SkyscraperCity banner

961 - 980 of 1023 Posts

·
Registered
Joined
·
13,074 Posts
Quando o Beto Carrero era vivo o parque recebia menos da metade de visitantes anuais do que recebe hoje..

Antes beirava os 800K e hoje tá quase em 2.5KK, sem contar que o preço do passaporte mais que triplicou, quando eu era criança o ingresso era uns 30 Reais, hoje a média é R$ 150,00
Quando eu era criança teve uma promoção para moradores de São José. Na pindaíba meus pais me levaram: tava lotado e tudo vizinhos nossos na fila dos brinquedos.

:laugh:

Depois disso nunca mais fui ao BCW a passeio. Fui duas vezes a trabalho.
 

·
Registered
Joined
·
3,222 Posts
Eu voltei ao BCW em janeiro do ano passado (já tinha ido quando criança uma vez).

Foi uma experiência de altos e baixos. Altos: atrações, eventos, brinquedos. Baixos: muita, muita, muita, muita gente. Até para andar pelo parque era ruim. Todas as atrações com duas, três horas de fila, chutando baixo.

Jamais voltaria lá em período de férias. Só em baixa temporada agora.

Na verdade eu acho que o Beto Carrero (parque) está famoso como jamais foi.
 
W

·
Guest
Joined
·
0 Posts
Eu fui no final de fevereiro (ja é considerado baixa temporada) e estava vazio, nao no sentido literal da palavra, pq na hora do show do hot wheels lotou aquela arquibancada que cabe 2900 pessoas, devia ter por volta de 4 mil pessoas no total no parque, mas é tao grande que o pessoal estava espalhado, a tarde quando comecava os shows voltados pra crianças as 13h nao tinha fila em brinquedo nenhum (era coisa de 5 minutos) e dava pra ir em todos mais de uma vez sossegado.
 

·
Registered
Joined
·
13,074 Posts

·
instagram: t.l.rekarte
Joined
·
43,308 Posts
Ah mas aí vc só quer ir de voo direto? Que chick! :lol:

Todas as capitais tem voos direto pra Brasília, ou seja, com apenas uma conexão vc vai a qualquer uma delas. Se programando da pra conhecer pelo menos as principais do Norte e Centro Oeste.

Palmas , a principal do Norte :nuts:, ainda tem a opção de um voo direto de Salvador até Barreiras e depois busão até aqui. :lol:
É que tempo e recurso financeiro é algo limitado, então voo direto ajuda rs
 

·
Registered
Joined
·
18,929 Posts
Eu fui no final de fevereiro (ja é considerado baixa temporada) e estava vazio, nao no sentido literal da palavra, pq na hora do show do hot wheels lotou aquela arquibancada que cabe 2900 pessoas, devia ter por volta de 4 mil pessoas no total no parque, mas é tao grande que o pessoal estava espalhado, a tarde quando comecava os shows voltados pra crianças as 13h nao tinha fila em brinquedo nenhum (era coisa de 5 minutos) e dava pra ir em todos mais de uma vez sossegado.
Fui em março ou abril do ano passado e estava bem tranquilo.

Litoral de SC (inclui BCW) não dá para pisar em dezembro/janeiro. Só quem gosta de sofrer.
 

·
White Duck City
Joined
·
3,518 Posts
Em junho agora 03.06.19 à 12.06.19 estive no Maranhão. Visitei os Lençóis (2 dias) e adorei, porém deveria ter feito o seguinte: dispensar uns 2 dias em São Luís (fiquei 5 dias lá), fazer a rota das emoções (Lençóis, Delta do Parnaíba e Jeri) e 4-5 dias em Fortaleza e retorno pra Gyn.
 

·
Registered
Joined
·
19,852 Posts
Em junho agora 03.06.19 à 12.06.19 estive no Maranhão. Visitei os Lençóis (2 dias) e adorei, porém deveria ter feito o seguinte: dispensar uns 2 dias em São Luís (fiquei 5 dias lá), fazer a rota das emoções (Lençóis, Delta do Parnaíba e Jeri) e 4-5 dias em Fortaleza e retorno pra Gyn.
Pra mim 03 dias são suficientes pra conhecer a maioria das capitais brasileiras. Como eu não sou muito fã de praia os meus passeios são rápidos.

Uns 05 a 07 só pra cidades globais mesmo. rs
 
W

·
Guest
Joined
·
0 Posts
Pra mim 03 dias são suficientes pra conhecer a maioria das capitais brasileiras. Como eu não sou muito fã de praia os meus passeios são rápidos.

Uns 05 a 07 só pra cidades globais mesmo. rs
A unica cidade que eu fiquei uma semana completa foi o Rio de Janeiro e ainda restou muita coisa por fazer, precisa de 2 semanas pra conhecer tudo sem pressa.

Em agosto eu vou pro Maranhão, Piauí e Ceará e tb nao vou conhecer tudo, mas o bom é que sempre da pra voltar e conhecer o que ficou faltando.
.
 

·
instagram: t.l.rekarte
Joined
·
43,308 Posts
Rio e São Paulo apenas 3 dias não dá para ver quase nada do que a cidade tem para oferecer
 

·
Registered
Joined
·
631 Posts
Peço vênia aos foristas para comentar um pouco sobre esse assunto recorrente - não especificamente ao Winicius, mas volta e meia vejo que as pessoas demonstram não entender, ou tentam compreender porque o Espírito Santo não é um estado turístico.

Minha visão parte de quem trabalhou com o turismo catarinense, especialmente enquanto integrante de uma instância de governança. Porém, evitarei comparativos para suscitar citys x citys ou estados x estados, quando citar será para bons exemplos - a prática da depreciação sempre abominei e energicamente combati quando inquirido; já foi veiculada enquanto estratégia de marketing até mesmo em propaganda de secretarias de Estados anos atrás. Acho que quando o produto é bom, vende-se sem depreciar a concorrência.

De maneira geral, muitas das observações que faço ao Espírito Santo são pertinentes ao Brasil como um todo. Tanto em potencialidades quanto em debilidades.

---------------------------------------------

Vejo potencialidades imensas no ES para ser um destino turístico desejado. Há um complexo mosaico de atrações turísticas potenciais que integram serra, mar, colônias, metrópole, aventura e ecoturismo.

- As praias do Espírito Santo não perdem em absoluto a nenhuma outra região do Centro-Sul brasileiro, talvez à exceção da região dos lagos fluminense, que é ponto fora da curva.

Vou mais além, temos uma distinção territorial nítida entre litoral norte e sul.

No litoral sul temos falésias, lagunas perenes, praias de mar azul, verde, litoral com mata atlântica preservada (sul de Anchieta), balneários badalados (Guarapari). Estes municípios tem dezenas de praias para todos os gostos.

No litoral metropolitano, as praias são em sua maioria balneáveis, baseada na resolução do CONAMA 274/00, coisa difícil de ver em grandes urbes brasileiras. A Grande Vitória tem desde praias ao estilo clássico de balneários de veraneio, como Praia da Costa (hoje bairro muito bem integrado a metrópole), praias urbanas oriundas de aterros, como a Curva da Jurema, praias caprichosamente desenhadas pelo recorte das ilhas urbanas (Boi e Frade), muitas escondidas, balneários rústicos como Manguinhos, na Serra; destinos de surfistas como Jacaraípe, também na Serra, além de novamente falésias.

No litoral norte a feição costeira torna-se mais retilínea e começa a seguir os traços do badalado sul baiano, ainda sem aquela cor inconfundível, mas com água quente, foz de rios límpidos, praias desertas, um espaço a ser desbravado - além de um Parque Estadual repleto de Dunas e um vilarejo turístico, chamado Itaúnas (município de Conceição da Barra).

Além disso, o Espírito Santo inicia atualmente a exploração da experiência de visitas para avistamento de baleias jubartes que navegam pelo território marítimo estadual.

Parques Nacionais e Estaduais, Monumentos Naturais são grandes chamarizes do interior capixaba. Alguns já passam por um processo de valorização turística, como a famosa Pedra Azul, onde brotam pousadas charmosas, restaurantes, cafés, passeios rurais, hotéis, etc... É o que estamos acostumados a chamar de "roteiro de charme" aqui no Sul.

Outros pontos são jóias a lapidar, como a Serra do Castelo, que sedia eventos de voo livre; ou os incríveis Pontões Capixabas, completamente relegados a segundo plano ao turismo.

Há ainda uma infinidade de cachoeiras, trilhas, como a região da Pedra Roxa em Ibitirama, na região do Caparaó, onde fica o Parque Nacional homônimo e o Pico da Bandeira, destino certo de montanhismo (e que, por si só, é um diferencial).

Sobre colônias e turismo rural, o Espírito Santo é lar de descendentes de san marinenses (Muqui), poloneses (Águia Branca), italianos (Santa Teresa), pomeranos (Santa Maria de Jetibá), portugueses (Grande Vitória), africanos e sua congada (Serra), etc... Em muitos estados isso vira uma boa atração interna, chamariz do turismo nacional. E tá tudo pertinho a ser descoberto e explorado, porque muitas destas cidades não tem infraestrutura.

A Vitória metropolitana também é uma cidade sensacional, com respeito a outras, foi a melhor em que vivi. Tem incentivo a pedonalidade, é organizada para nível brasileiro, tem praia, tem parques urbanos (no raio do bairro onde vivia tinha 3 praias e 3 parques a meia hora de caminhada no máximo) e tem manifestações culturais particulares como o ofício das paneleiras, a gastronomia e as manifestações de fé como a Festa da Penha.


--------------------------------

Mas o que falta?

- O Espírito Santo está ao lado de três grandes estados. Isso é ruim? Talvez ofusque, mas ao menos Minas Gerais e Rio de Janeiro são capazes de ser emissores. São Paulo está a 1:15 de voo, com oferta de diversos horários e custos mais acessíveis que outros destinos mais badalados.

- Falta infraestrutura no geral. A infraestrutura federal é chover no molhado em qualquer lugar. A mobilidade de uma cidade a outra é ruim seja pela BR 101, 262 ou 259. Só recentemente o estado ganhou um aeroporto de verdade.

- Falta infraestrutura também as atrações, com sinalizações de trilhas, acessibilidade ou mesmo uma mínima estruturação pra receber o turista.

- Falta propaganda. Já fui em diversas feiras de turismo famosas onde mal tinha-se representante do ES.

- Com isso, falta vender o Espírito Santo como produto turístico. As pessoas precisam consumir o estado enquanto experiência. Precisam desejar visitar, passar férias, investir.

- E, subjetivamente, falta ao capixaba querer isto. Não me parece que hoje queiram. O capixaba não valoriza a própria terra. Nas experiências de diversas pessoas que levei lá, tive opiniões uníssonas da capacidade de ser uma potência. Usualmente as pessoas de fora que moram, adoram. Mas o cara que nasce reclama. Vá entender.
Vou dar minha opinião

Eu estive semana passada conhecendo o ES e não acho que possa crescer muito mais como destino. Claro que gostei muito da viagem, tenho muitos elogios e boas impressões, mas não senti nenhum grande destaque que possa atrair turistas em grande escala. Vitória e Vila Velha são cidades excepcionalmente arrumadas, limpas e agradáveis (a nível nacional), a Pedra Azul e o interior são muito interessantes, as praias lindas, mas o conjunto não desperta o que eu chamaria de "tesão turístico", característico do Rio, Porto Seguro, Serra Gaúcha e outros grandes destinos.

Acho que o conjunto do apelo turístico do ES de praias, montanhas/turismo colonial, agito urbano é bem diverso mas não se destaca em nenhum desses pontos. Em praias o Nordeste se sobressai, na vida urbana as outras capitais do Sudeste, em montanhas e colonização europeia o Sul é insuperável... O legal do ES foi ter tudo isso em uma viagem: tomar banho no calor da Praia da Costa e no dia seguinte estar de casaco na Pedra Azul degustando produtos coloniais em Venda Nova, comendo em restaurantes ótimos de Vitória.

Estou penando com o Flickr para conseguir fazer um thread dessa viagem, procurando um outro serviço de imagens...
 

·
Matheus Lima 1N23456
Joined
·
10,273 Posts
^^
Se vc conhece MG vc conhece praticamente todo o Brasil (exceto litoral :D, antes que me venham com piadinhas que tô cansado de ouvir) é o estado mais multi faceta do país no que diz respeito a culinária, relevo, sotaque e bioma.
 

·
Registered
Joined
·
19,852 Posts
Eu sempre digo isso, só faltou a Minas o mar pra representar perfeitamente o Brasil. rs

Tem frio, tem calor, regiões altas, baixas, montanhosas, planas, cidades ricas, cidades pobres, cidades grandes, médias e pequenas; cosmopolita, caipirice, até um semi-árido tem.
 

·
Businessman
Joined
·
3,765 Posts
Minas é o estado síntese do Brasil, realmente só faltou o mar, pois temos praias em rios, lagos e inúmeras cachoeiras que formam poções de águas cristalinas com areias brancas. Simplesmente fantástico. :cheers2:
 

·
ca RIO ca
Joined
·
26,938 Posts

·
Matheus Lima 1N23456
Joined
·
10,273 Posts
Eu sempre digo isso, só faltou a Minas o mar pra representar perfeitamente o Brasil. rs

Tem frio, tem calor, regiões altas, baixas, montanhosas, planas, cidades ricas, cidades pobres, cidades grandes, médias e pequenas; cosmopolita, caipirice, até um semi-árido tem.
Tem cidade pequena riquíssima como Extrema (Sul) e Araporã (Triângulo) e cidade grande e não tão rica como Montes Claros (Norte). Temos aldeias indígenas na região dos Vales, temos cidades nipônicas como São Gotardo, algumas contam a história do Brasil como Ouro Preto, Mariana, Tiradentes, Diamantina e Paracatu, outras tiveram ocupação e emancipação recente como Chapada Gaúcha e Lagoa Grande. :cheers:
 
W

·
Guest
Joined
·
0 Posts
Invadam o ES, mineiros! Hahaha
Melhor o sul da Bahia, ja que eles tem praia demais nao vao se importar em perder a pontinha :lol:

Uma curiosidade: O munícipio mineiro de Serra dos Amores, no norte do estado, é bem próximo da praia, cerca de 82Km de Mucuripe, na Bahia.
 

·
Matheus Lima 1N23456
Joined
·
10,273 Posts
Kkkk, qdo falaram em invasão pensei que não era pra tomar. sendo assim ficaria Teixeira de Freitas - MG
 
961 - 980 of 1023 Posts
Top