparar com aquele HORROR DE PLASTICO e copias mal feitas de resina barata e pintada, que e' Las Vegas.
 

·
Feliz pela Vida que segue
Joined
·
9,307 Posts
Só de você conhecer Las Vegas já demonstra que ela não é um desastre. Se você gosta de arquitetura, recomendo ler Aprendendo com Las Vegas, de Robert Venturi. Quem sabe assim você saberá valorizar um pouco o lado arquitetônico da cidade e entenderá que a teoria da arquitetura não é feita de verdades absolutas.



Negativo. LV é um dos maiores centros de entretimento do planeta, independente do jogo. É uma cidade-espetáculo, onde tudo foi feito com o intuito de te surpreender. Há teatro, grandes shows, hotéis fantásticos, boa gastronomia, vida urbana, compras. E tudo por um preço ridiculamente barato. É raro encontrar algum turista estrangeiro que vá para lá com o único intuito de jogar.

Este livro foi uma ótima recomendação sua: ele consegue que a gente reveja certos mitos sagrados no campo da arquitetura e do urbanismo, e continua válido mais de quarenta anos após sua primeira publicação.
 

·
Registered
Joined
·
32,986 Posts
Tudo isso que voce comentou, E LAS VEGAS, sao exemplos de miseria e desastre.
Dubai tem arquitetura de verdade... nao da pra comparar com aquele HORROR DE PLASTICO e copias mal feitas de resina barata e pintada, que e' Las Vegas.
Isso que você descreve são apenas atrações turísticas comparáveis a cidades cenográficas (guardadas as devidas proporções). Não vejo problema em a cidade ter isso. Mesmo que o resto da cidade não tenha uma arquitetura interessante não quer dizer que a cidade fracassou. Não houve um projeto individual de fazer uma cidade para ser uma referência arquitetônica. Nem Dubai foi somente isso. A cidade foi crescendo à medida que a indústria dos cassinos e o turismo decorrente dela foi dando certo. Deu muito certo por sinal!

Enviado do meu Multilaser Omega usando Tapatalk
 

·
on the road
leptokurtic
Joined
·
35,019 Posts
Las Vegas é nada de sucesso no longo prazo. A cidade fica numa região extremamente árida, e não vai resistir por muito tempo, já que não tem água suficiente no Oeste do EUA para sustentar tantas cidades grandes como LV, Phoenix e Los Angeles. É EXTREMAMENTE insustentável. Uma das cidades mais insustentáveis do MUNDO.
Argumento bizarro. 80% da água na região é usada para agricultura. O que, obviamente, é uma prioridade secundária em relação a assentamentos humanos. E boa parte vem do Rio Colorado, alimentado por degelo sazonal de neve.
 
1 - 20 of 34 Posts
Top