SkyscraperCity Forum banner

Viseu | MUV - Mobilidade Urbana de Viseu

13364 Views 43 Replies 16 Participants Last post by  Barragon




Viseu tem um projeto que vai revolucionar a mobilidade do concelho: o MUV (Mobilidade Urbana de Viseu)

O primeiro passo será dado a pedalar, com a implementação da primeira rede urbana de ciclovias: MUV BIKE. Até 2018, a primeira fase da rede de ciclovias será implementada e terá uma extensão de cerca de seis quilómetros, ligando diferentes pontos da cidade, de utilização intensiva, como é o caso do Hospital, os pólos universitários e o centro da cidade.

66 Km de ciclovias
A Câmara Municipal de Viseu vai investir 3,5 milhões de euros na construção de uma rede de ciclovias com uma extensão de cerca de 66 quilómetros, anunciou o presidente da autarquia, Almeida Henriques. “Viseu já é uma cidade que adota a bicicleta no uso desportivo e turístico. Agora, vamos torná-la como meio de transporte e de mobilidade”, revelou o autarca.
A primeira fase do projeto, que está inserido no Plano de Mobilidade Urbana de Viseu (MUV), contempla a construção de uma ciclovia com 5,7 quilómetros de extensão e que vai ligar algumas das zonas mais movimentadas da cidade, como o polo da Universidade Católica, Instituto Politécnico, Hospital e Parque do Fontelo. Esta ciclovia irá custa cerca de 350 mil euros e deverá ficar concluída em 2018. O projeto prevê não só vias exclusivas para bicicletas, como também áreas partilhadas para bicicletas e automóveis com um limite máximo de velocidade de 30 km/h e áreas partilhadas para peões e bicicletas.
Para além das ciclovias, o MUV contempla ainda a criação de um sistema de transporte a pedido para as seis freguesias de baixa densidade do concelho, a remodelação do terminal rodoviário, o lançamento de um concurso para a concessão dos transportes urbanos e uma nova rede de parques de estacionamento com gestão integrada.



Terminal do Hospital

Viseu vai ter uma segunda central de camionagem, mas mais pequena que será construída na entrada do Hospital de S. Teotónio, onde hoje existe uma praça de táxis que será incluída na plataforma de transportes.

Este novo Interface Terminal de Transportes destina-se não só aos táxis como à nova rede de autocarros e de bicicletas da cidade. Vai servir essencialmente os utilizadores das linhas urbanas, que têm o seu ponto de partida e chegada junto à unidade hospitalar.

O terminal representa um investimento de 250 mil euros. Nesta altura, o projeto ainda está em fase de elaboração. O município acredita que a obra, que tem um prazo de execução de três meses, poderá estar concluída no primeiro trimestre de 2018.

1 - 20 of 44 Posts
Viseu em altas :yes:
Dammm..muito bom, e curto a ideia de tb terem pensado nas bicicletas!

Viseu é a única cidade ( depois de Lisboa :D) q eu olho com admiração , tem sempre bons projectos , qd fazem , fazem bem..enfim!
Só Viseu Gorky?!?!?! Tens de ser mais aberto pá.

Então que mais?


Município de Viseu investe 300 mil euros para reforçar e melhorar paragens de autocarro

Investimento está integrado no projeto MUV – Mobilidade Urbana de Viseu. Dos 53 locais de paragem previstos, 25 são novas

A Câmara Municipal de Viseu aprovou esta quinta-feira o avanço da obra de construção ou melhoramento de 53 locais de paragem de autocarro nas zonas urbana e periurbana do concelho.

O investimento – realizado no âmbito do projeto de mobilidade MUV (Mobilidade Urbana de Viseu) – ascende a 300 mil euros e contempla a construção de 25 novas paragens. A obra deverá estar concluída no mês de Fevereiro de 2018.

Melhorar a inserção e a eficiência urbana destes espaços, incrementar a segurança e a acessibilidade dos passageiros e combater o estacionamento ilegal na zona de entrada e saída dos autocarros são os objetivos da intervenção.

Ao todo, o sistema MUV irá integrar cerca de 750 paragens nas diversas linhas urbanas e concelhias. Paralelamente ao investimento que agora será executado, o Município irá ainda promover a construção de novos abrigos, assim como a renovação da imagem e sinalética informativas no contexto da nova realidade para os transportes públicos.

Segundo o Presidente da Câmara Municipal, Almeida Henriques, “damos hoje mais um passo dos vários previstos, no sentido de implementar o novo sistema de mobilidade do concelho de Viseu. Valorizar a utilização dos transportes públicos – a sua eficiência, segurança e conforto –, em detrimento da utilização do carro particular, é um objetivo de qualidade de vida e sustentabilidade que queremos e precisamos de alcançar”.

Na reunião hoje realizada, a Câmara Municipal deliberou ainda a abertura do concurso para a requalificação do edifício do Solar dos Peixotos, sede da Assembleia Municipal e futura sede da Freguesia de Viseu (no piso superior). O investimento ascende a meio milhão de euros.

O projeto de intervenção contempla a reabilitação geral do edifício, a manutenção de valores patrimoniais do edificado (como granitos e gradeamentos exteriores), a reorganização dos espaços e a qualificação do salão nobre da Assembleia Municipal, a recuperação de caixilharias exteriores, paredes e tetos, a execução de sistema de aquecimento para todo o edifício, assim como a colocação de elevador para pessoas com mobilidade reduzida e a adaptação de outros espaços com este fim.

Também hoje a Câmara deliberou aprovar o avanço da 3ª fase de substituição de luminárias públicas de tecnologia convencional para LED. O investimento, na ordem dos 250 mil euros, será realizado no prazo de 3 meses. Prevê-se a substituição de 714 pontos de iluminação pública em quase uma centena de arruamentos no interior da circunvalação.

“Não abrimos mão de continuar a incrementar a eficiência energética no concelho”, declarou Almeida Henriques. “Com este investimento continuado estamos a concretizar quatro objetivos: melhoramos o desempenho da iluminação pública, baixamos significativamente a fatura energética do Município, promovemos uma gestão inteligente e remota da manutenção do sistema e contribuímos ativamente para a redução das emissões de CO2”.
  • Like
Reactions: mynuster
300 mil euros????? Os autocarros da Barrelhas andam praticamente vazios , os transportes publicos em Viseu não tem grande atratividade por parte da população. Apesar de ser um concelho grande Viseu é uma cidade pequena onde tudo está concentrado no interior da circunvalação e onde habita a maior parte da população.
Deviam era remodelar o terminal de autocarros.
Não é bem assim :) metade da população vive na área urbana da cidade (interior da circunvalação e freguesias envolventes, Abraveses, Rio de Loba, Orgens, Repeses, Ranhados, etc)... a outra metade nas zonas mais afastadas do concelho :yes:

Se melhorarem e modernizarem toda a rede dos STUV irá aumentar o fluxo de pessoas nos transportes.

O maior problema atual são os horários pois gente não falta a querer apanhar um autocarro acreditem.

Quanto à central de camionagem concordo com algumas remodelações, meter uns lcd's a informar das partidas e chegadas por exemplo, mas fora isso não fica (nada)atrás de muitas por aí como o Terminal de Sete Rios em Lisboa
O Terminal 7 rios em lisboa está em remodelação.
O Terminal 7 rios em lisboa está em remodelação.
Ai está? Quando lá passei não vi nada, mesmo assim não há remodelação que dê qualidade aquilo.. Vergonha Lisboa ter um terminal rodoviário assim..
Mynuster:

Não é bem assim metade da população vive na área urbana da cidade (interior da circunvalação e freguesias envolventes, Abraveses, Rio de Loba, Orgens, Repeses, Ranhados, etc)... a outra metade nas zonas mais afastadas do concelho.
Metade? É mais dois terços, cerca de 66 mil habitantes dos 99 mil totais segundo o censo de 2011.
Sim faltaram contar mais algumas freguesias :yes: mas acho que o último valor oficial do INE rondava os 57 mil que corresponde às zonas maioritariamente urbanas. Os 67 mil devem incluir ainda as freguesias que não são imediatamente envolventes ao centro da cidade: Campo, Mundão e Fragosela... mais coisa menos coisa
Mundão está colado, assim como Vila Chã de Sá e Fail... que com muito esticanço até chega a São Miguel e Parada...

Viseu Tondela ftw
Viseu é um polvo :D

Viseu-Tondela
Viseu-Sátão
Viseu-Mangualde
Viseu-Nelas
Viseu-Castro Daire
Viseu-São Pedro do Sul
Viseu-Boaldeia :lol:
Chegaram e são amarelos!
Berrelhas :pepper:

Algumas vezes os apanhei para ir a Viseu :D
Viseu está in the mood com o muv :rock:
PRIMEIROS QUILÓMETROS DA PRIMEIRA CICLOVIA URBANA DE VISEU EM CONCURSO

O presidente da Câmara Municipal de Viseu anunciou esta quinta-feira (12 de julho) que está em concurso a construção dos primeiros 5,5 quilómetros da primeira ciclovia urbana de Viseu e que contempla faixas exclusivas e de coexistência com outros veículos.

“Vamos ter 5,5 quilómetros de vias circuláveis na cidade. Teremos vias com coexistência dos demais veículos, teremos faixas cicláveis com separação visual e pistas cicláveis com separação física na cidade”, explicou Almeida Henriques aos jornalistas no final da reunião de Câmara onde foi aprovado por unanimidade o lançamento a concurso da obra.

O projeto, no entender do autarca, “é complexo, tendo em conta os declives que a cidade tem e o património histórico”, uma vez que a via vai ligar o centro histórico às principais escolas da cidade, ao Hospital de São Teotónio e ao Regimento de Infantaria de Viseu: “No fundo, é enquadrar nas vias cicláveis a possibilidade de se usarem não só numa perspetiva lúdica, mas também como alternativa de mobilidade”.

“Encontrámos uma boa solução, um projeto pioneiro e inovador, que se insere no plano da Mobilidade Urbana de Viseu (MUV) que procura um modelo mais sustentável, mais eficiente, mais ecológico e que sirva melhor as necessidades da população local e ao mesmo tempo que crie hábitos mais saudáveis na população e na captação dos mais jovens”, enalteceu.

O autarca lembrou que os autocarros que irão circular, dentro do plano MUV, terão suporte para bicicletas, ou seja, “quem viver noutras freguesias pode trazer a sua bicicleta no autocarro e depois a partir da chegada a Viseu vai poder andar na sua bicicleta” ou “quem quiser, poderá alugar nos vários pontos estratégicos” que haverá.

“Foi necessário adaptar a tipologia do percurso em soluções de compromisso que procuram criar condições de segurança, de conforto sem comprometer a mobilidade diária pedonal existente e a disponibilidade de estacionamento”, esclareceu o autarca, que diz estarem “garantidas as metodologias das Boas Práticas para a conceção de Ciclovias, bem como as orientações técnicas do instituto da Mobilidade e Transportes Terrestre (IMTT)”.

Segundo o edil, a obra estará pronta daqui a um ano, tendo em conta o concurso público, a adjudicação e a sua execução, “lá para o final de junho do próximo ano estará concluída esta primeira fase de 5,5Km e depois será feita uma avaliação”.

A ciclovia urbana vai “entrosar-se com a ecopista do Dão que tem de ser olhada como um espaço de lazer, mas também como uma via de mobilidade”, e com a futura ecopista do Vouga, cujo “lançamento do concurso intermunicipal está para breve”.

Igualmente para breve, 06 de agosto, está a passagem por Viseu da Volta a Portugal em Bicicleta e para o qual o município aprovou por unanimidade um patrocínio de 325 mil euros, a dois anos.

“Há anos em que a volta termina em Viseu, ou começa, mas, este ano será feito na cidade o dia de interregno, chegam num dia, descansam no dia 07 e retomam a volta a 08 de agosto. É um evento que promove a cidade de Viseu, segundo os dados que nos facultaram, em 2017, Viseu teve uma exposição de mais de quatro horas de televisão com um retorno mediático de 4,5 milhões de euros”, vangloriou-se o autarca.
Fonte: https://www.jornaldocentro.pt/onlin...rimeira-ciclovia-urbana-de-viseu-em-concurso/
  • Like
Reactions: Ti4go
1 - 20 of 44 Posts
This is an older thread, you may not receive a response, and could be reviving an old thread. Please consider creating a new thread.
Top