SkyscraperCity banner
1 - 20 of 736 Posts

·
Geógrafo
Joined
·
3,316 Posts
Discussion Starter · #1 ·
Douro Marina Hotel arranca este ano





Projecto sofreu algumas alterações

O projecto do Douro Marina Hotel, que visa a criação de um Hotel SPA de cinco estrelas, no concelho de Mesão Frio, está numa fase de construção um pouco atrasada, pois aguardam a aprovação do Plano de Pormenor para dar entrada na Câmara o processo de licenciamento.
No sentido de desenvolverem um trabalho universitário, 150 alunos do curso de arquitectura paisagísta da UTAD assistiram, no Solar da Rede, à apresentação deste projecto.
Nas margens do rio Douro, na Rede, concelho de Mesão Frio, vai nascer um grande empreendimento turístico da empresa Douro Azul. Será construído um Hotel SPA de cinco estrelas, completado por um campo de golfe de 18 buracos que se desenvolverá nas duas margens do rio, por uma marina, heliponto e praia fluvial.
A fase de construção deste projecto, segundo a arquitecta Dora Araújo, “está um pouco atrasada e prende-se com uma série de entidades que têm de ser consultadas em todas as fases. Neste momento aguardamos a aceitação do Plano de Pormenor para aprovação do projecto de licenciamento. Contudo, este hotel vai ser uma realidade”.
Para minimizar o contraste entre o verde da paisagem que caracteriza a região e um complexo hoteleiro de luxo, os impulsionadores do projecto optaram pela simplicidade das formas, pela clareza de linhas e por um equilíbrio das proporções, impondo um maior respeito pelo valor cénico envolvente e proporcionando uma relação estreita entre o homem e a natureza.
No que diz respeito ao desenvolvimento funcional, a optimização da relação entre o número de quartos e as áreas comuns e de serviços, bem como com as zonas exteriores de apoio foi uma procura evidente, destacando-se a piscina exterior aquecida, o campo de jogos e o esforço efectuado para tirar, tanto quanto possível, o maior partido das magníficas vistas sobre o rio Douro.
Nos espaços interiores destacam-se 161 quartos, dos quais 2 suítes presidenciais, 12 suítes júnior e 1 suíte duplex; SPA de Vinoterapia, com ginásio, health club e tizzanerie com esplanada; grande auditório (capacidade para cerca 320 pessoas), com bar de apoio; salas de conferências; sala de leitura; bar de charutos; sala de jogos e lojas de venda de artigos, predominantemente regionais.
Paralelamente, as infra-estruturas são complementadas com o bar principal, também direccionado para eventos artísticos, e duas salas de refeições com capacidades para cerca de 172 e 180 pessoas.
Atendendo às características singulares da envolvente física em que será inserido o projecto do Douro Marina Hotel, e face a uma crescente adesão dos consumidores a empreendimentos hoteleiros que ofereçam serviços de terapias específicas e de origem natural, considerou-se existir uma oportunidade de desenvolvimento de um negócio com perspectivas futuras de crescimento (vinoterapia). Por outro lado, a inserção numa região tipicamente vínicola alertou para um conjunto de novos tratamentos derivados da utilização dos produtos derivados da vinha e cujos benefícios se encontram cientificamente comprovados.
Os serviços prestados neste tipo de terapia, inédito em Portugal e na Península Ibérica, são diversos, desde tratamentos de corpo inteiro a tratamentos faciais.
Além de programas ainda a definir, os clientes poderão optar por realizar tratamentos “à la carte” e, desta forma, direccioná-los para problemas de saúde específicos que possuam.

Cinquenta milhões de euros para construir o maior empreendimento turístico no Douro



Vai ficar situado no concelho de Vila Nova de Foz Côa, as obras arrancam em meados de 2004

Depois do Hotel de cinco estrelas, que vai ser construído na Rede, em Mesão Frio, agora o Douro vai acolher o maior investimento alguma vez feito na região. Previsto para o próximo ano este mega-projecto da empresa “Golfe e Clube de Campo do Castelo Numão, S.A.”, é um investimento de 50 milhões de euros. Vai transformar uma área de 130 hectares, entre o Castelo de Numão e Arnozelo, no concelho de Vila Nova de Foz Côa, num dos maiores pólos de interesse turístico da Europa.

Este empreendimento vai ser um ‘resort’ com quatrocentas habitações turísticas, um Hotel de quatro estrelas, uma fluvina, para acolher vinte e cinco barcos, um cais de acostagem, para embarcações turísticas, um Heliporto, um Campo de Golfe, com dezoito buracos, um Centro Hípico, com picadeiro, para vinte e cinco cavalos. O “ex-libris” do projecto, será a recuperação de um dos antigos apeadeiros da CP, da linha do Douro que terá como finalidade utilizar os Comboios Históricos do Douro.

Leopoldo Telles Abreu, presidente do Conselho de Administração da empresa diz que o empreendimento irá criar mais de 250 postos de trabalho.

O projecto, será executado faseadamente e contempla, ainda, um restaurante, com noventa mesas; um Health Club; Club House; Rent-a-Car para viaturas Todo-o-Terreno; Piscinas; Academia de Golf; Clube Ténis-Bar; Lojas de pequeno comércio; Parques infantis; Circuitos Pedonais e Ciclovias; um posto médico, em permanência; sistema de segurança activa abrangente a toda a área do complexo turístico e, ainda, a disponibilização de guias-turísticos.
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
Caramba, pá!!! Que projectos bons!!! :drool: :drool:
:applause:
 

·
Uma dúzia de anos disto..
Joined
·
30,728 Posts
Johnny, era megalómano era se fosse para a classe baixa...
...agora provavelmente será dirigido aos que têm dinheiro, e a esses só interessa se é ou não bom!!
Portanto acredito que se for bem pensado e melhor construido, teremos ali 2 fantásticos empreendimentos, a nível europeu ou mesmo mundial, dentro do género!!!:bowtie:
 

·
Registered
Joined
·
9,590 Posts
:applause:
Está optima a idéia do primeiro projecto de aproveitar o potencial turístico que a vinha do Douro pode oferecer.E melhor ainda de se saber da preocupação dos arquitectos em fazer uma coisa que não ferisse a envolvente da região!
 

·
Future after Past
Joined
·
1,515 Posts
TeKnO_Lx said:
sao projectos deste ke precisamos hight class spa´s!!
turismo de massas não interessa a ninguem!
Exacto!, o turismo de qualidade é o que interessa a Portugal, o turismo de massas só satisfaz paises do terceiro mundo pois o turista paga tudo no país de origem, o bilhete de viagem, estadia e alimentação, que é o grosso da fatia do turismo, o restante são as lembranças e pouco mais que o turista gasta localmente. De resto o que o turista deixa são só chatices e despesas publicas de manutenção dos espaços e equipamentos turisticos.
 

·
Moderator
Joined
·
181,470 Posts
Sim senhora :applause: Viriatox obrigado por as boas notícias que trazes :eek:kay:

Qualquer um desses projectos visa desenvolver regiões mais pobres do Douro (Mesão Frio e VNFCôa) portanto acho que está muito bem ... para gerar postos de trabalho e fixar as pessoas naqueles locais e para estas não fugirem para porto ou lisboa :D

Aquela zona precisa também é de uma SCUT a acompanhar toda a margem sul do rio Douro desde o porto até VNFCôa e até a fronteira em barca d'alva ! Veremos como é o futuro ... ;)
 

·
12 Years of SSC!
Joined
·
8,398 Posts
Dez novas unidades hoteleiras deverão nascer na região do Douro no decorrer dos próximos dois anos, num investimento total que ronda os 135 milhões de euros, aumentando a oferta actual de camas em mais mil unidades.

Nove dos projectos são investimentos privados ao abrigo do Plano Integrado Estruturante de Base Regional do Douro (PITER-Douro) e têm uma comparticipação comunitária de 60 milhões de euros. Deverão estar concluídos até finais de Junho de 2008.

Melchior Moreira, presidente da Região de Turismo do Douro Sul esclarece que, "para além destes projectos, há outros que até 2009, poderão duplicar o número de camas actuais só na região do Douro Sul, que actualmente ronda as 750, divididas por 66 empreendimentos". Recorde-se que, nos 22 municípios da região do Douro, a oferta ascende a cerca de 3500 camas.

A décima unidade hoteleira foi já considerada projecto PIN (Projecto de Interesse Nacional), apesar de já ter sido reformulado por três vezes. Está agendada, para hoje, a apresentação da terceira versão do "Douro Marina Hotel", de Mesão Frio. Um projecto do grupo "Douro Azul", que entretanto está a ser transaccionado com outra empresa. O "Douro Marina Hotel" inclui campo de golfe, um SPA vínico, um centro de congressos e, ainda, um teleférico que ligará o resort ao Solar da Rede e à vila de Mesão Frio. Prevê-se a criação de cerca de 140 postos de trabalho.

Em Alijó, abriu há poucos dias o Hotel Rural de luxo da "Quinta da Romaneira", num investimento totalmente privado, a cargo de um grupo de franceses, de 30 milhões de euros. Até final do mês deverá ser inaugurado, também, o "Aquapura Douro Valley", na Quinta de Vale Abraão, em Lamego. A unidade inclui quartos, villas, três restaurantes, um bar, piscina exterior aquecida, um SPA com 2200 metros quadrados, cortes de ténis, tudo rodeado por três hectares de mata. O SPA vai disponibilizar tratamentos exclusivos com produtos locais, como a cereja, o azeite e o vinho. Ao todo, o investimento ultrapassou os 25 milhões de euros. Criará, pelo menos, 80 postos de trabalho.

Para além destes, estão em fase de projecto ou já em obra mais dois hoteis em Lamego, e outros em Tarouca, Tabuaço (Valença do Douro), Armamar, Baião e Murça.

Turistas de passagem

Ricardo Magalhães, chefe de projecto da Unidade de Missão do Douro vê como bons olhos estes projectos, mas pede "mais trabalho ainda nesta área e na promoção dos produtos da região". Aquele responsável lembrou recentemente que "é preciso investir fortemente de forma a garantir que os turistas não passem apenas pelo Douro, mas fiquem durante alguns dias. Actualmente, o Douro detém apenas 7% da capacidade de alojamento de toda a região Norte, e os turistas ficam em média 1,3 dias, o que é manifestamente pouco tempo, quando se pretende transformar o turismo no pilar de sustentabilidade e desenvolvimento da região", acrescentou.

O Alto Douro Vinhateiro foi classificado como Património Mundial da Humanidade, pela Unesco, em Dezembro de 2001. As dormidas anuais rondam as 350 mil, mas existem no mundo, em cada ano, 140 milhões de pessoas que procuram destinos "idênticos"ao que é possível disponbilizar no Douro (Natureza, Lazer e Saúde) .
 

·
President and CEO
Joined
·
17,578 Posts
:applause:
 

·
Registered
Joined
·
52,552 Posts
é bom porque a oferta actual so com 3500 camas é francamente pouco mais tendo em conta o facto de parte do vale do douro ser patrimonio da humanidade...
 

·
I Love You... Soraia
Joined
·
27,934 Posts
realmente a zona do Douro tem pouquissimas camas. so o municipio do Porto tem muito mais do que isso. ainda bem que vao somar mais. mesmo assim penso que serão poucas.
 

·
Feliz 2020 ;)!
Joined
·
30,636 Posts
ya é um bom começo mas não deve ficar por aqui para uma zona tão grande e com tão grande potencial...
Tem de se investir mais nesta zona :yes:!
 

·
Whatever
Joined
·
45,866 Posts
o ideal é fazer com que os turistas fiquem pelo menos 3 dias, assim passeam mais e deixam mais euros por lá. é de facto uma zona belíssima, com muito, mas mesmo muito que ver e muito desaproveitada.
 

·
Feliz 2020 ;)!
Joined
·
30,636 Posts
o ideal é fazer com que os turistas fiquem pelo menos 3 dias, assim passeam mais e deixam mais euros por lá. é de facto uma zona belíssima, com muito, mas mesmo muito que ver e muito desaproveitada.
Até puderiam inclusivé criar umas ofertas especiais para cativar os turistas a ficar um pouco mais (5 dias, 4 noites), mas para isso a região teria de ser muito bem explorada :yes:!
 
1 - 20 of 736 Posts
Top